[ ] [ b / mod / pol ] [ enter / N64 / mu / 2d ] [ sala / $ / build / art ] [ pr0n ] [ tudo ] [ / / ]

/b/ - Random

Email
Subject
Comment
File
Embed
Password (For file deletion.)

Allowed file types:jpg, jpeg, gif, png, bmp, webm, mp4
Max filesize is 10 MB.
Max image dimensions are 10000 x 40000.
You may upload 3 per post.


  [Go to bottom]   [Catalog]   [Return]   [Archive]

File: 1590722047752.jpg (53.21 KB, 850x400, 17:8, sertillanges.jpg) ImgOps Google Yandex

 No.9212[Last 50 Posts]



Como vocês estão, anões? Não tenho o costume de postar aqui, mas, devido à situação dos outros ib, sinto que aqui é um dos únicos chans brasileiros de qualidade que resta. Vos trago uma ideia que muitos acharão difícil, mas que pode ser conduzida por muito tempo aqui no 27. Eu olhei o catálogo antes de trazer essa ideia para cá, e o barbante de desenvolvimento pessoal que já existe é mais voltado para sugestões, apesar de alguns poucos relatos pessoais que eu vi por lá, espero que eu não seja martelado por trazer esse aqui.
NT: Projeto de desenvolvimento pessoal acompanhado de relatos diários.
A ideia consiste no seguinte: você irá começar a aprender algo que sempre teve vontade de aprender, ou estudará aquela matéria atrasada da faculgado, ou seja lá o que for, o importante é que você esteja fazendo alguma coisa que você quer e/ou precisa fazer, não importa se esse ofício exigir um maior esforço físico do que mental ou vice-versa. Ao final, você virá aqui e dirá o que fez, é simples.
Por que eu acho que isso pode dar certo? Porque nós gostamos de postar no chan, gostamos de conversar, por que não gostariamos de participar de um projeto que veio do próprio chan?
Irei sugerir algumas tarefas extras, para a coisa ficar mais interessante.
1. Ler pelo menos 30 páginas diariamente.
Os anões desse recinto gostam de música erudita? Se a resposta for sim:
2. Escutar pelo menos três concertos na semana.
3. Três séries de quantas flexões você conseguir fazer pelo menos 5 vezes na semana, se não todo dia.
Se você é um anão trabalhador, sinto muito por você. Kek. Brincadeiras à parte, se você for um anão trabalhador, não se preocupe com esses desafios extras, se concentre apenas em fazer essa atividade que você tanto quer, mas que ainda não começou.
Eu irei atualizar o fio com o meu próprio progresso diariamente, mesmo que eu seja o único anão do fio, me cuidando para não quebrar o anonimato.

 No.9231

Bom dia, OP! Gostei da sua ideia. Infelizmente acabei retrocedendo e fazendo várias coisas que não são saudáveis e eu já havia reduzido drasticamente. Estou tentando melhorar, mas o processo está bem lento.
Boa sorte para você e todos os outros anões nessa batalha sem fim.

 No.9285

File: 1590771649270.jpg (4.43 MB, 3096x4128, 3:4, ClipboardImage.jpg) ImgOps Google Yandex

Parabéns pela iniciativa, OP! Muitos escritores aconselham manter um diário, onde fica a critério do sujeito relatar o que considerar mais relevante e/ou seus progressos individuais. Aproximadamente em 2015 decidi me aventurar na vida de estudos, porém era muito inexperiente, acabei adquirindo alguns livros redpillados expondo o comunismo, basicamente era a única categoria que eu consumia, seja o comunismo chinês, russo, da américa latina, Tchecoslováquia, etc. Tudo com o intuito de me blindar nas aulas da faculgado, funcionou, mas não era o suficiente, eu precisava de algo mais elevado.
Em 2016 surgiam grupos de estudos espalhados por todo BR, e no meu município não foi diferente: inauguramos o estudo História Essencial da Filosofia, com reuniões todo sábado. Por eu estar passando por problemas pessoais, na época não fui tão diligente como deveria, e depois de 1 ano não conseguimos mais nos reunir.
Foi bom enquanto durou, deu para conhecer um pessoal mais erudito e que realmente se interessava por esse tipo de assunto, cada um tinha uma especialidade então os encontros eram muito ricos no que tange a troca de experiências.

Não só Sertillanges mas também Jules Payot aconselha a nos aproximarmos dos melhores, ter contato com pelo menos 3~4 sujeitos a cima da média, e, quando possível, marcar algum tipo de encontro com objetivo de trocar ideias/experiências, mesmo em uma conversa casual e corriqueira pode sair algo de útil. Também podemos consultar essas amizades para tirar dúvidas ou pedir algum tipo de sugestão (leituras específicas).
Segui esse conselho e não me arrependo, porém evite o combate assíduo, seja com esses amigos ou em redes sociais, tal prática acaba cedo ou tarde envenenando o espírito, deixa nosso dia amargo e pesado, acaba prejudicando em parte o trabalho intelectual. Sendo direto: evite briguinhas no cancro, seja por política ou sobre a visão de determinado escritor, tais debates são infecundos e não levam a nada, dificilmente o adversário vai se converter, logo é um desperdício de força e tempo. Reserve sua energia e aplique-a corretamente em leituras e meditações profundas e frutíferas.
Esse tipo de combate pode se manifestar inclusive dentro de um círculo de amigos Olavetes, onde os protestantes querem expor os católicos, falo disso por experiência própria.

Um outro ponto interessante acerca de tal vida devotada ao aprimoramento das próprias faculdades é uma relativa solidão, mais uma vez invoco o Padre Antonin-Gilbert Sertillanges que diz que o intelectual não é um isolado. Mesmo com o prudente conselho, é impossível olhar o mundo com os mesmos olhos, depois de potencializar meus empreendimentos nas leituras, senti um certo desprezo por todos a minha volta, tentei iniciar alguns diálogos com professores, mas são todos ignorantes, não se importam em estudar/ler obras magníficas, estão satisfeitos com o próprio conhecimento medíocre. Não preciso nem lembrar dos alunos, que só pensam em drogas e degeneração… uma vida inteira jogada no lixo. Então é normal sentir-se um pouco deslocado e não ter a quem recorrer, e aqui entra um ponto interessante: Aproveitei essa fagulha e comecei a relatar algumas das minhas experiências aqui no chan, aparentemente os anões gostaram, então printei algumas para usufruto futuro. É por isso que fiz esse texto, para no final elucidar a importância de escrever.
Creio que o objetivo do OP seja mais voltado para os avanços diários e concretizar os alicerces da disciplina, só fiz essa nota de rodapé em seu fio para relembrar da importância de ler obras e desenvolver o hábito de escrever. Nunca imaginei que eu estaria falando isso, pois sempre considerei minha escrita mediana e superficial, isso até começar a ler obras de fundamento, o que mudou totalmente minha percepção e potencializou algumas faculdades internas. Creio que haverá espaço para tal proposta no respectivo fio, pois é de suma importância não apenas ler, mas também escrever e exercitar esse hábito, independente do assunto abordado. Espero ter ajudado, logo pretendo contribuir com minha rotina por aqui.

 No.9292

YouTube embed. Click thumbnail to play.
Estarei acompanhando o fio. Minha vida está uma desgraça total, preciso mudar meus hábitos antes que seja tarde, já estou ficando velho.

No momento estou seguindo esse vídeo que um anão relatou no fio de no-fap como auxílio, desativei minhas redes sociais que era uma distração muito grande, e a principal delas foi o mar de estrogênio

Estou organizando uma rotina de estudos e relatarei aqui no fio.

 No.9312

>>9292
Estou pensando em seguir o relatado também, mas acredito que seja impossível só usar o PC/Celular por só 4 horas. Acredito que pelo menos 8 horas no caso 4 horas para o estudo e 4 horas para o entretenimento. Obviamente estas 8 horas não vão ser em uma tacada só e sim intercaladas. Estou pensando em usar o modo avião nas horas de estudo.

 No.9482

Não quero ser chato, mas é preciso. Anão, aqui não temos filtros e é muito fácil te identificar usando barbante toda hora, pare de usá-lo. Acompanharei o fio e tentarei contribuir.

 No.9489

File: 1590807615744.png (210.42 KB, 599x727, 599:727, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

Como estão, anões? Vejo que alguns de vocês se interessaram pelo projeto. Eu esqueci de acrescentar que é a primeira vez que eu estou fazendo algo do tipo, então eu ainda estou procurando algum meio de apresentá-los aos meus relatos acerca das tarefas do meu dia sem parecer muito superficial, ao mesmo tempo que eu não quero soar muito abstrato, a fim de manter os anões interessados agora empenhados e de despertar o interesse dos anões que vierem a ler o fio, tomando os devidos cuidados para não quebrar o anonimato - que, por causa dos poucos dias que ainda estão por vir, está comprometido, de modo que eu precisarei ser um pouco mais obscuro que o desejado, pelo menos no começo.
Pois bem, vamos ao dia de hoje, que não foi dos melhores, devo admitir.
Fui dormir muito tarde, devido à frustação do dia anterior, por razões cuja discussão não é o nosso propósito. Fui para o piano às duas e fiz os exercícios de sempre. Atualmente eu estou tentando aprender a "valsa em lá menor", se trata de uma música que está acima do meu talento pianístico, mas que eu quero muito aprender a tocar por inteira. Na imagem, o segundo compasso da quinta pauta indica uma "corrida" da mão direita até a última oitava do piano, isso é algo que eu considero bem difícil de fazer, meu professor não me ensinou isso ainda, nem acho que vai ele vai ser a pessoa que vai me ensinar isso, porque já é um homem de idade, parou seu trabalho por causa da pandemia, e logo eu estarei em outra cidade. Ele é o único professor de piano daqui. Depois de Chopin, estudei algumas músicas do livro "120 Músicas Favoritas para Piano", do Mário Mascarenhas, que é o livro que eu passei a utilizar nos meus estudos pessoais com o meu professor. Toquei por cerca de três horas hoje, então não foi um dia perdido.
Depois de algumas horas batendo cabeça ajudando os meus parentes com o auxílio emergencial, li algumas páginas (mais de 30) de um sci-fi cujo nome eu não me sinto confortável em revelar e encerrei as minhas tarefas de hoje.
Sobre as flexões, já que eu praticamente acordei na hora do almoço, e meu almoço não é dos mais ricos, decidi não fazê-las hoje. E sobre o concerto, hoje eu não ouvi nenhum.

 No.10081

YouTube embed. Click thumbnail to play.
Como estão, anões? O chan estava com a máscara de chumbo? Não conseguia ver as postagens novas, ainda bem que o fio não morreu. Essa atualização vai ser um pouco mais curta, só para deixar claro que eu ainda estou presente. Vamos lá.
No relato do dia um, eu disse que estava com dificuldade em uma certa passagem da música valsa que estou aprendendo, então resolvi treinar apenas essa passagem da música todo dia, além de executar ela mais devagar. Tudo indica que esse vai ser um aprendizado demorado, mas vale a pena. Já estou pensando em acrescentar outra valsa ao meu estudo, a valsa em si menor, de Schubert (vídeo relatado), o que acham dela?
Sobre as flexões, eu as fiz no 2° dia, mas fiquei com o corpo dolorido e não consegui fazer no outro dia, acho que é questão de costume até essa dor passar. Consegui fazer 1 série de 10 flexões e 2 de 7, vou manter esse ritmo.
Também terminei de ler o livro que eu estava lendo, era um calhamaço. Estou sem ideias sobre o que ler agora, logo farei uma atualização com alguns livros que eu possuo, para que vocês decidam o que eu devo ler em seguida.

 No.10084

Certo, vou ler, ao menos, um capítulo por dia do Caibalion e postar aqui meu progresso, começando a partir de amanhã, pois já estou cansado e com vontade de focar em absolutamente nada.
Estou fazendo exercícios dia sim, dia não, estudando e fazendo trabalhos do meu curso e trabalhando para a empresa júnior, mas nunca tive tanta motivação para ler, embora já tenha lido alguns poucos livros. Como preciso consertar minha vida espiritual, vou começar fazendo isso. Me desejem sorte.

 No.10100

File: 1591247199025.jpg (307.82 KB, 1920x1080, 16:9, NRIsfUxAyzM.jpg) ImgOps Google Yandex

Não vou fazer nada da lista do OP, mas também quero mudar, então vou começar lendo um capítulo do meu livro ao invés de jogar até 5 da manhã. Amanhã acordarei cedo, me alimentarei corretamente, estudarei e relatarei aqui. Me desejem boa sorte.

 No.10106

Quero ficar trinta dias sem consumir porcaria, principalmente doce.

Vou começar hoje e reportarei neste fio.

 No.10133

File: 1591272255687-0.jpg (38.87 KB, 642x366, 107:61, 10k.jpg) ImgOps Google Yandex

File: 1591272255687-1.png (193.83 KB, 601x473, 601:473, bloomer.png) ImgOps Google Yandex

Bom dia, anões.
Comecei o dia correndo 10 quilômetros. Agora vou fazer algumas coisas do trabalho e logo em seguida estudar até a hora do almoço. Pretendo estudar um pouco no período da tarde também, além de fazer minhas leituras habituais.
O bom de começar o dia se exercitando é que há um ganho de energia e disposição para fazer as tarefas diárias. Até breve, anões.

 No.10155

File: 1591282655155.gif (2.15 MB, 359x360, 359:360, 1449422708618-0.gif) ImgOps Google Yandex

>>10133
Excelente ritmo, anão.
Meu ritmo é 3:15/Km, ou pelo menos era. Não pratico mais corridas em distância. Todo meus exercícios de cardio hoje consistem em treinar boxe e sprints de 100 e 200 metros.

Meu passo agora no desenvolvimento pessoal é nofap.

 No.10158

Puta que pariu, subi 30 andares de escada e estou com uma dor no peito.
Acho que não passo de hoje, anões.

 No.10161

File: 1591286640269.jpg (56.52 KB, 496x670, 248:335, 2020.jpg) ImgOps Google Yandex

Segunda-feira (01/06/2020): Estudei 3 horas de geometria analítica, treinei costas e bíceps.
Terça-feira (02/06/2020): Estudei 3 horas e meia de geometria analítica e corri 30 minutos na areia fofa da praia.
Quarta-feira(03/06/2020): Treinei pernas e estudei 5 horas de eletromagnetismo.
Quinta-feira(04/06/2020): Irei correr 30 minutos na areia fofa e estudar 5 horas e meia de força magnética.

Mais tarde retorno para dar o feedback a vocês.

 No.10165

File: 1591287879787.gif (916.43 KB, 500x375, 4:3, kid goku.gif) ImgOps Google Yandex

Resolvi começar hoje e espero continuar firme.
04/06 - Quinta Feira: li 20 páginas de um livro, arrumei o meu quarto, estou acordardo desde as 10 p.m. para arrumar o meu ritmo circadiano e irei dormir umas 8 p.m.
Metas para amanhã: estudar por ao menos 1 hora, ler no mínimo 20 páginas e começar o nofap (já fapei hoje).
Tenho uma cadeira para receber dentro de 3 semanas, até lá eu espero ter terminado o livro, ter construído o hábito de estudar e estar firme no nofap.

 No.10202

Anão do doce aqui. Já perdi no primeiro dia pra um copo de Coca.

 No.10226

>>10155
Obrigado, anão. Seu pace é de atleta de elite, parabéns. Pretendo chegar nesse nível algum dia.
Por falar em boxe, estou querendo comprar um saco de pancadas para começar a treinar. Teria condições de me recomendar alguma marca, anão? Precisarei de luvas também.

 No.10275

>>10161
Fechei as 5 horas e meia, no entanto, não fui correr.

 No.10361

Sou novo no fio, venho me exercitando há dois meses e estudando há um mês. Fiquei uma semana no limbo mas voltei a ser produtivo ontem, começarei a postar aqui.

04/06 - estudei 5 horas líquidas, corri 6km e fiz meu treino de força com barras e halteres.

05/06 - estudei 4 horas líquidas, infelizmente não corri porque na corrida ontem ganhei uma bolha no pé, e não fiz o workout de força porque procrastinei.

Amanhã irei compensar a falha nos exercícios que tive hoje.

 No.10368

File: 1591408515987.jpeg (19.11 KB, 443x330, 443:330, Zeus e Hera.jpeg) ImgOps Google Yandex

Sexta-feira 05/06/2020: treinei peito, tríceps e ombro. Estudei 2 horas, pois fechei o assunto de física 3 e fiquei meio perdido.

 No.10421

File: 1591458109969.gif (717.13 KB, 500x372, 125:93, Kid Goku 2.gif) ImgOps Google Yandex

>>10165
05/06 - Sexta-feira: não li, não estudei e bati uma.
06/06 - Sábado: li 20 páginas, não estudei e bati duas.

 No.10564

File: 1591614002660.jpg (112.59 KB, 539x755, 539:755, based.jpg) ImgOps Google Yandex

Como estão, anões? Vamos a uma pequena atualização do fio.
Nesse dia eu acordei cedo e fiz as flexões diárias, mas também fiz algumas roscas diretas e agachamentos. Usei apenas uma barra maciça para isso, visto que eu não consigo levantar os halteres que tenho em casa. Algum anão teria alguma sugestão para me dar?
Depois, prossegui fazendo uma aula da faculdade e li alguns capítulos de um novo livro, que nada tem a ver com ficção. Bom dia.

 No.10582

File: 1591622402250-0.png (410.07 KB, 654x1200, 109:200, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

File: 1591622402250-1.png (610.68 KB, 900x900, 1:1, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

>>10226
Compre o saco de pancadas da Stylo Sport, é barato e bem resistente. Preencha-o com serragem.

Compre também o training kit da everlast. Vem com duas luvas de 12 onças,bandagem para os punhos e um protetor bucal.

>>10564
Treinar peito/ombro/tríceps no mesmo dia de bíceps não me parece uma boa ideia, anão. Divida melhor esse treino.
Ao invés de fazer rosca direta após as flexões, faça chair dips.

Qual o peso dos seus halteres?

 No.10583

Apenas uma sugestão: trace metas produtivas, não qualquer coisa só pra parecer que está fazendo algo. Não digo que falou por maldade, mas objetivos como "fazer o maior número de flexões possível 5 dias por semana" é estúpido, a pessoa em questão vai obter muito pouco progresso disso, a não ser que seja um absoluto iniciante. Se quer melhorar fisicamente, comece buscando aprender o que funciona, é mais eficiente fazer um treino mais pensado três vezes por semana do que simplesmente tentar fazer um monte de flexões igual um incluso. Faça agachamentos, flexões, barra e algum tipo de abdominal(há vários) pra começo de conversa, e faça BEM FEITO, não adianta fazer nas coxas, se for pra fazer isso nem se dê o trabalho, dependendo do retardo é capaz ainda de ser pior do que fazer nada. 5 minutos na internet e você já encontrará várias sugestões de rotina de calistenia.
Faça as coisas direito, não só pra dizer que fez.
Isso também se aplica a outras atividades que você mencionou, como música: apreciar música não é um jogo de números, ainda mais obras com complexidade e duração bem maiores do que as merdas tocando no rádio. Similarmente, tenha discernimento quanto ao que lê, 30 páginas de filosofia grega ou um livro técnico são muito diferentes de 30 páginas de Harry Potter, foque na qualidade, não na quantidade.

 No.10640

>>10361

06/06 - Fiz só o treino de força.

07/06 - Domingo da procrastinação, fiquei de fazer plano de estudos e plano de treino mas não fiz nada.

08/06 - Estudei 1 hora e meia e fiz o treino. Ao menos fiz meu plano de estudos, amanhã quero pegar pesado nos estudos novamente.

 No.10644

>>10582
Obrigado pela recomendação, anão.
Comprarei assim que as lojas abrirem aqui na minha região.

 No.10694

>>10582
Anão, para ser sincero, eu só comecei a fazer esses exercícios para me sentir mais disposto durante o resto do dia, e tem funcionado. Eu posso começar a me dedicar com mais afinco à malhação, mas é a primeira vez que faço isso. Minhas anilhas têm 15 ou 20 kg, perdão por dizer "haltere", são anilhas.
>>10583
Olá, anão, obrigado pela contribuição. Admito que, ao criar a thread, eu apenas tive a intenção de 'fazer os anões ficarem mais ativo', e não 'desenvolva o teu corpo assim como a tua mente, e faça isso de maneira inteligente'. Para falar a verdade, eu mesmo não faço flexões 5 dias na semana, estou fazendo por três dias.
O mesmo vale para os outros desafios.

 No.10695

File: 1591696983497-0.jpg (462.64 KB, 1665x2480, 333:496, Sonata.jpg) ImgOps Google Yandex

File: 1591696983497-1.jpg (24.44 KB, 336x499, 336:499, Duelo.jpg) ImgOps Google Yandex

Hoje iniciarei mais uma leitura, anões. Vocês conhecem os livros das picas? Recomendam um mais do que o outro?

 No.10696

File: 1591697137058.png (55.5 KB, 596x535, 596:535, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

>>10695
Hoje também iniciarei o curso de matemática do Ferretto. Sempre quis começar, mas nunca tive brio o bastante para tal, relatarei aqui.

 No.10723

>>10694
Isso é muito pesado para bíceps. Nem com todo esse tempo de academia eu faço qualquer exercício de bíceps com tanta carga.

Pegue garrafas de água e cole-as com fita na barra. 4Kg de cada lado é um excelente peso para começar.

 No.10903

File: 1591830806977.jpg (40.45 KB, 750x500, 3:2, DOR.jpg) ImgOps Google Yandex

Como estão, anões? Dia não começou muito bem, amanheci com uma dor no estômago muito forte. Mas fiquei melhor ainda na parte da manhã.
Hoje eu fiz as três primeiras aulas do Ferretto, li e não toquei nada. Também não fiz nenhum exercício, tanto por causa da dor, quanto porque estou pesquisando um treino mais sério de calistenia.

 No.10906

>>10695
Tem o .epub ou é físico? Não achei em lugar nenhum O Duelo.

 No.10907

Posso relatar meu processo de emagrecimento neste fio?

 No.10910

>>10906
Físico, tenho uma coleção de livros da editora 34.
>>10907
Será muito bem recebido.

 No.10911

>>10910

Obrigado, anão. Iniciei ontem com jejum intermitente, amanhã irei fazer caminhada + exercícios, ainda não tenho uma dieta para seguir.

 No.10917

File: 1591845322993.jpg (102.46 KB, 1079x1280, 1079:1280, Anotações.jpg) ImgOps Google Yandex

Hoje consegui acordar cedo pois havia marcado um corte de cabelo para às 13 horas, então logo após o despertador tocar já pulei de cama e tomei banho, após isso realizei algumas tarefas e então fui dirigindo até o centro. Foi interessante dialogar com o rapaz que fez o serviço, ele inaugurou a conversa falando sobre o Coronga e algumas noções pessoais, como não assisto TV e não acompanho nenhum civil na rede social, estou um pouco por fora dos dados mais calorosos e imediatos dessa crise. Estava inspirado e comentei sobre minha recente jornada na vida de estudos, sobre ser autodidata, comprar livros específicos na internet, desbravá-los e desfrutar do conhecimento adquirido, recomendei a série Roman Empire: Reign of Blood, pois abordei também o tema Estoicismo e a vida de Marco Aurélio, coincidentemente o sujeito tinha Aristóteles tatuado na perna e em breve tatuaria o referido Imperador.
Após o corte encontrei um amigo que morava próximo ao local, foi muito bom revê-lo pois temos diálogos frutíferos apenas pelo Zap, e admito que ficar o dia inteiro em casa embota o raciocínio. Ele comentou que estava fazendo aula de francês e sugeriu um livro sobre Diplomacia, relatou alguns estudos e hábitos diários durante a quarentena e comentou para comermos algo essa semana, me mostrei disposto pois o rapaz acabou um namoro recentemente.

Após a despedida realizei determinados serviços burocráticos em uma agência bancária e então fui para casa, o dia estava frio, chuvoso e cinzento. Creio ter perdido um bom tempo na internet, pois na frente do monitor ficamos distraídos e esquecemos de conferir o horário (mesmo no relógio situado no canto inferior direito), sem querer vi determinada imagem e perdi o Nofap, foi desgostante passar por isso pela milésima vez, mas amanhã é um novo dia.

A parte produtiva começou quando abri meu livro e comecei a fazer anotações, já deixei próximo um lápis e uma folha de papel para não deixar nenhuma referência passar em branco. Subitamente lembrei de um meme e tive a ideia de começar a ler em pé, procurei algo na internet a respeito e minha premissa se concretizou verdadeira, então já me alinhei firme e com o livro em mãos, admito que foi muito gratificante, realmente creio ter ficado mais atento palavra após palavra. Nos próximos dias pretendo fazer o mesmo e ir observando se há realmente progresso, pois não vejo muito benefício em ficar o tempo todo sentado na frente do PC, sentado na frente de um livro, sentado na frente do celular…. tudo isso parece corroborar em destruir nossa postura e uma certa flacidez abdominal. Aproveitei o embalo e postei uma lista de ações no verdinho meu único canal de comunicação com o mundo exterior, sendo elas: Ler em pé, tomar banho frio, almoçar virado pra parede, charuto e gritar no escuro.
4 sujeitos morderam a bait e se aproximaram com curiosidade, entre eles 2 são realmente estudiosos, os quais já solicitei apoio intelectual a distância, então expliquei o princípio. Já os candidatos restantes são fanfarrões, um é de uma burrice incomparável, se eu mando um pdf do livro O Poder do Hábito ele me pergunta qual o assunto do livro (aconteceu algo semelhante), já o outro é um dos maiores Cumbrains que eu conheço, o que me dá desgosto ter que perder tempo informando até que horas são.
O sujeito namora e tem uma filha, mesmo assim dá papo pra qualquer mulher (porém fica só nisso, não preciso nem dizer que é GORDO). Não sei o que eu tinha na cabeça em tentar explicar o Nofap pra ele em 2019, me arrependo amargamente.

 No.10918

Bom Dia Anões, recentemente,”ontem”, tiver a iniciativa de começar a seguir a carreira de cibersegurança,há bastante, durante minha adolescência,a ideia de seguir na carreira, mas nunca tiver motivação ou “brilho” o suficiente para seguir na área,mas sonhava, de repente, após muitos acontecimentos tristes em minha vida, decidi seguir de volta, um sonho ou desejo que tinha pela área, pretendo estuda a informática da mais básica e ir seguindo até o avançado e saber bastante sobre tecnologia.(O USUÁRIO FOI EXECUTADO NA KUMON)

 No.10919

>>10910
Rapaz, que inveja. E o curso de matemática do ferreto? Baixou por onde? De antemão já me desculpo por encher tanto o saco.

 No.10973


 No.10991

File: 1591923667015.png (2.61 MB, 4125x2400, 55:32, 1588521125480-0.png) ImgOps Google Yandex

Olá, anões. Sou novo aqui no fio, e pretendo postar diariamente, a fim de me encorajar em minhas empreitadas.
Como vou entrar num curso de TI e sou péssimo em matemática, pretendo seguir esta chart relatada. Já comecei o estudo do primeiro livro, estou na página 102, mas o leio sem prestar muita atenção, como um preguiçoso mesmo; por enquanto não houve grandes problemas, mas creio que, quando eu chegar na segunda parte do livro, vou ter dificuldades. Ainda não sei se leio tudo de novo, ou continuo e vejo no que dá. Terminar todos estes livros é o meu primeiro objetivo; o segundo é continuar estudando latim. Vou me aplicar à memorização de todas as tabelas mais importantes (seguindo o método do professor Dowling) e continuar lendo o Lingua Latina aos poucos — talvez eu volte alguns capítulos para fixar melhor o que já aprendi. O meu terceiro objetivo é manter uma rotina de treino em casa, por ora só quero acostumar o corpo a fazer atividade física todos os dias. Peguei uma mochila velha, enchi de livros e estou usando-a como peso. Faço só os exercícios mais básicos: flexão, rosca direta, elevação lateral, agachamento e abdominal.

Espero que os meus relatos incentivem outros anões a participarem do fio.

 No.10997

File: 1591926011879.png (823.97 KB, 615x827, 615:827, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

>>10991
Por que em charts de matemática nunca indicam esse livro, sendo que a maioria das universidades do mundo o utilizam? Eu o considero bem competente e didático. E também tem muitos exercícios.

 No.11000

File: 1591926706691.jpg (5.28 MB, 3896x2559, 3896:2559, The Death of Socrates.jpg) ImgOps Google Yandex

Antes de relatar gostaria de gentilmente pedir para a moderação desconsiderar qualquer tipo de Ban, conheço muito bem as regras, mas sempre existe uma margem discricionária. Digo isso antecipadamente pois pretendo anexar um diálogo informal que tive com um amigo, onde comento o obvio: No Brasil a vida superior/intelectual é quase impossível, estou cercado por imbecis no trabalho, família, rede social (que em breve entrará em desuso).

Ontem tive uma imersão profunda na leitura, inclusive relatei aqui no fio. Estou lendo um livro que todos os anões se beneficiariam em conhecer: A educação da vontade (volume I e II), escrito pelo pedagogo francês Jules Payot realmente os franceses escrevem muito bem, conhecem Sertillanges e Louis Lavelle?.
Hoje apesar de uma pequena vitória ao acordar mais cedo e superar a preguiça reinante, tive uma tarde monótona, onde almocei na minha sogra. O pós-almoço foi acompanhado de conversar infrutíferas e triviais, sem proveito nenhum, o que sempre me aborrece. Sentamos 12h40 e levantamos 15h, sem brincadeira. O filho dela estava presente, e por não morar com eles, todos seguiram o ritual de segurar o maior tempo possível na mesa até o rapaz ir embora.
Mas sem problemas, sei que sempre quando vou até lá é melhor já ter cumprido com algum protocolo prévio no dia, sejam os exercícios físicos ou leituras, e claro, sempre levo algum livro na mochila e um tablete munido de pdf’s. Admito que minha fruta tem me sufocado nessa quarentena, a vida inteira me criei sozinho, trabalhando e com poucos amigos, não estou acostumado com alguém 24h na minha cola, isso envenena meu espírito e embota meu raciocínio, pois ao invés de cumprir minhas tarefas ou até me entreter com “ócio produtivo”, preciso estar dando atenção forçada para alguém.

Fiquei no supracitado estabelecimento até a janta (20h), ao menos assisti Batman Begins de tarde. Chegando em casa próximo das 21h tive que colocar alguns pensamentos no papel e “jogar papo fora” com um amigo ou outro, mas sempre com algo relativamente produtivo nas entrelinhas desses diálogos. Percebi que na medida em que leio muitas páginas por dia, sinto emergir uma vontade de exteriorizar pensamentos, seja aqui no chan ou em alguma conversa privada, é como se fosse uma necessidade de escrever e relatar algo, espero que no fundo seja algo bom e esteja melhorando minha gramática/retórica/lógica. Como citado anteriormente, quando converso com uma pessoa mediana sinto um abismo de diferença, não falamos a mesma língua, nossas cosmovisões são opostas e o gado é escravo da opinião alheia, se possível inclusive seria um escravo voluntário para agradar as massas falantes.

Meus próximos momentos de descontração pretendo acompanhar os respectivos vídeos:
Patrística Brasil: 01 - Visão histórica - Marxismo Cultural e Revolução Cultural - 1/6 - Primeira Aula. Padre Paulo Ricardo (são 6 aulas): https://www.youtube.com/watch?v=VyGQCs6RHd4&list=PL3C5CB833F0175C0D

E entendendo a esquerda: De Kant a escola de Frankfurt, do palestrante Silvio Medeiros (vídeo que eu assistia muito logo que entrei na faculgado): https://www.youtube.com/watch?v=gaJXvxsOi6k


Agora entra o pedido de Habeas Corpus, gostaria de encaminhar algumas palavras que tive com certo amigo, espero não ser nada cancerígeno aos olhos do recinto:

1- 1-Sempre almejei algo mais elevado (de conhecimentos seculares), mas o direito nunca me proporcionou nada satisfatório a não ser decorar artigos…. Já pensei em cursas filosofia ou letras, mas tenho certeza que ia me irritar com colegas e professores, então optei por essa jornada autodidata, é bem difícil manter um foco diário, mas depois que tu aprende a conversar com os mortos (autores do passado) isso vira um hábito, e quando tu não manuseia os materiais tu sente falta no dia…… Uso como exemplo essa quinta-feira, que consegui acordar cedo, mas passei a tarde toda na sogra e só voltei agora, percebi como as pessoas perdem tempo de forma geral, chega a doer no espírito, falando sério….

2- - Não devemos exagerar nas horas de estudo, tudo deve ser gradual e o organismo precisa se adaptar, devemos também manter uma vida social aceitável, seja entre amigos e familiares, porém essa última parte tem sido meio difícil pra mim. Não sou nenhum gênio, mas tenho muita persistência para investigar certos pontos da história/filosofia, porém sem nenhum apoio. Nenhum professor me apoia e nunca irá fazê-lo, porque caso o fizesse seria o mesmo que refutar suas próprias crenças, logo ele entraria em contradição. Digo isso porque SINCERAMENTE até agora nenhum professor se mostrou intelectual de verdade ou que superasse alguma expectativa, são todos na média em tudo, apenas papagaios de informação. Engraçado que aprendo mais com as notas de rodapé de um livro que seleciono comparado com algumas aulas (de direito) em que sou testemunha ocular

 No.11002

>>10991
Parece overkill, anão. Para matemática básica, você tem o Kumon sem memes. Para o que você vai ver no curso, você tem o próprio curso. O ideal é que na universidade já lhe dêem o conteúdo um tanto mastigado e de forma didática, ao menos caso não pegue professores horríveis de ruim ou de filhos da puta. Não espere moleza, claro. Você de fato terá que estudar e se foder na maior parte do tempo. Mas me parece melhor esperar pelas aulas para saber no que você é deficiente do que pegar um livro "completo" sobre o assunto para aprender do zero. Fazer exercícios, por outro lado, será sempre útil. Então é só entender de matemática majoritariamente de ensino fundamental para não ficar para trás, praticá-la bem, e então não ser vagabundo na universidade.

Por outro lado, eu admiro esse tipo de empenho em ser autodidata. Talvez isso tenha valor por si só e lhe valha experiência para alguma situação diferente no futuro.

 No.11004

>>10997
Não sei por quê, mas ouvi falar que a didática do livro não é boa, apesar de os exercícios serem ótimos.

>>11000
Entendo a sua opinião, anão. Hoje em dia, as pessoas perdem muito tempo em coisas vãs. Eu também sou assim, mas estou tentando melhorar. É uma questão de hábito mesmo. E quando o meio em que estamos não é propenso ao estudo, fica difícil remar contra a maré.

>>11002
Obrigado pela recomendação, anão. Eu também penso que seja um suicídio intelectual fazer isso, o caminho é bastante árduo. Mas eu sinto que preciso me empenhar em algo; eu sempre estive na média, e nunca aprendi verdadeiramente as coisas. É exatamente como você disse: uma experiência para eu me melhorar como pessoa.

 No.11006

File: 1591927853629-0.jpg (74.61 KB, 1298x546, 649:273, no-mans-land.jpg) ImgOps Google Yandex

File: 1591927853629-1.png (464.26 KB, 800x400, 2:1, Saving-PR.png) ImgOps Google Yandex

>>11000 triplos da verdade.

Continuação – parte 2, No Man’s Land

Já ficou claro que mergulhar na alta cultura é um esforço Hercúleo em um país como o Brasil, onde a ignorância é fonte de autoridade. Nesse meio tempo em que escrevia a parte final do relato recebi mensagens de 2 amigos (distantes) casados, parece que foram os únicos que realmente perceberam que estou com esse Olho do Tigre, uma força de vontade interior crescente, mas ainda preciso saber aproveitá-la no momento certo para tirar bons proveitos, caso contrário seria apenas uma euforia momentânea seguida de um tiro na Lua.



3- Durante a quarentena consegui avançar nas leituras, mas não tenho quase ninguém pra poder partilhar os frutos colhidos, quando posto uma informação de muitíssimo valor em alguma rede social passa literalmente despercebido, isso evidencia uma coisa: Não temos quase ninguém empenhado na busca de algo mais nobre, todos querem apenas aceitação imediata das massas falantes (analfabetas funcionais) para se sentirem aceitas em alguma medida, assim como receber um pouco de atenção e uns tapinhas nas costas: "Bom garoto".

4- Aqui uma parte meio tosca Antes que alguém indague que me enquadro nas características de "busca da aceitação das vozes falantes" já elaboro minha defesa: É equivocado fazer tal afirmação, pois desde novo sempre me considerei autêntico em alguma medida (posso comentar posteriormente algumas proezas), ainda hoje fiz uma postagem criticando “X, Y e Z”, os Figurões favoritos da juventude. Creio que as poucas visualizações da minha postagem já me renderam 3 Unfriend, o que no fundo eu considero ALGO BOM, menos 3 imbecis. Eles estão perdendo muito mais, pois provavelmente são pessoas aleatórias e medíocres que não estão fazendo nada pela própria vida, já eu sigo o caminho oposto: Todo dia é uma batalha no campo do desenvolvimento, seja intelectual, espiritual ou físico, e independente do cidadão que parar pra conversar comigo, ele sempre vai sair aprendendo algo novo ou com um excelente protocolo (o qual já trilhei ou estou trilhando) para se espelhar e ter uma melhora na própria vida. Isso eu tenho evidenciado toda vez que falo pessoalmente com alguém, ou virtualmente. Também é necessário trazer à baila que tenho uma inclinação melhor para me comunicar com adultos, pois sempre trabalhei e fui responsável, infelizmente não tive muito a fase de video-games e baladas, estava sob o açoite do mercado, mas isso me beneficiou em alguma medida.
Então quando falo com pessoas de 35~55 anos tenho um diálogo produtivo, gostaria de ter nascido em outra geração pois não me entendo muito com os jovens, inclusive pra suportar uma rotina monótona na quarentena me submeti a alguns desafios como dormir no chão, ganho frio, treinos intensos de força e corrida, leituras longas, etc.

 No.11007

>>11000
>óbvio
Irmão fixado, mas não é como se você fosse ser banido por isso em meio a um muro de texto bem escrito.

>autodidata

Engraçado. Postei usando o mesmo termo logo acima e não tinha atualizado a página ainda e lido seu post. Nem ao menos me lembro da última vez que digitei tal termo em algum IB, acho que nunca o fiz.

E acho que você negrou em alguma coisa. O seu post parece não ter saído completo ou bugou comigo. Complete, por favor, anão. Estou curioso sobre seu relato.

 No.11008

>>11000
>>11007
A-acho que o xã tinha bugado. Não tinha atualizado com os outros posts nem na primeira página.

 No.11041

File: 1591957705756.jpg (105.68 KB, 1366x768, 683:384, [AniDL] Prison School-03-[….jpg) ImgOps Google Yandex

>>10973
Muito obrigado.

 No.11076

Segundo dia, anões. Hoje decidi mudar a minha estratégia. Cheguei quase à metade do livro de lógica e percebi que não aprendi nada de valioso. O autor só foi explicando o que já tinha explicado só que mais minuciosamente. Dei uma olhada no segundo livro da chart e resolvi estudá-lo antes. O segundo capítulo dele é dedicado à lógica aplicada à matemática, e creio que seja melhor assim, pois o objetivo do livro anterior era muito amplo. Estudei latim e fiz atividade física. Continuarei firme e forte relatando o meu progresso aqui.

 No.11125

File: 1592082971823.jpg (462.64 KB, 1665x2480, 333:496, Sonata.jpg) ImgOps Google Yandex

Como estão, anões? Espero que bem. Nesse dia eu terminei todas as aulas atrasadas que restavam da faculdade, o lock down fez eu ficar preguiçoso e adiar tudo, por isso estava cheio de coisas para colocar em ordem. Ainda nesse dia eu li um poucas páginas de um livro e decidi escolher logo a próxima leitura de lazer que eu vou ler, já que nenhum anão se manifestou. Kek.
Espero ter a chance de aparecer aqui mais vezes.

 No.11139

Toda vez que vejo esse fio na primeira página ele me assombra, porque sei que preciso de algo assim pra chegar a algum lugar e ultimamente estou extremamente relapso.

Passarei a acompanhar e reportar no fio a partir de hoje. Minha rotina é meio estranha, porque trabalho de madrugada e minhas folgas são meio irregulares, mas farei o seguinte:

>me exercitar diariamente

Seguirei, pela enésima vez, aqueles programas estilo 100 Pushups.

>escrever diariamente

Pelo menos uma hora. Pode soar meio bobo, mas sempre quis ser escritor ou trabalhar com cinema. Como a segunda opção ainda está um pouco distante, decidi focar um pouco na primeira e em algumas ideias que tenho para livros. O objetivo é terminar uma história de pelo menos 160 mil caracteres com espaço antes do final do ano e inscrevê-la num concurso de literatura cujas inscrições costumam terminar em fevereiro. Estou em 6800 caracteres no primeiro capítulo. Talvez não seja um objetivo muito realista e não tenho grandes pretensões, mas farei de qualquer jeito. Claro que a quantidade de caracteres não importa muito, não será ela que guiará o que escrevo, mas é um requisito mínimo do edital. Não vou entrar em muitos detalhes sobre isso.

>estudar dia sim e dia não

Tenho uns livros de ensino médio de português, espanhol e matemática. Seguirei-os porque desde a faculdade praticamente não estudo nada e quero revisar os conteúdos (e aprender as coisas básicas que nunca aprendi de fato porque era uma adolescente em escola pública). 1 hora nos dias de estudo.

Essas três coisas entre as 17h e 21h, entre acordar e ir trabalhar. No tempo livre que tiver durante o trabalho e nas minhas folgas também tentarei ser mais produtivo, mas sem uma rotina específica. Também já leio o bastante normalmente. Amanhã às 21h reportarei novamente.

 No.11167

File: 1592101650048.jpeg (7.42 KB, 242x136, 121:68, 72848284.jpeg) ImgOps Google Yandex

>>10911

Faz 3 dias que estou fazendo caminhadas e fazendo jejum intermitente, também estou comendo muito pouco, toda energia da energia se vai nas caminhadas, volto quase desmaiando, mas aí tomo água e minutos depois me sinto bem.

Enquanto eu estava caminhando, tentei fazer um "trote" (não sei como vocês chamam na terra de vocês e uma depósito riu de mim enquanto estava passando, isso me deixou pra baixo na hora, voltei a caminhar normalmente depois, por mais que não estragou minha tarde e esqueci o ocorrido minutos depois, isso me deixou totalmente engatilhado escrevendo esse relato, se você anos atrás provavelmente teria desistido, mas isso isso vai me servir para dá uma motivação e deixar de ser chacota.

 No.11168

>>11167

>toda energia da comida

>)
>se fosse

Fixado.

 No.11224

>>11139 Aqui.

Acordei tarde, mas cumpri a meta hoje, ainda que tenha produzido pouco.

>Exercícios

Dia um dos programas de flexão, abdominal e agachamento.

>Escrever.

Apenas uma página, cerca de 2500 caracteres. Com isso, já tenho 5,9% da quantidade mínima. Isso de texto pronto, porque tem mais umas três páginas de anotações pro desenvolver do texto.

 No.11325

File: 1592263318514.mp4 (3.18 MB, 640x352, 20:11, aesthetic.mp4) ImgOps Google Yandex

>>10368
Sábado 06/06/2020: Nil. Nenhuma inforção para lançar.
Domingo 07/06/2020: Nil.
Segunda-feira 08/06/2020: Estudei quatro horas e meia e treinei peito e tríceps.
Terça-feira 09/06/2020: Estudei duas horas.
Quarta-feira 10/06/2020: Estudei três horas e troquei o treino de pernas por um treino de força que consiste nos exercícios de Agachamento livre; levantamento olímpico; desenvolvimento para ombros; terra e barra.
Quinta-feira 11/06/2020: Nil.
Sexta-feira 12/06/2020: Estudei três horas e meia e treinei costas e bíceps.
Sábado 13/06/2020: Nil.
Domingo 14/06/2020: Nil.

Anões, estou tendo alguns problemas com minha mãe, está de férias e passa o dia todo em casa, que está afetando nos meus estudos. Me sinto mal por isso e estou até tendo dores de cabeça, no entanto, não sei se é por ter estudado poucos esses dias ou por estar me estressando com ela. Quando ela estava trabalhando, eu conseguia estudar 6 horas por dia tranquilamente. Graças a Deus, ela volta a trabalhar daqui a dois dias.

 No.11336

>>11224
Exercícios e estudo OK, mas sentei no computador pra escrever e fiquei distraído na internet. Só acrescentei algumas anotações que me vieram na cabeça enquanto estudava depois.

 No.11344

>>11167
Ela riu de você na cara dura? Conte-nos como foi o ocorrido, por favor.

 No.11349

>>11167
Liga pra isso não, anão. Já aconteceu comigo quando eu corria e procurava manter a forma correta para o exercício. Três macacos que estavam conversando apontaram para mim e riram. Simplesmente ignorei e logo foram embora.

 No.11370

File: 1592327596048.gif (1022.28 KB, 500x375, 4:3, 1570904779119.gif) ImgOps Google Yandex

>>10165
A cadeira chegou hoje e eu só procrastinei desde o dia do post, vai tomar no cu!
Pelo menos a cadeira é 10/10 e tem a altura perfeita, os apoios de braço ficam na altura exata da mesa e meus pés ficam retos no chão.
Facilmente uma das melhores compras da minha vida.

 No.11372

YouTube embed. Click thumbnail to play.
>>11167
Não ligue para esses arrombados, anão.
Busque melhorar a sua biomecânica de corrida, não para que não fiquem rindo de você, mas tão somente para uma melhor performance e aproveitamento, seja no "trote" ou na corrida.
Postura correta, movimento correto e olhar para frente, sem ligar para quem estiver olhando ou comentando sobre você.
Also, quanto à alimentação, não faça coisas precipitadas demais. Jejum intermitente é interessante, mas não se esqueça que seu corpo precisa de energia. É importante se alimentar depois de um atividade física, mesclando bons carboidratos com proteínas.
Costumo fazer minhas corridas em jejum, comendo somente depois de terminar. A exceção é quando corro distâncias mais longas, que demandam uma boa reserva de energia, ocasião em que como bastante no dia anterior e até mesmo um doce de banana durante a corrida. Mas isso varia de pessoa para pessoa. Tem gente que se correr em jejum acaba desmaiando no meio da atividade. Acho que não preciso falar da importância da água. Mantenha-se hidratado sempre. Por fim, não se você tem pretensão de correr ou ficar somente na caminhada, mas recomendo o vídeo relatado para aprender a postura correta para correr. Além disso, faça exercícios educativos para corrida.

 No.11373

>>11372
>não sei
Fixado.

 No.11385

Desde sábado, estou pedalando ao menos por uma hora. Sou skinnyfat, quero apenas não ficar ofegante quando subir uma ladeira.

O que devo comer e quanto para engordar ou ao menos não emagrecer ainda mais?

 No.11441

>>11385
Use uma calculadora de metabolismo basal, adicione umas 400 calorias ao número, vai ser o que você tem que consumir pra não emagrecer. Se quiser engordar, coma mais que isso.

 No.11467

Boa tarde, anões, como vai o progresso de vocês?

Eu ainda não tinha postado no fio, mas vejo que isso pode me motivar de alguma forma. Estou com um trabalho da faculdade para entregar e estou procrastinando no chan. A entrega é para dia 1 de julho, e não é um trabalho simples. Vou relatar aos anões conforme avançar.

Aos anões que estão no fio e buscam motivação: não desistam, insistam.

 No.11468

>>11344

Quando passei ela deu sorriso de leve, mas pela cara de favelada da pra ver que tava fazendo chacota mesmo.

>>11349

Eu tenho 0 de auto-estima, até uma criança me zombando me deixa pra baixo.

>>11372

Obrigado, anão. Mas eu irei ficar só na caminhada, e ainda assim eu odeio caminhar, só estou esperando alguma academia abrir para iniciar na musculação.

 No.11470

File: 1592423325879.jpg (248.28 KB, 1080x2340, 6:13, 83928184.jpg) ImgOps Google Yandex

>>11468

Also, vou relatar essa semana.


Estou continuando no jejum e comendo o mínimo que posso e fazendo caminhadas todos os dias, acho que estou perdendo em média 2kg por semana, se esse número for consistente ainda tenho 4 meses pela frente para chegar o peso que quero.

Na alimentação não como carboidratos, só fico na carne e na salada, e com quantidades bem pequenas, nem eu acredito que estou comendo tão pouco assim. Irei fazer a primeira refeição da semana normalmente hoje.

 No.11471

>>9212
> Escutar pelo menos três concertos na semana.
>????

 No.11472

>>11471
Qual o problema, anão?

 No.11492

File: 1592444744950-0.png (228.96 KB, 960x720, 4:3, How to Focus.png) ImgOps Google Yandex

File: 1592444744950-1.jpg (143.55 KB, 878x1280, 439:640, 00001.jpg) ImgOps Google Yandex

File: 1592444744950-2.jpg (119.58 KB, 833x1280, 833:1280, 00002.jpg) ImgOps Google Yandex

Após ver que um amigo do tempo de colégio graduou-se Mestre em determinado assunto, entrei em um estado de reflexão: pensei por onde andei nos últimos anos, quais eram meus objetivos e o que fiz para alcançá-los sou de 1994.

Fui colega do rapaz supracitado em um tradicional colégio católico do município, apesar de ter passado uma boa parte da minha vida no mesmo local, poucas amizades sobrepuseram-se ao exame do tempo. Ainda lembro de todos os nomes e rostos, quais foram meus colegas na 1ª série (2001), algumas atividades no pátio, alguns anos depois as tentativas de montar peças de teatro e atividades de semelhante natureza. O colégio era enorme e uma boa parte dos bem nascidos estavam matriculados nele, lembro da evolução da tecnologia e dos vídeo games, as músicas mais escutadas e os filmes mais vistos no cinema. São poucas coisas na vida que me despertam sentimentos, e essa nostalgia de um tempo de ouro que nunca mais voltará é uma delas. Não vou continuar nesse tema para não desvirtuar o fio/postagem, é um assunto que eu gosto muito de abordar e com frequência ultrapasso os caracteres necessários

Estou acostumado com a ideia de retroalimentação imaginária onde eu estou constantemente fazendo um feedback de mim mesmo, virou algo natural em minha vida e inclusive fortificou minha memória. Caso eu fosse colocado ao lado de qualquer colega de um período remoto, com certeza me sobressairia em testes de lembrança, pois faço algo relativamente semelhante (não é exatamente a mesma coisa, mas é um exercício de mesma natureza). Apesar das curiosidades e devaneios, o ponto principal dessa postagem é a comparação, pois como havia catalogado no caput, ver um amigo que não tenho mais contato há anos se sobressaindo em uma determinada área de atuação me deixou feliz e ao mesmo tempo provocado para desencadear o mesmo processo, um salto que já está mais do que na hora de ocorrer. Minha transição da adolescência para a vida adulta foi extremamente peculiar comparada com os jovens que me circundavam, hoje eu olho para minhas atitudes de 2010/2013 com um ar de orgulho, pra época foi o melhor que pude fazer, e o fiz com bravura. Parei de estudar pra trabalhar e juntar dinheiro, onde almejava a tão sonhada cirurgia de ginecomastia. Não foi fácil trabalhar de segunda á sábado juntando os trocadinhos para a tão esperada cirurgia, e quando chegou o grande dia foi um dos melhores momentos da minha vida.

Herdeiro de um vigor sobrepujante e uma força de vontade impiedosa, consegui concretizar alguns grandes feitos pra minha idade, porém aqui reside uma outra lição: eu tinha toda energia do mundo em mãos, mas como ainda era novo, carecia de sabedoria. Isso me fez perder tempo, elemento que é quase impossível de ser recuperado, e justamente por isso as impressões que ficaram são profundas.
É por isso que eu evito me entupir de comida, principalmente no almoço, e gosto de já dar inicio aos trabalhos da tarde. Admito que isso está fora de cogitação pelo brasileiro médio, e é um dos fatores que me faz entrar em constante conflito com minha fruta.
Não preciso cair duas vezes para aprender uma lição, o tempo é valioso e não posso desperdiça-lo, ainda mais na idade/situação em que me encontro, então sempre tento ter uma imersão profunda nas leituras (comecei a ler com papel/caneta na mão e frequentemente tomar notas), se entro em alguma mídia social é apenas para conferir as novidades nos perfis de Educação Clássica (e algo no SensoIncomum, seus podcasts são bons), porém estar com o celular em mãos já é motivo de discussão, mas ficar o dia inteiro mofando na frente da TV sem produzir nada não gera nenhuma briga.

Namorar tem seus pontos positivos, mas ficar com alguém 24h na cola é complicado, ainda mais para um sujeito que se criou meio sozinho, que é o meu caso. Quando estou com a fruta a produtividade sempre cai, o que me deixa furioso e a vagabunda não compreende, mesmo que eu explique e/ou desenhe.

 No.11493

File: 1592445026392-0.jpg (141.17 KB, 865x1280, 173:256, 00003.jpg) ImgOps Google Yandex

File: 1592445026392-1.jpg (125.22 KB, 825x1280, 165:256, 00004.jpg) ImgOps Google Yandex

File: 1592445026392-2.jpg (139.42 KB, 772x1280, 193:320, 00005.jpg) ImgOps Google Yandex

>>11492
Mais três páginas para complementar a postagem.

 No.11494

>>11493
Que livro é esse, Anão?

 No.11497

File: 1592445625593.jpg (5.19 KB, 311x162, 311:162, J.P.jpg) ImgOps Google Yandex

>>11494
A educação da vontade, de Jules Payot. Sempre recomendo fortemente esse livro, seguido do volume II, "O trabalho intelectual e a vontade". Logo em seguida tu vai se deparar com Sertillanges também (imagem usada pelo OP), onde escreveu um manual profundamente poético sobre a vida de estudos (título: A vida intelectual). Muitos recomendam Jean Guitton também, mas no momento estou com outras obras na fila.

Só pra elucidar vou postar um link da Amazon, dá uma conferida nos combos sugeridos:

https://www.amazon.com.br/Educa%C3%A7%C3%A3o-Vontade-Jules-Payot/dp/8594090161

 No.11500

>>11167
Isso acontece com 99% dos corredores, anão, não se preocupe. Kek. Also, eu não fazia ideia de que o chan tinha tantos anões praticantes de alguma atividade física, fiquei bem impressionado.
>>11370
Anão, comece a orar, falo sério. Quando você assume os seus erros fica tudo muito melhor, confie em mim. Também tente estudar o mais cedo possível após acordar e mantenha sempre a casa - ou quarto, se ainda mora com seus pais - limpa. Estarei esperando mais relatos seus, certo?
>>11372
Só por curiosidade, pois eu não corro, de quantos quilômetros estamos falando em "distâncias longas", meu caro anão?
>>11467
Anão, você ainda está vivo?
>>11468
Acho interessante como mulheres não conseguem me intimidar, ainda mais se forem faveladas, talvez porque sabem que dependem de mim para fazer uma certa coisa, ou talvez porque eu fale bem alto. Eis uma situação:
>cougar baixinha precisa de um certo serviço
>ambos de máscara, então não consigo ouvir o que ela pede: "você quer isso aqui?"
>ela fala mais alto: "XXXX"
>falo ainda mais alto, parecendo nervoso, se era aquilo mesmo
>ela abaixa a cabeça imediatamente e confirma
>mais tarde, alguém me diz que eu praticamente gritei
O foda é que eu não acho que falo alto.

>>11471
>>10694

 No.11502

File: 1592448570512.jpg (198.12 KB, 917x1005, 917:1005, bazukinha jpeg.jpg) ImgOps Google Yandex

Acabei de terminar o desenho anexado. Aos drawfags do chan: o que acharam? Fiz inteiramente a mouse pelo Photoshop. Ainda estou pensando se devo ou não gastar dinheiro com uma mesa digital porque não sei se esse é um hobbie que vou levar por muitos anos ou se é só um divertimento passageiro.

 No.11518

>>11472
Não entendi o porquê disso ser beneficial. Por que não só ouvir músicas que você já gosta em primeiro lugar?

 No.11520

>>11500
>quando você assume os seus erros fica tudo muito melhor, confie em mim.
Não sou o quotado, mas eu assumo meus erros, e mesmo assim não consigo melhorar. A única coisa que mudou foi que me sinto mais culpado do que o de costume. Tem alguma outra dica para me ajudar?

 No.11524

File: 1592486515117.jpg (25.22 KB, 365x365, 1:1, gel-carboidrato-carb-up-ba….jpg) ImgOps Google Yandex

>>11468
Disponha. Mesmo assim fico feliz que queira se exercitar. Continue assim. Também pretendo fazer musculação quando as academias abrirem.

>>11500
Quando me referi a distâncias mais longas, estava falando de 20 quilômetros para cima. Em suma, corridas que duram mais de 2 horas. Nesses casos, é importante levar água e um gel de carboidrato para consumir durante a atividade.

 No.11534

Anões, vale a pena assinar o curso de Filosofia do Olavo? Dada as suas recentes ações, não sei se vale a pena dar ouvidos ao que o velho fala hoje em dia.

 No.11537

>>11500
Olá, anão, sou o >>11467. Estou vivo sim. Vou tentar começar hoje esse trabalho da faculdade. É o último desse semestre. Estou sem muito ânimo, mas hoje tive o ímpeto de parar para focar e começar. Estou há quatro dias em nofap também.

 No.11538

>>11537
A propósito, é a faculdade de educação física da USP. Caso os anões tenham alguma dúvida, posso ajudar.

 No.11560

File: 1592520325520-0.jpg (14.41 KB, 315x178, 315:178, run.jpg) ImgOps Google Yandex

File: 1592520325520-1.gif (1016.44 KB, 360x183, 120:61, run.gif) ImgOps Google Yandex

Ontem fiz um fortalecimento muscular focado no core e nos membros inferiores. Hoje foi dia de corrida. Era pra ser apenas uma corrida regenerativa de 5k, mas acabei me empolgando e correndo uma distancia maior.
Amanhã correrei mais 10k. Além disso, amanhã concluirei um curso que estou fazendo. Tudo dando certo por aqui, anões.

>>11538
Que bom que temos um anão de educação física por aqui. Seus conhecimentos serão de grande valia.

 No.11561

File: 1592520686732.png (159.26 KB, 509x911, 509:911, 738273824.png) ImgOps Google Yandex

>>11470

Perdi 4kg anões! Já estou quase saindo dos três dígitos. Confesso que as vezes me bate um desânimo em não querer caminhar, mas acabo indo forçado mesmo, coloco uma música que me motive e consigo cumprir a meta do dia.

Irei tomar um multivitaminico pois estou meio fraco por causa do jejum e da pouca alimentação.

 No.11570

>>11534
Não vale, de jeito nenhum. Antes valia e muito, mas agora são aulas de 50 minutos com comentários da política semanal e sem responder perguntas.

Baixe as primeiras 300 aulas que circula por aí e seja feliz. Aquelas sim são boas.

 No.11572

>>11561
Meua migo, você é uma lenda, parabéns, de verdade, continue!

 No.11576

>>11560
Obrigado, anão, espero ajudar vocês da melhor forma possível. Li os seus relatos e quero parabenizar pelas metas alcançadas, só tome cuidados com suas articulações. Lembrem-se de queno descanso faz parte do treinamento.

 No.11577

>>11576
>de que o

Fixado.

 No.11578

>>11561
Parabéns, anão! Perder peso é muito difícil. Como você está fazendo o seu jejum? Você só pratica caminhada?

 No.11580

>>11570
Obrigado por avisar, anão. Você tem algum torrent dessas primeiras aulas?

 No.11593

>>11572
Obrigado, anão.
>>11578
>como você está fazendo o seu jejum?
Antes eu marcava as horas que iniciava e parava em um aplicativo, mas como eu praticamente só estou comendo uma vez por dia eu parei de anotar.

>você só pratica caminhada?

Sim, eu sei que não é muito eficiente fazer só caminhada para perder peso mas é melhor que nada.

 No.11602

>>11561
>>11593

Parabéns, anão! Continue nessa toada.

 No.11637

File: 1592604417291.jpg (13.63 KB, 300x400, 3:4, Don't Forget, Anon....jpg) ImgOps Google Yandex

Boa noite anões, acabei adquirindo o cacoete de postar algum relato aqui no fio, quando não consigo ou não tenho tempo acabo digitando para algum conhecido (abordo temas aleatórios), pois é uma forma de manter o cérebro e memória ativos.

Infelizmente acordei tarde na casa da minha fruta, comi um pouco e já saí correndo, como dessa vez não fui de carro, tive que solicitar uma carona. A fruta, como sempre, se enrolou para sair, botei pressão e então ela me deixou em casa. Ao chegar na fortaleza minha atenção foi mais uma vez requestada, não conseguir sentar tranquilamente e estudar, pois, tive que levar minha mãe no centro e realizar algumas missões: comprar tecidos para costura, shampoo e remédios, e essa brincadeira levou quase duas horas.

Quando finalmente em casa resolvi tomar um banho relaxante e um café para, logo em seguida, começar meus estudos. Aqui faço uma breve observação: quando estou lendo algum livro de meu interesse, posso passar horas sentado (com caneta e papel na mão, é claro) me aprofundando na leitura e sorvendo todo seu conteúdo. Já quando é algum tema referente ao meu curso, tenho um desencadeamento de dispersão assim que tento iniciar os estudos; quero saber quais são as últimas notícias, escutar música ou qualquer outra atividade, e esse é um grande defeito que preciso superar com urgência. Já não tenho mais idade para ficar horas me entretendo com joguinhos ou séries, e encaro todos os dias como uma batalha a ser vencida.

Abri o site da faculgado e observei minuciosamente todas as provas vindouras, anotei em um papel amarelo (post it) e colei próximo do monitor, assim tenho uma noção temporal mais nítida referente aos meus compromissos. Além disso mandei um e-mail para o financeiro solicitando descontos, pois a crise do COVID simplesmente esculhambou a renda de todos os membros da família, sendo assim fico mais exposto à futuras inadimplências. Admito que uma certa ansiedade tem tentado se manifestar na minha mente, e isso deve-se aos eventos supracitados: provas e boletos.
Creio ter sido irresponsável demais sinto raiva e vergonha em ter que admitir isso em relação à algumas obrigações, não acompanhei todas as aulas virtuais disponibilizadas, para minha sorte alguns professores fazem o upload e o aluno pode assistir mais tarde. Até o dia 04/07 tenho quatro provas decisivas para fazer, cada uma com um peso entre 8 e 10, logo vou ter que deixar meus livros de lado e começar o processo de decoreba. É uma tarefa comum ao estudante universitário brasileiro: deixar de ler grandes clássicos para ficar decorando alguns conceitos/artigos e realizar uma prova, conteúdo que o sujeito aprenderia muito mais vivenciando alguma experiência em um estágio.

Preciso superar essa pseudo ansiedade à qual sou vítima em véspera de provas, sei o que é preciso ser feito, mas algum agente externo (ou uma ilusão projetada por mim mesmo) bloqueia minhas ações, fico vagando na internet e esperando o último instante para estudar ao menos fazer provas consultando a internet é fácil, porém os professores estão dificultando as provas por esse motivo….. No início do semestre, antes da COVID, admito que estava em um ritmo satisfatório de estudos, estágio e esportes, apesar da vida amorosa sempre sofrer altos e baixos (já me acostumei com isso). Sinto saudades da normalidade, qualquer 5 dias de NOFAP já tinham resultados milagrosos na minha felicidade e força de vontade, poder ser produtivo no estágio, receber um “bônus” remunerado todo mês, ir bem nas provas, sentir o sol no rosto caminhando pela rua, beneficiar-se do jejum intermitente…

 No.11638

>>11637
*beneficiar-me do jejum intermitente
Escrevi com pressa.

 No.11643

File: 1592606253389.png (228.77 KB, 645x634, 645:634, 150638128230741.png) ImgOps Google Yandex

>>11560
Consegui correr os 10km e terminar o curso, graças a Deus. Porém, perdi o resto do dia inteiro com bobagens. Amanhã preciso começar a revisar todo o conteúdo do curso para a prova que se aproxima.

>>11637
Já faz duas semanas que terminei o semestre, anão. Fui bastante displicente também, haja vista as aulas virtuais não serem tão empolgantes. Confesso que colei em todas as provas. Eu e alguns colegas formamos um grupo no verdinho para discutir as questões durante a prova. Não me orgulho disso, mas já estava de saco cheio e queria só passar mesmo.
Also, é realmente lamentável perder tempo com algumas tarefas da faculdade em vez de gastar esse tempo lendo obras relevantes. Te desejo sorte nessa caminhada, continue firme e não esmoreça.

 No.11697

>>11593
Desculpa, anão, eu não fiz a pergunta com o intuito de desmerecer a prática da caminhada. Lembre-se de que já é um começo! Logo poderá praticar mais atividades físicas.

 No.11698

>>11697
Hoje consegui formatar o meu trabalho em todas regrinhas chatas da ABNT e já finalizei a introdução e o primeiro item de desenvolvimento. Sigo em nofap, lá se foi mais um dia.

 No.11699

>>11698
O semestre foi bem mais difícil, por toda essa situação que estamos passando. Não é fácil estudar em casa, ainda mais tendo outras pessoas convivendo junto. Já fiz dezenas de trabalhos durante o semestre e esse é o último deles, e o que mais tenho dificuldade e trabalho para fazer. Postar nesse fio me ajudou a dar o pontapé inicial. Assim que terminar o semestre, pretendo iniciar alguns projetos.

 No.11752

File: 1592691880784-0.png (7.16 KB, 251x409, 251:409, ritmado.png) ImgOps Google Yandex

File: 1592691880784-1.jpg (36.11 KB, 660x450, 22:15, rocky.jpg) ImgOps Google Yandex

>>11643
Boa noite, anões do melhor chan.
Hoje foi um grande dia. Estudei o que tinha que estudar durante 4 horas, rezei um terço e fiz uma bela corrida de 10km com progressão de ritmo. Como é fantástica essa sensação de dever cumprido.

 No.11792

>>11561

Estou com um pouco de dificuldades na alimentação e ontem não fui caminhar, confesso que o único prazer da minha vida era comer, então está ficando bem difícil depois desses 11 dias sem comer nada prazeroso, as vezes eu me escapo na coca zero e na H2O para me segurar.

Hoje eu quero comer normalmente em todas refeições como se eu não tivesse fazendo dieta, espero que não ganhe muito peso por fazer isso.

Amanhã quero iniciar na dieta cetogênica, eu já fiz uma vez e já estou por dentro do que eu posso comer, ainda sim não vou comer livremente como alguns fazem, vou continuar no jejum e comer quantidades suficientes para me manter de pé.

>>11752
Boa, anão.

>>11697
No futuro em penso em partir para a musculação, anão.

 No.11814

Boa noite, anões, como estão? Eu sou o anão que tem um trabalho(portfólio) para entregar até o final do mês, não relatei nada aqui por conta de uma forte crise de enxaqueca que acabou comigo nesse final de semana. Essa semana irei finalizar o portfólio.

>>11792
Anão, quando for começar a musculação, poste aqui no chan, eu posso te ajudar. Fica uma dica para você e todos anões: não existe exercício físico universal, todos precisam ser adaptados aos indivíduos. É claro, não poderemos quebrar o anonimato, mas irei ajudar com o que for possível.

 No.11815

>>11752
Muito bem, anão. Eu fico contente de ver os anões buscando praticar atividade física. Apesar de ser minha área escolhida para atuação profissional, estou com muita dificuldade de manter uma disciplina de treinos e essa quarentena acabou com qualquer rotina que eu tinha.

 No.11832

File: 1592803893163.jpg (371.16 KB, 1200x700, 12:7, run.jpg) ImgOps Google Yandex

>>11643
10km nesse seu tempo parece algo desafiador. Em fevereiro comecei a correr, dentro de alguns meses senti um progresso na resistência e um leve engrossamento das pernas, primeiro pensei que estava ficando gordo, depois reparei na pista em que pratico atividade pista meio secreta, fica em uma área nobre da cidade e poucos tem acesso, normalmente o locatário do campo (que tem uma pista de corrida envolta) bota normies para correr, expulsando-os do campo e alegando que é propriedade privada. Fiquei amigo dele e fiz doações de sucatas tecnológicas que ele precisava, agora estou enjoando minha vitalidade tem um sujeito normal do quadril pra cima, porém com pernas extremamente fortes. Sempre quando olho pra ele penso: "Esse tomou a LegPill".
A pista em 400 metros, normalmente completo 12~14 voltas, mas antes em casa faço algum treino de força (já tenho algo esquematizado), por isso meu desempenho de distância/tempo não é muito impressionante.

>>11699
Tenho estudado meus próprios hábitos e pensamentos, percebi que consigo domá-los porém existem fatores externos que são fardos extras: conviver com outras pessoas. Quando vejo minha idade fico um pouco aborrecido por ainda não ter saído de casa, apesar de ser filho único e ter progredido muito nos últimos 3 anos (força de vontade concretizada para atividades físicas e leituras). Tem dias que resolvo pular alguma refeição para aproveitar o jejum e avançar em alguma tarefa, no início meus pais se ofendiam, passaram muitos meses pensando que eu estava chateado ou algo do gênero, depois de muito tempo compreenderam meus motivos e que não sigo muito "formalidades" apenas pra agradar os outros.
Já na casa da minha fruta é impossível ter paz, os pais dela trabalham em casa, tem uma avó pra dar conta e mais outros detalhes (não posso fornecê-los, caso contrário seria reconhecido), fora a carência por atenção 24h. Não sei se todo filho único é meio solitário, eu acabei me criando sozinho e simplesmente preciso de um longo tempo afastado, seja para não pensar em nada, executar o planejamento semanal ou alguma outra atividade. Essa quarentena tem me afetado drasticamente nesse ponto, preciso levar a fruta na pista pra correr, apesar de ela não me acompanhar certa vez comentou que "ir correr junto era uma das desculpas para ficar mais tempo comigo", apesar dos exercícios estarem contribuindo para o regulamento de alguns problemas que ela apresentava evito ao máximo ficar falando de namorada, depósitos em geral e rede social, só faço algum paralelo quanto muito necessário.
Concluindo meu ponto: Sozinho consigo fazer tudo do meu jeito, onde o dia torna-se frutífero em todas atividades e ainda sobre tempo, porém alguns obstáculos (leia-se pessoas) me circundam. Não posso chutar o balde e mandar todos pro inferno, são minha última trincheira pois nos últimos anos, apesar do progresso individual, cometi ostracismo social voluntário. Mandei todos esquerdistas tomar no cu e eliminei 85% pessoas da minha vida, sacrifiquei todos em prol de um bem maior e não me arrependo.

>>11815
Por quais motivos está com dificuldade? Como eu fui gordo na infância acabei desenvolvendo raiva/disciplina muito cedo, hoje sou o que sou devido à essa complicação do passado. Tento não ficar pensando muito sobre o treino de força ou corrida, apenas quando chega na hora eu levanto e faço, mas claro, já tive muitos altos e baixos na vida, e o lado bom disso é que estou muito acostumado a sentir a dor do treino e o "tempo" até obter um resultado satisfatório, sei que cedo ou tarde ele vai se manifestar.

 No.11833

File: 1592807451110.jpg (36.02 KB, 500x375, 4:3, MOH_Allied Assault.jpg) ImgOps Google Yandex

>>11832 tentarei ser breve nessa parte dois, o problema é que minha futura profissão flerta com a retórica e acabo exercitando-a indiretamente quando digito/escrevo/relato algo, espero que isso não atrapalhe o funcionamento orgânico do fio e o respectivo recinto é minha última trincheira virtual, a atividade nas minhas redes é mórbida e quase inexistente, logo entrarão em desuso.

A quarentena tem beneficiado temporalmente a grande maioria dos brasileiros, fato que evidencia-se inversamente proporcional na minha vida. Dentro de alguns anos alcançarei os "30", e quando penso nisso sinto uma leve descarga de adrenalina, sudorese, respiração cardíaca acelerada e sintomas de ansiedade. Nem consigo acreditar que a fase mágica da infância passou tão rápida e hoje, no seu inventário, encontro apenas ruínas. Quando adolescente aprontei bastante mas não era tão burro como a atual geração, evito pensar nisso para não ficar com mais raiva, infelizmente encontro alguns desses jovens dinâmicos nas salas de aula, mais uma lamentação por não ter me formado cedo. Apesar do desencadeamento lento do curso, tenho aproveitado essa "regalia" de estudante, onde (ao menos no ano letivo normal sem COVID) o máximo que é exigido é presença em aula e no estágio, somando-se um estudo semanal para não se afundar em véspera de prova curso médio porém com um volume extenso de conteúdos, não dá para deixar tudo para última hora.

Já me acostumei com essa máxima da vida onde nunca vamos dispor de um tempo tolerante, o destino certamente fará seus arranjos aos quais somos submetidos e temos que nos adaptar constantemente. É triste pensar no passado e nos darmos conta que não tivemos tutores realmente talentosos, quase ninguém consegue satisfatoriamente nos instruir sobre perigos futuros advindos da vida acadêmica, profissional e como maridos/pais de família, isto, quando cedo, é percebido quando a tempestade é vista no horizonte.
Apesar do relativo atraso, olho para os rapazes que foram meus colegas no passado e não vejo nada demais, não querendo desmerecê-los, mas tenho orgulho da minha disciplina/foco com o pouco que tenho em mãos e da atual persistência em adquirir novas obras e terminá-las em um bom tempo, retendo e assimilando o máximo de seu conteúdo (tenho feito inúmeras anotações e marcações, mudou totalmente minha memória em relação às obras lidas).

Quando tinha 23 anos entrava em pânico pensando: "Logo completo 25, e estarei mais próximo dos 30 do que dos 20", pensamento que se repetia (atualizado) ano após ano, tanto que na época olhava para alguns colegas com desprezo e pensava: "O que esses retardados tem na cabeça? Não pensam no próprio futuro?", creio que essa inclinação tem origem em uma falência a qual minha família foi vítima, acabei me tornando mais prudente em quase tudo depois disso. O saldo positivo de uma juventude extremamente solitária foi a disciplina em atividades físicas e tardiamente uma consistência literária (a qual está em eterno desenvolvimento), normalmente esses dois tópicos são amplamente abordados quando o assunto é desenvolvimento pessoal (e mais inúmeros outros elementos, é claro), e me sinto muito satisfeito em perceber que eles estão enraizados na minha rotina porém custaram muitos sacrifícios, a própria solidão é algo quase intransponível para os jovens.

Atualmente a única coisa que tem sido uma pedra no sapato são as exigências da atual companheira, não posso simplesmente dispensá-la, visto que não é fácil de encontrar uma depósito-unicórnio conservadia nos tempos atuais, e sou simplesmente orgulhoso demais, nunca me juntaria com alguma suvacuda colorida da federal. Sinto que nessa pandemia estivéssemos brincando de casinha, como se fosse um ensaio da vida de casados, porém, como relatado anteriormente, ficar um tempo sozinho é uma condição básica da minha existência. Quase todo dia passamos no mercado pra comprar algo e preparar uma janta, ela é bem exigente, já eu nunca tive o hábito de cozinhar, apenas tomava um café de noite e pronto. Hoje após a corrida seguimos o protocolo, terminada a janta eu anunciei que voltaria pra casa, porém a fruta trancou o pé e começou a complicar certa vez ela encontrou algumas fotos (eu mesmo que fiz o download, não tinha nudes nem nada do gênero) de outras depósitos no meu celular, assim como algumas imagens de pés femininos, em toda briga/discussão ela evoca esse infortúnio…, não demorou muito e eu já tentei pular o portão, ligar o carro e vazar. Ela viu que eu estava determinado, enrolou um pouco e abriu o cadeado, em seguida já abri a porta e fui ligando o motor, não é que a vagabunda ficou parada na frente do veículo… Estou sintetizando ao máximo, tem uma miríade de detalhes envolvidos, não vem ao caso comentar. Cheguei em casa muito estressado, faço um esforço tremendo pra bater as metas diárias e ter uma relação equilibrada, pra depois ter que ouvir choradeira e testemunhar fiascos do gênero. Ainda ontem eu saí do banho e perguntei o que ela queria de janta, pois como cozinha a mais tempo tem um domínio melhor de receitas e sugestões, ela me respondeu atravessado e brigamos, como estava a pé, resolveu sair da minha casa de noite e ir caminhando pra própria residência (na verdade ela faz onda e vai até um pedaço, pois sabe que é perigoso). Lembro que minha mãe tentou se meter e gritei firme com ela, não costumo fazer isso sem necessidade, mas o momento exigia tal atitude. Só o que faltava, um marmanjo como eu ter que receber ordens dos outros, ainda mais sobre minha relação. Relatei (com ímpeto na voz e nos olhos) que fui atrás da fulana na rua, disse para retornar e ela não aceitou, então deixei que fosse a pé pra casa, depois se eu encosto um dedo já me enquadram na Maria da Penha, e falei pra ela cuidar do próprio marido e não se meter.

 No.11887

>>11814

Estarei sempre por aqui, anão.

 No.11953

>>10640
Sou esse anão, do dia 11 ao dia 16 tive alguns compromissos e não consegui ser produtivo, com exceção do dia 13 que eu fiz exercícios. A partir disso eu já tinha tempo, mas estava procrastinando. Não deixem a peteca cair anões, foi muito difícil me motivar novamente, só voltei a ser muito produtivo ontem. Espero durar até o fim do mês em um ritmo constante.

13/06 - exercícios
18/06 - exercícios
19/06 - exercícios
22/06 - 5 horas de estudos

 No.11955

File: 1592915287198.jpg (23.57 KB, 720x390, 24:13, 20200622_211251.jpg) ImgOps Google Yandex

>>11752
Ontem foi um bom dia, fiz mais uma boa corrida de 10k. Estou muito satisfeito, pois estou correndo confortavelmente bem neste ritmo. Com um bom planejamento, treinos intervalados, fortalecimento muscular e um bom volume de rodagem, acredito que posso melhor esse tempo e chegar forte em algumas competições. Por ora, não poderei fazer isso, mas vou tentar manter essa distância e esse ritmo. Also, correrei uma meia maratona (21,1 km) até o fim do mês.

>>11815
Obrigado, anão. Essa quarentena afetou todo mundo mesmo, mas não fique parado, tente fazer alguns treinos em casa.

>>11832
Quando comecei a correr, eu não conseguia fazer nem 2km nesse ritmo, anão. É tudo questão de treino e disciplina. Eu também ganhei uma resistência nas pernas depois de começar a correr, mas sofri muitas lesões também. Sofri bastante com os joelhos, mas depois que comecei a fazer exercícios específicos para fortalecimento, não tive mais problemas. O >>11815 poderia relatar melhor sobre essa questão. Enfim, fico contente que muitos aqui estão se exercitando, seja caminhada, boxe, powerlifting, musculação ou corrida.
Agora falando sobre o restante que você escreveu, anão, me identifico um pouco com você. Também me afastei de muitas pessoas e hoje sou bem solitário. Não tenho redes sociais e gosto bastante de ficar sozinho para fazer minhas coisas em paz. O mundo está um mar de merda e degeneração e a todo tempo tentam te puxar para ele, prefiro evitar contato com qualquer um que tente fazer isso. Citando Evola, uma única coisa deve importar ao homem: permanecer de pé entre as ruínas.
Quando o assunto é relacionamento, não constumo dar conselhos, haja vista ser um tema bastante sensível e pessoal. Eu vivo em união estável , vulgo morar junto, há 2 anos e tem sido bastante interessante, apesar dos problemas "normais" que sempre vão surgir. Nós dois temos objetivos em comum e tem dado muito certo até aqui (estamos juntos há 9 anos, mas morando juntos só há 2 anos). Desejo paciência e sabedoria a você para que consiga lidar com esses problemas e incômodos no seu relacionamento. Fique bem, anão, estamos aqui sempre.

 No.11956

>>11955
>melhorar
Fixado.

 No.11957

>>11468
Use como motivação. Quando você for trincado, as mesmas pessoas que riam de você vão te admirar.

 No.11980

Continuem com os relatos, anões. Tem sido um fio que eu venho acompanhando de perto, particularmente considero tudo aqui muito interessante e sempre acabo aprendendo algo indiretamente. Aos anões que ainda não postaram, sintam-se à vontade para relatar algo.

 No.11981

YouTube embed. Click thumbnail to play.
11h50min liguei para a faculdade, fui informado que o setor financeiro só retornaria 13h30min (percebi que saíram mais cedo pro almoço). Retorno no horário previsto e tenho que lidar com a antipatia das atendentes. Basicamente meu pedido foi passado por 3 Ramais e quando finalmente fui atendido pela secretaria certa, fui informado que meu pedido era incompatível (e sempre observando o QI de 2 dígitos das atendentes, que são programadas pra falar sempre a mesma merda e com frequência não compreendem a solicitação).
Justo hoje que tomei banho cedo, me arrumei e estava com a documentação toda pra ir chorar desconto nos boletos… isso quebrou no meio minha terça-feira, acabei nem saindo de casa pois não tinha nada que pudesse ser feito.

Devido ao impasse mencionado resolvo publicar o vídeo "Burocracia", uma cena do filme Asterix e Obelix relatando a loucura que é o serviço público, porém meu problema foi com uma instituição privada. Como quase não tenho amigos nas redes, pensei que ia ficar por isso mesmo, mas um velho amigo e colega de comércio resolveu comentar algo, percebi o clima que estava se formando, pois ele passou recentemente em um concurso municipal e deve ter levado a crítica pro lado pessoal. Não demorei muito e tive que botar panos quentes, primeiro porque ele não sabia meus motivos da postagem, segundo que é uma das poucas amizades antigas que preservei, não valeria a pena sacrificar tudo por causa de uma mera postagem irrelevante que teve origem na burocracia privada.
Depois de uma breve explicação o sujeito me chama no verdinho, falou que não tinha intenção de provocar um motim e eu também explico meus motivos, ele acaba deletando os comentários e eu considero melhor retirar a publicação do ar.

Aqui entra um detalhe interessante: Já faz tempo que passei da idade jovial de "visibilidade e popularidade", ninguém acompanha de perto o que eu posto, mesmo sendo algo relevante. Também não faço questão de captar visualização ou algo do gênero, é engraçado que cada ano fico mais enclausurado, ao mesmo tempo que não ligo tanto para a opinião das pessoas ligaria mais se elas fossem realmente esforçadas em algo e tivessem créditos para abordar algum tema, o que não acontece no Brasil porque poucos são disciplinados/eruditos/esforçados. Mas no fundo me sinto satisfeito quando uma conversa entre algum conhecido é produtiva, consigo abordar eloquentemente diversos assuntos, inclusive coloco na mesa autores de renome ou alguma prática recente adotada por mim que tem mudado positivamente minha rotina, tenho essa intimidade maior com as poucas pessoas próximas, mas caso eu fosse colocado em uma roda de conversa com sujeitos aleatórios, creio que me sairia bem aconteceu algo semelhante onde fiz esse relato do impasse burocrático em um grupo de economia no verdinho (com desconhecidos), como tenho o hábito de leitura não tive problema algum em sustentar um longo áudio, racional e eloquente, sobre o tema abordado. Fui alvo de críticas mas como demonstro cordialidade a moderação me deixou à vontade para seguir no assunto.

Em síntese, por uma interpretação enviesada de um amigo quase entro em um desentendimento desnecessário, visto que ele, depois de 3 anos estudando, passou em uma prova do município (cargo público e burocrático). O mesmo advém de família simples, e seus irmãos que estão bem hoje em dia também são concurseiros, logo pra ele esse foi um ponto de superação e qualquer um que avilte cargos públicos poderá ser alvo de críticas. Não é do meu interesse me sujar com um dos poucos amigos que tenho, no verdinho esclarecemos tudo e ele comentou que não teve intenção de "afrontar" ou algo do gênero. Agora estou pensando em aproveitar meu jejum e dar uma corrida, mas ontem depois de meros 40 minutos correndo fiquei com a coxa um pouco assada.

O ponto positivo foi que meus livros finalmente chegaram! Didascalion: Sobre a arte de ler, O que mais importa aprender e Impressões da Idade Média.

 No.11982

>>11981 na verdade foi uma solicitação de bolsa, pois o edital não abriu em Março, como de costume. São 2 editais abertos por ano, e em plena crise do COVID a instituição saiu lucrando, só haverá novo edital (e o único de 2020) em Agosto, e apenas serão distribuídas as vagas que sobrarem das solicitações dos novos alunos (que realizaram o ENEM).

 No.11983

>>11981
Hue. Perco duro vendo esse filme, tem cenas icônicas até demais.

 No.12001

File: 1592952748143.png (12.55 KB, 361x160, 361:160, 20202306.png) ImgOps Google Yandex

>>11955
Boa noite, anões.
Hoje recebi uma notícia que tirou qualquer motivação que eu tinha para continuar estudando. A prova para qual estava me preparando foi suspensa e não há previsão para a aplicação. Trata-se de uma prova bastante importante que, de certa forma, definirá meu futuro. Não darei mais detalhes por correr o risco de quebrar o anonimato.
De qualquer forma, continuo firme nas corridas. Hoje o treino foi bem mais intenso que o habitual. Corri 8km com pace 4:11/km e outros 2,5km em ritmo mais moderado para fins de "desaquecimento". Espero que amanhã eu consiga vencer o desânimo e continuar firme nos estudos para a prova. Além disso, amanhã farei um treino de força e tentarei retomar algumas leituras que se encontram pendentes (Édipo em Colono, de Sófocles, e Meditações, de Marco Aurélio).

 No.12006

Cadê o anão que faz educação física na USP? Se possível, poste alguns exercícios para fortalecimento muscular. No começo da quarentena eu comecei correr, mal conseguia 3km sem morrer, mas com pouco mais de um mês eu já conseguia correr 10km. Mas eu me lesionei, acho que não fortaleci as articulações o suficiente, acho que foi alguma inflamação no tendão atrás do joelho esquerdo. Fiquei mais de 20 dias parado, agora já consigo correr, mas estou fazendo apenas 4km dia sim dia não pra não forçar muito. Sempre que eu vou alongar eu sinto um desconforto leve na perna da lesão, e após cada corrida essa perna fica mais desgastada que a outra, mesmo que não esteja doendo de verdade. Gostaria de dicas pra melhorar isso.

 No.12020

>>12006
Boa noite, anão, eu estou aqui. Estava pensando em criar um fio para ajudar os anões. Como o exercício físico deve ser bem específico para cada um, tem que ter bastante cautela, e por isso quero ajudar com dicas, principalmente para evitar lesões.

Você deve ter tido uma lesão no cruzado posterior, chegou a ir no médico, anão? O médico deve ter dito o tempo para ficar parado, é preciso respeitar. Provavelmente você teve uma ruptura parcial, o que exige um tempo de recuperação, isso não quer dizer que você deve ficar tanto tempo parado, tem estudos comprovando que o exercício físico ajuda na recuperação do ligamento. Só que não pode ser na mesma intensidade na qual você se lesionou, anão.

 No.12021

>>12006
E você está certo em relação ao fortalecimento muscular, ele previne lesões, diminui dor e ajuda na recuperação do ligamento. Você prática musculação? Poderia postar seu treino, anão?

 No.12022

>>12006
Em relação ao tempo parado, eu não lembro exatamente, mas deve ser entorno de 4 a 8 semanas. Não tenho certeza. Depois desse período, você retoma as atividades aos poucos. Eu sugiro fortalecer a perna, anão.

Aliás, vou separar alguns exercícios para os anões. Vai levar um tempo. Cada exercício de força tem uma certa intensidade de recrutamento muscular, então, vou separar direitinho para os anões que estão começando, que já mantém um treinamento e os mais avançados.

 No.12023

Já peço de forma adiantada que os anões tenham paciência. Estou no fim do semestre e está uma correria. Posso fazer um guia bem básico aos anões com recomendações de exercícios, equipamentos para treinar em casa, ajuda com aeróbio também, falar de hipertrofia e força, os benefícios que traz o exercício físico (talvez motive os anões).

 No.12133

File: 1593119566143.png (502.51 KB, 911x1287, 911:1287, Springboard.png) ImgOps Google Yandex

>>12001
Como planejado, ontem fiz um treino de fortalecimento muscular. Fiz 7 sets do treino referido com algumas modificações (flexões no lugar da prancha e 1 minuto e meio de intervalo entre os sets). Estou sentindo algumas dores na coxa, portanto, por precaução, não me exercitei hoje. Consegui ler e estudar um pouco, ontem e hoje. Só não estudei mais por conta dos barulhos de obra na casa do vizinho.

>>12023
Obrigado por se manifestar aqui, anão. Estaremos no aguardo.

 No.12137

>>12133
Quanto aos exercícios livres para pernas, eles realmente funcionam? Ainda quero postar minha rotina de treino no respectivo fio, porém deixo a desejar no aspecto "membros inferiores". Tenho tapado o buraco com corridas, que creio trazer alguma rigidez e vigor, somando-se a alguns sets de calf raises e titanium ankles https://www.youtube.com/watch?v=21rwl0oWwuY.

Segunda terça e quarta corri em jejum, porém em um ritmo e tempo moderados. Realizei o exercício na circunstância mencionada porque não sinto muita dificuldade, além de ler previamente sobre alguns benefícios. Sei que apesar de combater diretamente as reservas de gorduras, tal prática não trás nenhum sólido benefício no que tange a performance na corrida, porém não é este meu objetivo, sou um corredor médio e almejo outras coisas (tenho um esporte específico no qual corrida/fortalecimento são acessórios).

Ainda em Abril creio ter lesionado meu flexor de quadril ao realizar o exercício na roda abdominal, sempre fiz sets em pé e nunca tive problemas, mas creio ter tentado executar uma repetição com o corpo ainda frio, o que trouxe inúmeros inconvenientes. Já estou procurando alongamentos/exercícios para reabilitação, admito estar preocupado e com medo de não conseguir voltar a realizar o exercício em pé devido a lesão.

 No.12330

Relatem, anões. Estou apenas esperando bater 7 dias e logo postarei, mas me perdi um pouco.

 No.12350

File: 1593294057525.jpg (27.68 KB, 500x362, 250:181, arno.jpg) ImgOps Google Yandex

>>10161
>>10368
>>11325 Aqui.
Segunda-feira 15/06/2020: Treinei peito e tríceps, no entanto, não estudei
Terça-feira 16/06/2020: Estudei três horas e meia
Quarta-feira 17/06/2020: Fiz um treino de força e estudei quatro horas.
Quinta-feira 18/06/2020: Estudei três horas
Sexta-feira: 19/06/2020: Treinei costas e bíceps. minha namorada ficou enchendo meu saco o dia todo falando que estava com enjoos e dores na barriga. Anões, temo que ela esteja grávida.
Sábado: 20/06/2020: Estudei três horas. Anões, nesse dia tive um relacionamento com minha namorada, sem capa, e ejaculei um pouco do pré dentro dela e ela não me falou nada. Perdão relatar esse assunto aqui, no entanto, quero ver daqui a alguns dias o resultado disso e se o estresse que passei tenha valido a pena.
Domingo 21/06/2020: NIL.
Segunda-feira: 22/06/2020: Treinei peito e tríceps e estudei três horas.
Terça-feira 23/06/2020: Estudei três horas.
Quarta-feira 24/06/2020: NIL São João e tive que passar o dia fora comprando coisas para comer à noite com minha família.
Quinta-feira 25/06/2020: . Fiz um treino de força, pois a academia fechou no dia anterior e estudei quatro horas e meia.
Sexta-feira 26/06/2020: Treinei costas e bíceps e estudei seis horas.

 No.12364

File: 1593302258284.jpg (57.43 KB, 1087x680, 1087:680, 1502202320202056.jpg) ImgOps Google Yandex

Sou o >>12133. Passarei a ser menos assíduo aqui, portanto farei apenas relatos semanais. Por estar com alguns projetos importantes em andamento, não poderei frequentar o chan diariamente.
Já faz três dias que não me exercito. Se não sentir nenhum desconforto durante a atividade, correrei 5km amanhã. Além disso, estudarei por 4 horas. Até mais, confrades.

>>12137
Eles funcionam bem. Eu não tinha um bom condicionamento físico quando comecei a correr, por isso acabei tendo algumas lesões. Depois que comecei a fazer exercícios de fortalecimento, raramente me machuco, a não ser quando faço algo que está fora da minha capacidade. Mas só faço exercícios livres por não frequentar uma academia. Assim que for possível, começarei a malhar.

 No.12407

File: 1593352317032.png (16.84 KB, 858x295, 858:295, treino.png) ImgOps Google Yandex

>>12021
>>12020
Bom dia anão, obrigado por responder. Não fui no médico pois sou pobrefag. Sobre exercícios, eu comecei me exercitar em casa nessa pandemia, com o auxílio de um par de halteres de 7kg que comprei. Eu fiz uma ficha AB lurkando na internet, mas não tenho a mínima ideia se está aceitável. De qualquer forma, já consegui obter bons resultados.(O USUÁRIO FOI MATRICULADO NA KUMON)

 No.12509

>>12133
Obrigado pela pica, anão. Vou começar com os exercícios hoje mesmo.

Não sou o quotado.

 No.12784

>>11953
Dia 23 e 25 eu estudei um pouco, e fiz exercícios do dia 23 ao dia 26. Tirei o final de semana de folga, mas acabei ficando atoa segunda também, e me senti mal. Voltei a ser produtivo ontem, estudei uma hora e meia e fiz exercícios. Hoje aproveitei que era o primeiro dia do mês e tive um boost de motivação: estudei 5 horas e fiz exercícios. O meu objetivo é fazer de julho o mês mais produtivo da minha vida.

 No.12804

File: 1593656667295.gif (1.41 MB, 498x370, 249:185, winter.gif) ImgOps Google Yandex

>>12350
Não vejo motivos para se desculpar pelo relato aqui no recinto, estamos entre homens racionais, e nas regras gerais não existe nenhuma privação quanto a comentar sobre a namorada. Podemos perceber aqui no fio um esforço conjunto dos anões para aprimorarem suas faculdades, sejam elas físicas ou mentais, e isso certamente implica, cedo ou tarde, colher os frutos, e isso pode se personificar como conseguir um emprego melhor, arrumar uma companheira, abrir um pequeno negócio, etc. Outro ponto interessante, os anões ouvintes podem ler sobre a experiência de uma vida a dois e absorver o que lhes couber, podem se preparar para futuras tribulações e saber o que lhes espera caso optem em adentrar no relacionamento monogâmico.

Sobre sua postagem, ela realmente foi direta ao ponto, normalmente eu acabo me estendendo nos relatos diários (tanto que fiquei uns dias em postar pra não ficar chato e desinteressante) e não sei se consigo transmitir o saldo das experiências diárias, o que foi aprendido, o que foi superado e o que foi assimilado.

Admito que na presente quarentena está sendo difícil controlar o Nofap, porém hoje estou contente em atingir o 4º dia, pode parecer um marco insignificante, mas na presente situação atípica em que nos encontramos o porn foi (infelizmente) um consolo. Percebi alguns gatilhos, normalmente quando alguma prova se aproxima e eu não me empenhei o suficiente, acabo cedendo à luxúria como forma de relaxar (antes ou depois da prova), porém a recompensa momentânea é acompanhada em um desencadeamento de arrependimentos e ressaca moral. Além disso os dias mais propensos para uma recaída estão entre o 2º e 5º, basta manter o controle mais um pouco e as coisas vão se estabilizar.

No que tange à disciplina (universo que compreende esforço físico e mental) deixei a desejar no treino de força, porém consegui correr moderadamente em jejum por 3 dias consecutivos, seguido de uma alimentação razoável no resto da semana. O jejum tem me ajudado a regular o peso, mesmo quando não cumpro com minhas obrigações de forã/corrida, e já estou sentindo me sentindo confortável novamente em algumas calças jeans.
O inverno sempre vem acompanhado de fortes chuvas e ventos na minha região, e isso acabou me enclausurando nos domínios de minha própria residência. Tenho procurado aproveitar as rápidas idas e vindas ao mercado como forma de distração, também estou pensando em acompanhar alguma série, pois ficar só no estudo de aula X literatura pode comprometer minha sanidade mental.

Fico feliz em ter consolidado uma vigorosa disciplina de leitura diária, na virada do ano estava manuseando algumas obras de Dalrymple e percebo o quanto consegui progredir (em outros autores, inclusive mais complexos) em pouco tempo. Agora confino à memória essas valiosas pepitas de ouro adquiridas depois de intermináveis páginas. Aqui encerro meu relato de primeiro de julho, sei que um inverno frio e noites intermináveis me aguardam, farei o possível para acordar cedo e, como Marcus Aurelius, cumprir com as obrigações logo cedo para só depois contemplar com tranquilidade o resto do dia.

 No.12815

File: 1593679848375.jpg (49.2 KB, 720x520, 18:13, boris0.jpg) ImgOps Google Yandex


 No.12817

>>12815

Sou o anão da imagem acima, fui anexá-la ao texto que tinha digitado e acabei apagando o texto sem querer e postando só a imagem. Enfim, acabo de entrar no fio agora – e nunca fui de postar em chan, além de somente acompanhar as postagens… Entretanto, como é algo para nosso desenvolvimento pessoal eu resolvi participar.

Pois bem, são 5h56 e basicamente já iniciei meu dia às 5h00 estudando.

Saí do sub-emprego que eu estava pra focar no concurso militar que eu sempre tive por objetivo.

Comecei a estudar matemática do zero pelo Nerckie, já que não lembrava nem mais fazer uma simples conta de adição.

A ideia é fazer a playlist de matemática básica no máximo em um mês e depois partir pra playlist de matemática do ensino médio. Paralelo a isso, estarei estudando outras matérias além de matemática.

 No.12826

>>12817
Anão, sou o >>12350 e sai do emprego para estudar para a EEAR. Qual o concurso que você vai prestar?

 No.12833

>>12826
Vou prestar ESA e EEAr, aja vista que é só anexar física ao cronograma que já consigo safar os dois concursos.

 No.12870

Eu quero entender plenamente a República de Platão. Que caminho preciso trilhar? Muita gente indica o CoA mas eu simplesmente não quero ter que estudar gramática e coisas paralelas do tipo.

 No.12871

>>12870
Já tentou ler o livro?

 No.12883

>>12871
Sim, mas não entendo 100%.

 No.13099

File: 1593951779325-0.png (5.49 KB, 522x113, 522:113, run.png) ImgOps Google Yandex

File: 1593951779325-1.jpg (372.18 KB, 4128x3096, 4:3, foto_no_exif.jpg) ImgOps Google Yandex

>>12364
Hoje é domingo e estou de volta para relatar. Acredito que esta foi uma das semanas mais produtivas do ano.
Estudei pelo menos 4 horas todos os dias, coisa que não conseguia fazer há muito tempo. Além disso, me exercitei todos dias, alternando corrida e exercícios.
Hoje acordei às 05:30, fiz minhas revisões, coloquei o tênis, sai e corri por 1 hora.
Acabei de comer panquecas com uma bela vitamina de banana com mamão. Agora vou arrumar a casa e começar os meus estudos.
Desejo um excelente domingo a todos os bons anões do melhor chan. Até mais, meu confrades.

 No.13107

File: 1593962745355.png (199.22 KB, 665x268, 665:268, 2020-07-05_12-25.png) ImgOps Google Yandex

>>9212
Estou mega estragado. Vivendo apenas pela misericórdia divina; se é que ela existe.

 No.13157

File: 1594016475821.jpg (18.17 KB, 395x302, 395:302, Bait.jpg) ImgOps Google Yandex

Boa noite anões, como estão todos? Espero que bem. Antes de compartilhar alguns pensamentos que tive hoje, gostaria de deixar registrado que a obsessão do meu sogro com os vídeos do "Dr. Oscar Anibal Chiappano" tem me irritado, pois quando estou na sua residência ele sempre me aluga por intermináveis minutos falando sobre esse sujeito, não separei um tempo para analisar tudo com calma, mas são sempre tópicos absurdos (não estou dizendo que esse Anibal fale APENAS desses assuntos mais absurdos, mas são os que o sogrão comenta) como "a esposa do Obama é trap", "terça-feira os militares vão tomar o poder", "Bolsonaro vai prender todos os membros do STF" (votei no Jair mas acho difícil que isso aconteça), as vezes ele força algo como "fulano ser um ET" e outras baits absurdas, nunca imaginei que o tiozão do Zap fosse tão verídico, ele morde qualquer bait no JewTubo. Ainda hoje fui jantar na casa dele e o filho de 30 anos estava dando um sermão para ele parar de acreditar em qualquer coisa, comentou também sobre algo do corona vírus VS Itália (rapaz trabalha na área da saúde), que sem acesso aos documentos não podemos sair dizendo qualquer coisa, aquele papo que vocês já sabem. Trouxe a tona isso aqui pois o velho não poupa ninguém, tanto que os parentes já pararam de ir visitá-lo justamente por isso, ele fala no tal Anibal dia e noite, e pior que o filho da puta tem um gás pra falar, normalmente me sento pra jantar e ele não fecha a boca nunca. Não olho TV, mas tem dias que fico curioso para saber o que se passa no mundo lá fora e quais mentiras os jornalistas estão forçando, parece que o velho espera exatamente o momento de alguma matéria que eu tento prestar atenção e começa com a missa.

Postei isso mais para descontrair um pouco, passei a semana estudando para uma prova que tive no sábado de manhã, como era o teste final admito que fiquei tenso e dormi pouco, tanto que após passar a manhã inteira respondendo as perguntas, almocei e capotei no sono. Ainda na madrugada antes da prova estava com uma forte dor de cabeça (algo entre linha temporal superior e inferior) devido ao contínuo esforço e ansiedade, a dor reapareceu no sábado de noite e tive que massagear a região por um longo período.
Nas semanas que tenho alguma prova marcada (só tenho mais uma) as cosias ficam um pouco bagunçadas, não consigo me dedicar inteiramente ao treino (seja força ou corrida) e aos estudos elevados (o que certamente não é a decoreba das faculdades e seu método de ensino que não olha para os alicerces do passado). Em seguida, como foi dito ali em cima, pretendo compartilhar alguns pensamentos que tive hoje. O presente fio tem me ajudado a elaborar pequenas postagens e organizá-las, tenho escrito algo e enviado para os poucos amigos que me restam também, apesar de não ter gabarito para abordar tudo de maneira inequívoca, consigo passar a mensagem. Está um pouco tarde, ainda não sei se vou organizar tudo agora e postar, tenho que fazer alguns ajustes pare se adaptar à respectiva plataforma.

 No.13159

File: 1594019347352.jpg (31.94 KB, 987x366, 329:122, advices.jpg) ImgOps Google Yandex

Aproveitei a quarentena para me deleitas em leituras que há tempos me aguardavam, admito que não foram todos os dias que conseguir ler as 30 páginas, pois às vezes não tinha a disciplina necessária, e em outros dias optava por fazer minuciosas anotações e marcações, o que consumiam uma boa parte do meu tempo produtivo de atenção. Tudo isso conciliado com compromissos da faculdade (provas marcadas e trabalhos), tarefas de casa (limpeza, compra e preparo de alimentos, etc), treinos e vida a dois.

Não vou dizer que tudo já esta resolvido, pois vejo esses compromissos como uma música que só para de tocar no dia em que deixarmos essa brevidade de momentos que chamamos de vida, logo tudo é um eterno aprendizado mediante experiências e assimilações, onde as experiências mais amargas fazem seu papel de constantemente nos lembrar onde erramos. Inauguro a presente postagem com a provocação: Caso pudesse voltar no passado, o que diria para o seu "eu" mais novo?
Certamente eu aconselharia largar de mão quase todas amizades que tive na juventude tardia 20 aos 25, ou ao menos não dar tanta ênfase nelas, pois não podemos ser amigos de alguém que odeia o que amamos. Faria a sugestão de ler obras clássicas o quanto antes, assim como entrar em contato com as 7 artes liberais, sugerir o afastamento de vícios (de todas as naturezas) assim como o de pessoas ofuscadas pelo hedonismo profano, as quais ostentam sua ignorância e carência de virtudes como um troféu a ser almejado.

Outra inquietude presente em minha vida é a de que quanto mais eu estudo, mais sou, de alguma maneira, ofuscado, seja pelos arranjos do destino ou de outra natureza a qual desconheço. Vou fazer a sugestão desse enigma no final da postagem, relacionando-a com um mito antigo.
Agora, deixo com vocês minhas breves observações de hoje, compartilho-as na intenção de que não sejam meras quimeras ou devaneios, busco capturar e sintetizar minhas constantes divagações que não se contentam em ficar presas no calabouço mental que entende-se por pensamentos:

Acho que errei tanto no passado que hoje sou meio "bitolado" em produtividade, estoicismo e escolhas certas. Sempre considerei que tenho um bom potencial, mas nem sempre estava rodeado de pessoas certas.
Eu sempre evito essas "tribos alternativas" ou qualquer merda do tipo, nunca fui um membro mas já conheci seus adeptos, onde estão todos hoje em dia? Conheço alguns ex-emos, headbangers tardios, roqueiros de toda estirpe, e nenhum é acima da média… até podem ter algum talento musical ou manjar um pouco de tecnologia, mas a busca deles é quase oposta comparada com a minha, cada um mira para uma direção, e conforme o tempo passa eu fui sentindo uma necessidade de urgência, de cada vez mais pavimentar minha vida com atitudes virtuosas, e isso me custou quase tudo ver texto "O Imbecil Juvenil".

Já falei posteriormente que a elite (do meu município) não produz nada, apenas consome (roupas, entretenimento, drogas e fasfood) e esbanja aos 4 ventos (aqui cito 4 redes sociais no original), normalmente a aristocracia (no sentido MODERNO, ou seja, sem a honra do combate ⚔️) tem algum tipo de papel no município em que reside, seja servindo como exemplo de virtudes a serem seguidas ou contribuindo em alguma medida para o desenvolvimento (ou redescobrimento) cultural. Em (meu município) isso não existe. E aqui afirmo mais uma vez, que quanto mais eu estudo e me desenvolvo, mais isolado eu fico. Na verdade desde o começo eu sabia que seria assim, a própria vida veio me preparando para esse momento, quando entrei na faculgado em 2016 já percebi de imediato o embotamento intelectual de meus colegas e, de certa forma, um desprezo por tudo que é superior (📜 me refiro ao ensino superior, consolidação de virtudes e busca de Deus).
Isso me lembra um episódio da mitologia grega onde Prometeu foi condenado a ficar 30 mil anos acorrentado no topo do monte Cáucaso com o fígado exposto, do qual águias alimentavam-se todos os dias. Seu erro foi entregar o fogo dos céus aos homens, e isso me faz refletir seriamente sobre esse tema: Para alcançarmos o que é mais elevado precisamos ter virtude, caso não for a vontade de Deus, nunca obteremos a tão buscada Sabedoria, logo de nada adianta eu ficar lamentando sobre minhas dificuldades e repetindo os inúmeros estorvos nessa breve jornada que se chama vida. A César o que é de César.

 No.13832

>>13099
Ontem estava na zona rural e cheguei em casa cansado, por isso não relatei.
A minha semana foi muito boa, consegui fazer as coisas que precisava fazer.
Segunda-feira: Corrida de 5 km e 4 horas de estudo.
Terça-feira: Fortalecimento Muscular e 2 horas de estudo.
Quarta-feira: Corrida de 7 km e 4 horas de estudo.
Quinta-feira: HIIT e 3 horas de estudo.
Sexta-feira: Corrida de 10 km e 4 horas de estudo.
Sábado: Limpeza da casa e meia hora de estudo.
Domingo: Descanso.

Desejo uma boa semana a todos vocês, anões. Fiquem com Deus.

 No.14108

>>12784
Não está sendo o mais produtivo da minha vida, mas não posso dizer que não é um dos mais. Infelizmente parei de registrar meus dias, mas voltei essa semana.

13/07 - 3 horas de estudo e treino.
14/07 - 4 horas de estudo
15/07 - 3 horas de estudo e treino.

 No.14116

File: 1594907307057.mp4 (5.07 MB, 400x220, 20:11, VID-20190215-WA0095.mp4) ImgOps Google Yandex

>>12350 Aqui.
Sábado 27/06/2020: NIL.
Domingo 28/06/2020: Estudei uma hora.
Segunda-feira 29/06/2020: Estudei cinco horas, treinei Peito e tríceps e teste da minha namora deu negativo. Anões, mulheres são muito complicadas. Eu não sei se ela estava fazendo jogo psicológico pro meu lado, tenho pouca experiência com relacionamentos, ou se estava realmente apresentando sintomas consideráveis. Ela ficou enjoada, perdeu a fome, ficou inchada e muito sentimental. Por outro lado, essa vagabunda pegou um teste positivo na internet e me mandou. Anões, nunca gelei tanto como nesse bait que ela me fez. Depois mandou a foto do teste original dando negativo.
Terça-feira 30/06/2020: Estudei duas horas.
Quarta-feira 01/07/2020: Estudei três horas e meia e fiz meu treino de força;
Quinta-feira 02/07/2020: Estudei quatro horas e treinei costas e bíceps.
Sexta-feira 03/07/2020: Estudei três horas.
Sábado 04/07/2020: Comecei a fazer algumas reformas em minha casa e terminei meu relacionamento. Namorar uma menor de idade é muito complicado, pois elas são indecisas.
Domingo 05/07/2020: Passei o dia todo ajudando o pedreiro na reforma que fiz em minha casa.
Segunda-feira 06/07/2020: Continuamos na reforma e estudei uma hora.
Terça-feira:07/07/2020: Estudei quatro horas e treinei Peito e tríceps.
Quarta-feira 08/07/2020: Estudei quatro horas e meia e fiz um treino de força.
Quinta-feira 09/07/2020: Estudei três horas e treinei costas e bíceps.
Sexta-feira 10/07/2020: NIL.
Sábado 11/07/2020: Estudei três horas e voltei com a muié. Estou muito apegado, anões. Não sei se é pelo motivo de que ela é nova e bonita ou se sou carente.
Domingo 12/07/2020: Estudei duas horas.
Segunda-feira 13/07/2020: Estudei duas horas.
Terça-feira 14/07/2020: Estudei três horas e meia e treinei peito e tríceps.
Quarta-feira 15/07/2020: Estudei quatro horas e meia e fiz um treino de força.

 No.14117

>>14116
Esqueci de mencionar, mas no dia 15/07/2020 o pedreiro veio aqui e terminamos a obra.

 No.14130

>>14116
Parabéns Anão, estou acompanhado seu progresso.

Logo irei começar a minha rotina.

 No.14134

>>14130
Juntos iremos alcançar nossos objetivos, anão.

 No.14135

File: 1594921554517.jpg (186.05 KB, 1920x1440, 4:3, link.jpg) ImgOps Google Yandex

Ontem terminei de comer meu último doce da prateleira. Meu plano daqui em diante é cortar todos os tipos de açúcar industrializado da minha dieta. Ainda não sei se vou cortar fontes naturais de açúcar. Pães, frutas, mel, etc…
Vou relatar todos os dias e dar o veredito se vale a pena ou não.

 No.14136

File: 1594921732984.jpg (14.97 KB, 181x278, 181:278, 4534.jpg) ImgOps Google Yandex

>>14135
Só um adendo, sou realmente um adicto, do tipo que come mais de uma caixa de bis por dia completamente sozinho.
Estou visando os objetivos desse estudo: https://www.health.com/nutrition/health-benefits-quitting-sugar

 No.14138

>>14135
>cortar fontes naturais de açúcar
>até frutas
O que a foda está dizendo? Absolutamente tudo tem açúcar, açúcar é a base da vida depois da água, nenhum ser orgânico vive sem açúcar. Você parece estar planejando isso com base no seu paladar, o que é um imenso placebo. Ou está disposto a morrer viver só com café? (porque até ovo tem açúcar).

 No.14140

>>14138
Você tem razão. Acho que vou manter as fontes naturais e cortar somente o que acho prejudicial: Refrigerantes, chocolate, sucos, bolo, etc…

 No.14160

File: 1595009006277.jpg (72.4 KB, 461x500, 461:500, 1553799664654.jpg) ImgOps Google Yandex

>>14135
Já recai. Minha nossa, eu sou um fracasso, kek.

 No.14260

>>14160
Quando saí da casa dos meus pais, consegui melhorar minha alimentação absurdamente, justamente porque eu só precisava resistir uma vez por semana, que era quando eu ia pro mercado. É só não comprar, anão.

 No.14334

File: 1595203785797.gif (4.25 MB, 460x259, 460:259, limitless.gif) ImgOps Google Yandex

>>13832
Mais uma semana pela frente.
Não fui tão produtivo igual à última semana, mas mesmo assim fiz muitas coisas.
Tirando o sábado, consegui me exercitar e estudar todos dos dias.
Até o presente momento, tenho estudado concomitantemente para duas provas, uma prevista para daqui a um ou dois meses (foi adiada por conta do coronavírus e não tem data definida ainda) e a outra será aplicada no próximo sábado.
Ambas são provas de concurso, sendo que a do sábado é mais importante, pois se trata de um processo mais simplificado, ou seja, com maiores chances de sucesso. Indo bem nessa prova, a chances de ser chamado ainda esse ano são altíssimas.
Para tanto, vou me dedicar mais a esta prova durante essa semana, mas sem deixar de estudar para a outra, pois o conteúdo é extenso e ainda estou longe de terminar tudo.
Enfim, as minhas preocupações são essas no presente momento.
Em relação ao trabalho, estou em regime de home office e está bem tranquilo. Consigo fazer tudo em meia hora, sobrando muito tempo para as demais tarefas.

Depois que eu fizer a prova de sábado, no dia seguinte já começo a estudar para a segunda fase do exame da OAB, que será aplicado no final de agosto. Além disso, preciso adiantar o meu TCC.
Esse ano está sendo duro, mas pouco a pouco vou vencendo as batalhas. Espero chegar no fim do ano com um saldo positivo, pois estou me esforçando bastante para que tudo saia conforme o planejado.

 No.14389

File: 1595252411807.png (86.46 KB, 300x261, 100:87, AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA.png) ImgOps Google Yandex

>>14260
Não tenho um real no bolso, anão. Sair da casa deles é impossível. Infelizmente estou amaldiçoado.

 No.14447

>>14108
16/07 - 2 horas de estudo.
17/07 - 19/07 - procrastinação.
20/07 - 5 horas de estudo, corrida de 6km e treino de força.

Espero manter o pique o resto da semana.

 No.14482

Pretendo começar amanhã uma rotina regrada, começarei tentando acordar cedo (até umas 8h da manhã e depois irei somente tentando ajustar meu horario até acostumar a acordar 5h da manhã todos os dias). Ao acordar irei separar 30 minutos para fazer exercícios respiratorios do wim hof e fazer a minha rotina do dia no excel, após isto irei caminhar, e irei começar meu dia, amanhã pela manhã irei postar aqui minha rotina e o arquivo em excel para quem quiser tomar como base.
Desejem-me sorte anões.

 No.14714

>>14447
21/07 - 4 horas de estudos, corrida de 6km e treino de força.
22/07 - 5 horas de estudos (não consegui treinar por um imprevisto).
23/07 - 4 horas de estudos, corrida de 6km e treino de força.

Eu sinto que transcendi, adquiri o hábito dos estudos, não é mais um sacrifício grande pra mim sentar a bunda na cadeira e começar a estudar. Alguém que já está a mais tempo estudando, sabe se consigo treinar meu cérebro para que ele demore mais a se cansar? Atualmente, sinto cansaço mental a partir de 4-5 horas líquidas estudadas, mas consigo ir até 7 horas líquidas em casos muito específicos. Gostaria de superar isso.

>>14482
Boa sorte, anãozinho, não deixe de relatar aqui.

 No.14771

>>14389
>não tenho um real no bolso
>tenho uma casa pra dormir e comida para comer
Você deveria é ser grato.

 No.14839

File: 1595645397688.jpg (95.87 KB, 500x546, 250:273, 1500678689700.jpg) ImgOps Google Yandex

>>14771
Você não faz idéia do que eu passo, amigo. Só estou criando coragem para o churrasco.

 No.14840

Estou estudando para um concurso. Hoje, só estudei três horas. Minha meta é chegar às oito horas diárias. Preciso sair da minha casa, anões. Não aguento mais tanta humilhação vinda de gente que eu amo, muito embora não devesse amar.
Já estou com o material certinho e o plano de estudos bem arquitetado. Agora é só estudar e fazer muitas questões todos os dias.

 No.15047

File: 1595826665692.jpg (334.83 KB, 1259x755, 1259:755, 1594087313236-1.jpg) ImgOps Google Yandex

Olá anões, como estão todos? Espero que estejam firme no progresso. Passei o mês afastado do fio por inúmeras razões, tive um início de Julho estressante com provas finais, trabalhos para elaborar sozinho e fruta perdendo totalmente o controle em brigas, fora as inúmeras chuvas que dificultaram minhas corridas, mas tudo isso já foi superado. Após dia 10 aproveitei minhas "férias", mantive a leitura diária e quando não conseguia correr apelava para o jejum intermitente, admito que consegui controlar o peso, agora estou voltando com os treinos de força.

É gratificante olhar para trás e perceber que apesar das turbulências, tudo teve um desfecho agradável. Sempre comentei no presente barbante que os principais pilares do famigerado "Desenvolvimento Pessoal" não sou adepto do termo, evoquei-o pela familiaridade no imaginário popular são basicamente a disciplina de estudar e persistência de treinar, então tenho me debruçado constantemente neles, colhendo os justos frutos que a meritocracia me concede.

Na medida em que finalizava algumas obras (livros) sempre arriscava algum ensaio, um simples rascunho das ideias sugeridas durante a fermentação de pensamentos, salvei alguns e enviei para amigos outros, a maioria aprovou e me incentivou para continuar. O problema foi o limitado escopo para o qual eu destinava as frequentes meditações, normalmente eram resmungos sobre o atual declínio da civilização, o emburrecimento programado das massas de jovens incautos e a inexistente contribuição cultural da elite para com o município.
Isso me faz lembrar um episódio marcante de nossa história, onde em Minas Gerais, com a descoberta do ouro, as cidades ganharam importância e nobres vieram para o Brasil. A cidade Mineira (Vila Rica/Ouro Preto) do século XVIII era o símbolo da riqueza. A arte acompanhou a prosperidade e fez nascer o esplendor do Barroco Mineiro. Mesmo com a influência européia, o Barroco Mineiro pode ser considerado, desde 1500, a primeira manifestação artística de uma cultura local, e não mais a reprodução dos padrões europeus (não que tal reprodução seja algo ruim).

Sei que tal empreitada (esforço para adentrar nos domínios da alta cultura) não rende benefícios imediatos para minha futura área de atuação, mas não admito ser um semiletrado sem o mínimo de domínio da retórica, oratória ou arte de escrever. Sei que tudo isso é um longo processo, mas minha vida entrou em um novo capítulo depois da presente aventura, todo dia é um novo descobrimento, por mais ínfimo que seja, e também venho fazendo um esforço para compilar o material adquirido e fornecê-lo para os anões nos devidos canais (barbantes específicos). Posso dizer que no mês de Julho entrei na internet apenas para contribuir com tal material, porém fiquei impressionado com a quantidade de macacos entrando em rage por simplesmente não conseguir assimilar o conteúdo, desconhecer o assunto em questão e desmerecer a batalha dos anões, usando de todos os métodos para desencorajá-los no Brasil a ignorância é fonte de autoridade. Ainda bem que sujeitos assim são a minoria e, por sorte, chegam no final depois que todo material já é compartilhado e as ideias já foram apresentadas.

Júlio César, após retornar vitorioso da batalha contra Vercingetórix, sabia que não haveria volta após atravessar o Rubicão, ao passo que foi alvo de uma tremenda inveja advinda de seus opositores. Posso falar o mesmo do Imperador da língua portuguesa Padre Antônio Vieira, que foi nosso Túlio Cícero (porém emprestado de Portugal) no quesito oratória, perseguido por opositores pelo mesmo motivo supracitado: Inveja. Creio não ser um problema exclusivo do brasileiro, mas sim da raça humana que, ao identificar em alguém a diligência que ela não teve, aflige-se de maneira irremediada. Evoquei tal memória devido ao fato de não poder compartilhar com ninguém meus avanços, visto que posso, em alguma medida, ser alvo de inveja de terceiros (acredite, minha cidade é pequena e está cheia de fracassados invejosos). Gostaria de continuar escrevendo, mas está tarde e preciso dormir, amanhã tenho um compromisso no trabalho (as coisas vão voltar aos poucos).

 No.15053

Bom dia, anões. Resolvi me juntar ao fio hoje.
Sou programador e desde Abril trabalho de casa, estou no último semestre da faculdade. Tenho alguns projetos em paralelo e planejo ser incluído no próximo projeto da empresa, que envolve uma nova tecnologia. Eu e minha esposa somos vegetarianos e nos exercitamos diariamente, eu faço calistenia e ela faz danças aeróbicas. Tendo em vista nossa dieta, raramente pedimos comida, então cozinhamos todos os dias da semana. Com tudo isso em vista, relatarei aqui neste fio o meu cotidiano. Espero que os senhores e eu possamos aprender alguma coisa com os relatos.

O esqueleto do meu dia é:
>acordar 5:30~6:00
>abdominais e flexões ao lado da cama (comprei um colchonete de exercícios, ajuda bastante com algumas coisas)
>caminhada de 50 minutos
>exercícios por 30 minutos.
>leitura rápida (estou lendo Os últimos soldados da guerra fria, ando fascinado com literatura jornalística)
>dia sim, dia não sou eu quem prepara o café da manhã, gosto de cortar alguma fruta disponível, castanhas e legumes cozidos no vapor. Café ou chá agregam
>enquanto minha esposa está de férias do trabalho (ela é professora) é ela cuida do almoço todos os dias, então só preciso me preocupar em sair do escritório e me server
>termino meu expediente às 17, exceto quando há alguma emergência, toda a semana passada e esta semana são dias emergenciais, batatei em um projeto e estou correndo pra corrigir tudo, as coisas devem voltar ao normal na quarta, até lá eu fico trabalhando até as 19
>saio para uma caminhada e aproveito para brincar com a cachorra
>converso por uns 30 minutos com a minha esposa para saber como foi o dia dela, duas vezes por semana jogamos algum joguinho de tabuleiro para dois
>começo meus estudos (nesse período emergencial eu começo lá pelas 20:30~21:00)
>por uma hora faço alguma coisa concernente aos meus projetos paralelos em andamento, qual coisa e qual projeto dependem da inspiração e/ou da necessidade
>40 minutos de aula sobre React native, aplicando o que é passado
>estudo alguma data stucture e algum design pattern para não perder o tato

Com isso meu dia foi finalizado. Vou relatar os acontecimentos aqui para avaliar impedimentos e dificuldades que encontrei no meu cotidiano. É isso, agora vou trabalhar, porque mesmo estando em casa, estou 16 minutos atrasado, kek.

 No.15055

>>14839
Só vejo fraqueza nos seus posts.
O que você está fazendo para resolver esses problemas?
Essa dificuldade que você está passando não está te ensinando nada?

 No.15075

File: 1595873389840.gif (402.35 KB, 500x354, 250:177, 2342342342.gif) ImgOps Google Yandex

>>15055
>o que você está fazendo para resolver esses problemas?
O problema é que eu não faço ideia do que quero para minha vida. Toda vez que inicio um novo projeto de "mudança", acabo deixando de lado por achar que aquilo não vai me deixar satisfeito.
>essa dificuldade que você está passando não está te ensinando nada?
Não sei, anão. Eu estava tentando ganhar um dinheiro revendo produtos na olx, porém na primeira compra fui extremamente burro e acabei tomando um golpe de um pardola. Foram apenas 70 reais, mas já foi o suficiente para me desmotivar.

 No.15078

>>15075
Como foi o golpe?

 No.15079

>>15078
Transferi pra ele, e ele não me enviou depois que mandei a foto do comprovante. Depois fiquei com aquele pensamente de que no Brasil só existem "negros criminosos", quando na verdade a culpa foi minha de confiar em alguém que nunca vi na vida.

 No.15111

>>15079
A mentalidade nesse post já é muito melhor.
Anão, entenda que tudo é fácil depois que passou e difícil/impossível até ser superada.
Entretanto, você está correto quando diz que nunca ficará satisfeito. É a natureza do homem estar insatisfeito. Um homem satisfeito é um homem sem desejo. É uma situação muito triste. Veja o que pessoas que têm fama, dinheiro e influência acabam fazendo com suas vidas.
Se precisar, passe no /build/ e procure orientação.

 No.15124

File: 1595899031105.jpg (52.31 KB, 600x725, 24:29, 138047442724.jpg) ImgOps Google Yandex

>>15111
Obrigado pela dica, anão, acho que vou fazer um fio no /build/. Não quero descarrilhar aqui.
Checados.

 No.15186

>>15053
Reportando.

Rapaz, esses dias estão fodas, se eu não for demitido essa semana, não sou mais.

Peguei umas demandas ridículas de um departamento aí e estou argumentando com o pessoal da arquitetura que não faz sentido nenhum aplicar, enquanto isso estou atrasando outras demandas.
O esqueleto da rotina permaneceu, mas hoje eu substituí a leitura d'Os últimos soldados da guerra fria pela edição do jornal aqui da cidade. Artigos de opinião ótimos e uma reportagem excepcional sobre adaptações operacionais em alguns ramos nesse período de quarentena.
Hoje foi dia de teste de limite dos exercícios físicos, então meus braços estão meio fracos, kek.
Comi legumes no vapor e um ovo pro café da manhã e estou tomando café hoje, mais tarde vou fazer chá gelado para ser a bebida de amanhã.
Vou ter que dar um banho no gato hoje no horário de almoço, ele andou brincando com o gato do vizinho e está com cheiro de baba de gato.
Hoje de noite vou ter uma reunião com os parceiros da empresa que eu encabecei pra tentar tirar mvps dos meu projetos paralelos pra avaliarmos uma proposta de negócio em cima de um CRM que temos quase completo. É isso, passei aqui bem rápido só pra relatar isso e já vou voltar a programar.

No almoço volto aqui pra ler com cuidado o que os anões andam postando.

 No.15217

>>15186
Não consegui passar aqui com tempo suficiente pra ler, volto de noite, kek.
Also, meus suprimentos de crochê chegaram, estou querendo aprender a fazer essa porra por questões terapêuticas. Comprei linhas de algodão número 4 e uma agulha 2.5mm. Só vou brincar com isso nos fins de semana.

 No.15290

File: 1595985630559.png (1.16 MB, 900x675, 4:3, 455f9d3cfe0616aed13e63bff6….png) ImgOps Google Yandex

Quero me livrar dos dias vazios. Dias que não faço nada, na maioria das vezes nem me entretenho. Dias completamente vazios.

Preciso estudar pelo menos 30 páginas de um livro de programação por dia, ou passar o tempo que isso demoraria escrevendo algum programa logo acima do meu nível de habilidade, todos os dias úteis da semana, e repor os dias perdidos se eu falhar.
Começo amanhã, dia 30.

 No.15316

>>15290
Tente não pegar um fardo que você não consiga suportar depois.

 No.15318

Desde que comecei a trabalhar e ganhar meu dinheirinho comecei, também, a gastar apenas com a manutenção dos meus prazeres. Já tem umas 3 semanas que passo todo dia chapado, hoje sentado na varanda e analisando a vida de merda que estou levando comecei a rezar Ave Maria, olha que nem sou católico, então peguei toda minha maconha e joguei no vaso. Na hora estava meio alto e até pensei que me arrependeria desse ato, mas até agora penso que tomei uma boa decisão.

Amanhã o vício vai bater forte na minha cara quando perceber que não existe nada no meu cotidiano que me agrade de verdade. Minha vida é basicamente: fazer esfirra, fumar maconha, assistir The Office, ouvir música e bater punheta para pornografia. Quero cultivar bons hábitos e agora deve ser mais difícil do que nunca já que estou afundado demais em uma vida hedonista.

Já começo a acreditar que serei sempre desta maneira. Gordo, fracassado, hedonista e invejoso. Toda minha vontade de mudança parece mentira para mim, quantas vezes não me escondi em um vício com a esperança de perseguir a virtude. E quantas vezes as coisas começaram a caminhar bem e sabotei tudo.

Eu vou tentar fazer duas coisas simples que tenho vontade de fazer, mas que nunca fiz consistentemente: tocar violão e ler poesias. Tentarei cultivar essas atividades para que elas possam me proporcionar um prazer genuíno. Quanto ao corpo e o resto não vou dar muita atenção agora, acho que meu único objetivo de verdade agora é ver se consigo ter prazer com alguma coisa real nessa vida e que dependa apenas de mim.

 No.15338

>>15318
Estou no mesmo barco, anão.
Estou trabalhando em casa e estou gastando meu salário todo em besteira e drogas, todo dia antes de dormir fico me culpando e dizendo que amanhã vou fazer isso e aquilo e no fim, me perco nos vícios facilmente.
Está me prejudicando tanto no trabalho quanto na faculdade. Eu não consigo sair do ciclo de merda que estou e nem brio pra jogar minhas drogas fora eu tenho.

Boa sorte nas próximas semanas, maconha é tranquilo pra se livrar, se interta com outras coisas e depois da primeira semana nem vai sentir falta. Não caia na pescaria de fumar, adquiri o vicio tentando largar essa bosta.

 No.15339

>>15290
Não percebi que fiz o post no dia 28, pensei que era 29.
Passei algumas 2 horas de hoje, dia 29, mexendo no código fonte de um sistema operacional chamado OpenBSD. Não deu em nada, nenhum patch ou programa novo, mas acredito que foi bem gasto, já que o software que toquei estava acima do meu nível.
Eu tentei adcionar um pledge(2) mais apertado no programa cat(1) mas não consegui.

 No.15341

>>15318
Comecei a ficar pucto lendo seu relato, por que achei que seria mais um daqueles textos de gente que fica se lamentando por ser um merda e não faz nada pra mudar. Boa sorte na busca da virtude.
Also, evite qualquer coisa que te dê dopamina excessiva. Essa sua falta de vontade deve ser justamente por você gastar todo o seu prazer fumando maconha, ao invés de adquirir prazer fazendo algo de útil.

 No.15397

>>15217
Vou copicolar o relato da noite de ontem que não consegui postar pelo erro que estava enfrentando no chan.

Relato diário.

Fode sim, consegui entregar uma cacetada de atividade de uma vez no trabalho, perceberam também que algumas atividades reabertas no meu nome eram de um colega, já que estamos trabalhando no mesmo projeto. Em algumas horas a minha fila reduziu BASTANTE.

Hoje comi abóbora paulista com páprica defumada, alho, cebola e pimenta do reino no café da manhã. Tomei quase um litro de café desde as 6 horas, acho que vou ficar com asia na parte da tarde. Hoje sou eu quem cozinho, tenho na panela de pressão um pouco de grão de bico, cenouras e brócolis irão pro vapor assim que eu terminar de digitar isso aqui e farei um purê com lentilhas e leite de amêndoas caseiro (por ser mais caro a gente raramente usa leite de amêndoas, então estou ansioso pra ver o resultado).

Ontem na parte da noite fiquei empolgado com as aulas inicias de crochê e acabei não estudando o que eu queria estudar. A reunião com o pessoal do meu projeto foi bem, definimos alguns objetivos e o pessoal encarregado deve ter começado o trabalho hoje pela manhã. Estou começando a criar expectativas de que talvez eu consiga fazer deste projeto uma fonte de renda num futuro bem próximo. Also, envolvidos neste projeto estão 4 amigos meus de longa data, mais de 15 anos de amizade com cada um deles, é muito bom ver que todos crescemos tanto assim e podemos fazer coisas tão legais juntos.

Hoje estou feliz, anões. A vida está bela.

 No.15438

File: 1596146336028.png (1.98 MB, 1851x1277, 1851:1277, Mt.Xinu BSD Poster.png) ImgOps Google Yandex

>>15290
2020/07/30:
Passei algumas horas da madrugada estudando C, finalmente consegui entender como os datatypes "signed" são armazenados em one/two's complement. Tentei entender números float em IEEE 754 mas não consegui.

Também passei um tempo da madrugada entendendo como ler hexadecimal melhor, e tentando associar valores hexadecimais com representações em bits pra setar bits individuais com mais facilidade.
Cheguei ao ponto de ler esse artículo https://en.wikipedia.org/wiki/Fast_inverse_square_root e conseguir traduzir o número 0x5f3759df pra bits, escrevendo lentamente enquanto leio.

Depois de ir pra cama de manhã e acordar 3 da tarde, assisti um desenho japonês de qualidade chamado Antique Heart, e voltei a trabalhar no cat(1) do OpenBSD. Consegui fazer um pledge(2) mais restritivo.
Pena que não posso mandar o patch usando o meu nome verdadeiro, porque postei no chan sobre o assunto. No futuro não vou falar muito sobre o programa em que trabalhei.
Mas se eu me animar pra criar um e-mail e mandar a minha mudança no programa, e o patch for aceito, vai ser a primeira vez que contribuo pra um projeto desses.

 No.15454

>>15338
Anão, o que eu te recomendo é jogar tudo fora e apagar o número do seu traficante. No dia seguinte você vai chamar a si mesmo de idiota e pensar que fez uma grande cagada, mas depois você vai lembrar que sua "cagada" teve uma nobre razão e isso ajuda a quietar o facho, pelo menos, nos primeiros dias.
>>15341
É mesmo questão de acostumar os cérebro com os prazeres não emulados.

Hoje trabalhei o dia inteiro, chegando a noite toquei 1h de violão e assisti mais 1h do curso do Marcos Kaiser. Estou organizando meus estudos no violão e agora é só me manter fiel a organização que vou montar. Não vou ficar relatando diariamente se consegui seguir a rotina, porque aliás os primeiros dias devo conseguir tranquilamente, entretanto se falhar voltarei aqui para pedir o apoio de vocês para perseverar no meu caminho.

 No.15461

>>15438
Boa, anão.

 No.15463

Eu não consigo!
Mas que porcaria dos infernos, eu não consigo parar de BATER PUNHETA E VER PORNÔ. Eu acordo de manhã, fico naquela merda de cama e começo a me abraçar com o travesseiro ou roçar na porra da cama pensando que estou comendo alguém, e é todo dia assim. Preciso começar a acordar e sair daquela merda, pois eu não aguento mais. E no trabalho? O tempo todo pensando em foder com alguém, meu pau fica duro e fica apertando contra a calça. Isso é masturbação? Não, mas é uma forma de edgin e faz um mal danado, pois se eu ficar fazendo isso e ficar uns 3 dias sem gozar, a porra sai fedendo e bem amarela, ou seja, eu estou produzindo espermas e não estou ejaculando e eles estão ficando lá por dentro, mortos.

Eu preciso parar de procrastinar e voltar a estudar, voltar a ler, voltar a escrever. Como sinto falta de ler Bukowski e John Fante, puta merda. Como eu gostaria de viver algo daquele tipo, livre, longe de preocupações. Queria voltar a ler Dostoiévsky e prestar atenção naquela escrita maravilhosa que talvez eu nunca serei capaz de escrever tão bem e me expressar tão bem. Estou muito mal, anões, estou deixando de fazer tudo porque do nada eu voltei a me masturbar, a ver pornografia e o tesão aumenta a cada dia mais.
Já cheguei a ficar 29 dias sem masturbação e uns 10 sem pornografia, mas é mui difícil para mim, pois tenho 23 (quase 24) anos e acredito que estou nessa vida de punheteiro há mais de 10 anos. É triste a situação de um homem controlado pelo próprio pau.

 No.15464

>>15463
Posto isso aqui para todos verem e eu me comprometer. Quero largar o mar de mijo onde não há nada de bom, quero largar a procrastinação e começar a frequentar ambientes com pessoas melhores e que não sejam tão tóxicas ao ponto de me afetarem, pois pareço ser um sojado de merda e cheio de sentimentos. Fraco e patético.

Para essa manhã meus planos e finalizar tudo o que der com relação ao meu trabalho e para a tarde quero deixar tudo pronto para quando eu voltar segunda-feira, não ter dores de cabeça.
Volto no horário de almoço e no final de tarde para relatar meu progresso.

 No.15470

>>15463
A pornografia nesses lugares incentivam esses atos. Mesmo se estiver apenas scrollando.

 No.15489

File: 1596223488944.png (3.38 MB, 2028x1032, 169:86, escolha seu futuro.png) ImgOps Google Yandex

>>14116
Quinta-feira 16/07/2020: Estudei uma hora e 45min e treinei costas e bíceps.
Sexta-feira 17/07/2020: Estudei quatro horas.
Sábado 18/07/2020: Estudei uma hora.
Domingo 19/07/2020: NIL. Fui ao aniversário de minha tia.
Segunda-feira 20/07/2020: Voltei do aniversário à noite, minha academia voltou a funcionar normalmente, Estávamos treinando escondido, pois as o governo não tinha liberado ainda e treinei peito e tríceps.
Terça-feira 21/07/2020: Estudei duas horas e fiz um treino de força.
Quarta-feira 22/07/2020: Estudei quatro horas e meia e treinei costas e bíceps.
Quinta-feira 23/07/2020: Estudei três horas e treinei ombro.
Sexta-feira 24/07/2020: Estudei três horas e meia.
Sábado 25/07/2020: NIL.
Domingo 26/07/2020: Estudei duas horas.
Segunda-feira 27/07/2020: Estudei quatro horas e treinei peito e tríceps.
Terça-feira 28/07/2020: Estudei três horas e fiz um treino de força.
Quarta-feira 29/07/2020: Estudei quatro horas e treinei costas e bíceps.
Quinta-feira 30/07/2020: Não estudei Fiz um treino de ombros.

Anões, irei fazer o concurso da EEAR no dia 13 de setembro. Depois que vi todo o conteúdo, estou sentindo uma certa dificuldade em ficar revendo as mesmas coisas sempre. É normal nesse período final a mente estancar desse jeito?

 No.15507

File: 1596244021341.webm (4.75 MB, 500x500, 1:1, 07 - The Phoenix.webm) ImgOps Google Yandex

2020/07/31:
Passei um tempo lendo a mailing list do OpenBSD, aprendi que eles dão um cast to void no valor de retorno de uma função que geralmente não tem o valor de retorno ignorado pra sinalizar que é intencional. Interessante.
Meu patch foi rejeitado por ser muito complexo https://marc.info/?l=openbsd-tech&m=159620188621487&w=2 . Mas se o Theo não me deu uma tirada de qualidade foi porque o patch era razoável.
Voltei pra metade do K&R C porque essa última metade do livro não grudou muito bem, Estudei 10 páginas.
Também passei um tempo dando uma olhada em como usar mais linters no vim, não gostei do resultado muito pelos avisos falsos como esse:
>(buffer) getopt: Some older implementations do not protect against internal buffer overflows (CWE-120, CWE-20). Check implementation on installation, or limit the size of all string inputs.
Ué, que essas implementações resolvam o bug na fonte então, não é meu problema.


Andei meio desanimado hoje e tive dificuldade com me fazer estudar, os primeiros 2 dias foram fáceis.
Mas agora que escrevi, parece que gastei o tempo bem.

 No.15671

File: 1596486791309.webm (4.73 MB, 500x500, 1:1, 04 - Dream Of The Archer.webm) ImgOps Google Yandex

2020/07/31:
Ainda um pouco insatisfeito com o meu uso do dia, fui aprender a usar o Valgrind.

2020/08/03:
Comecei a editar um programa meu 1 da madrugada. Ainda estava melhorando ele/implementando uma função 4 horas mais tarde, e ganhei bastante experiência com C. A sintaxe pra escrever macros do preprocessador finalmente grudou.

Já consigo ver coisas que eram difíceis antes sendo mais fáceis agora. Também tenho bastante ideias sobre o que estudar no futuro.

 No.15694

>>15397
Estou de volta, confrades. Desde sexta-feira de notie estava em uma viagem com a minha esposa, acessava o computador somente durante uma parte do horário comercial para trabalhar e voltava a curtir a paz interiorana do nosso destino.
Amanhã relatarei como meus dias tem sido e discutirei alguns problemas que vejo nos anões que estão relatando aqui.

 No.15704

File: 1596508462221.jpg (220.66 KB, 760x425, 152:85, Harvey.jpg) ImgOps Google Yandex

Andei afastado da internet nas últimas semanas, e isso só teve efeitos positivos. Retomei minha sanidade mental, onde a balança natural do esforço/recompensa está sendo regenerada, assim como meu horário de sono e retorno das atividades como estágio remunerado e treino marcial em determinada equipe.

Durante todo "recesso", onde fiquei sem trabalhar, sem receber e sem treinar (só treinava corrida), tive muitos obstáculos insônia, tédio, excesso de masturbação, falta de ânimo, todo dia era domingo, etc, apesar de conseguir avançar diariamente nas minhas leituras (progresso expressivo em poucos meses). Parece fácil enunciar que é tranquilo ficar estudando quando tu não tem mais nada para fazer, porém a morbidez na qual encontrava-se meu município era paralisante, mesmo eu que não gosto de muito movimento, em certa medida fiquei incomodado com o fluxo fraquíssimo de carros e pedestres na minha cidade, como é uma região universitária, a falta de ver mulheres jovens pela rua também te deixa um pouco aborrecido. Normalmente na quinta-feira de tarde já era possível ver a agitação e ânsia pelo final de semana (mesmo não tendo "nada para fazer" por aqui), mas ultimamente muitos negócios quebraram e muitos estudantes voltaram para sua cidade natal, o silêncio reina pelo calçadão.

O ponto positivo de agosto foi que, como citei anteriormente, retornei com o labor remunerado, o fluxo está menor, o que me proporciona atender melhor cada cidadão e elaborar bem cada caso, além de estar recebendo a mesma quantia de sempre. Admito que o primeiro mês de recesso foi interessante, fazer provas em casa, ter tempo para ler e correr, mas chegou em um ponto onde tudo estava insuportável, não aguentava nem mais ver minha fruta, ainda bem que as coisas estão gradativamente voltando (aulas presenciais creio que só em 2021). Desde que toda essa palhaçada começou, posso afirmar que o presente momento é, por enquanto, o mais feliz de meu 2020. Não quero ficar o relato inteiro remoendo o mesmo assunto, mas esse aprofundamento na leitura tem me facultado a sustentar longos áudios, coerentes e interessantes, assim como escrever melhor só hoje que estou relatando com pressa, preciso estudar mais um pouco e tentar dormir cedo, posso ter errado a vírgula em alguns momentos no presente relato, além de, em alguma medida, ter expandido meu imaginário, pois estou com um repertório muito enriquecedor de obras e já estou gozando dos benefícios que eles prometem proporcionar.

Não sei se foi na metade de julho que começaram a surgir alguns tópicos (não só no presente chan) sobre erudição, fui um tenaz colaborador, porém havia esquecido que longe do 27 o barbarismo impera, não posso negar, fiquei aborrecido e cansado ao mesmo tempo, pois reservei bons minutos de minha disponibilidade para ajudar os anões com sugestões de livros, páginas de bons professores, infinitas palestras mostrando o caminho das pedras, porém muitos esculhambavam os barbantes e, ao passo que ofendiam os anões interessados, espumavam inveja por não ter vigor para tal empreitada, pois notoriamente desperdiçavam suas vidas com joguinhos e desenhos tailandeses. Não obstante, na mesma semana eu havia me desentendido com um cobrinha, era um desses rapazes meio afeminados que vem de uma família abastada mas os pais não foram capazes de educar corretamente o garoto, logo ele ainda apresenta traços de histeria (característica evidentemente feminina) e figurava o tipo I FUCKING love science. Não vale a pena me estender sobre isso, mas ele notoriamente é um discípulo do Ideias Fecais, que após alguma Googlada imagina realmente saber o conceito de ética e moral, não sabendo seus significados originais no grego e latim. Com o sujeito que despreza a importância dessas línguas na filosofia ou no estudo da alta cultura (eles normalmente não sabem o que isso significa) não vale a pena perder tempo, ainda mais com esse movimento que é o suprassumo da puberdade.

Não quero parecer pedante, mas nos últimos anos tenho sentido emergir, de maneira tímida porém constante, um amadurecimento em diversas esferas. Seja na compreensão da vida, na síntese que abstraí das experiências boas e ruins (de toda minha vida), no meu dever como futuro marido e profissional de determinado ramo, em todo conhecimento que tive o privilégio de compreender, seja de livros adquiridos ou vídeos, enfim, sou muito grato por tudo que tem acontecido, pois apesar de quase nenhum amigo, tenho uma pitanga Trad e estou conseguindo domar minha vontade, onde, com o planejamento correto, posso fazer boas investidas em minha vida pessoal e profissional.
Com o tempo esse amadurecimento se personifica em nossa postura, tom de voz, raciocínio e vestimentas, tenho optado por algo alinhado mas não tão formal.

 No.15709

File: 1596511098801.jpg (29.51 KB, 900x900, 1:1, Social media.jpg) ImgOps Google Yandex

Gostaria de dropar uma sutil redpill sobre inveja, pois o Bostil figura um dos primeiros lugares quando o assunto é esse: cobiçar os frutos do trabalho de terceiro (ou a própria energia/tenacidade/vontade pela busca de um objetivo). Nuca tal máxima fez tanto sentido: Quando se quer alguma coisa, é melhor mantê-la em segredo para tudo ocorrer bem.
Com o tempo acabamos nos tornando testemunhas oculares de todos esses ditados, e, após algumas quedas, começamos a colocá-los em prática.

Uma pena que o brasileiro médio seja tão inapto para tudo, desde se vestir como um ser humano até usar o emprego correto das palavras, não sei onde tudo começou a dar errado, talvez quando alguns iluminados outorgaram para si o monopólio das opiniões e do ensino universitário, e a partir de então passaram a figurar os novos irradiadores da burrice cultura nacional junto ao desconstrucionismo e "método Paulo Freire" de alfabetização.
Percebendo a catástrofe reinante, resolvi sair de cena por alguns anos para, solitário em meu claustro, começar tudo do zero. Isso me custou quase tudo, pois apenas trabalhava e estudava durante semanas, meses, anos… Olho para trás e vejo que isso foi indispensável para me tornar quem sou hoje, ainda tenho um longo caminho pela frente, mas o necessário foi consolidado de maneira profunda: saber ficar longos períodos sozinho (lendo, ponderando, praticando exercícios) e não estar sob jugo do Brasil falante com isso me refiro aos 80% de analfabetos funcionais nas universidades, aos professores medíocres, às mulheres burras e esquerdistas da minha família e aos homens que, por serem preguiçosos, não trabalharam e estudaram o suficiente e hoje estão em uma situação financeira e intelectual deplorável.

Heróis genuínos fazem-se desde dentro, na luta da alma pela verdade da existência. Antes de brilhar em situações espetaculares, têm de vencer a mentira interior e pagar, com a solidão moral extrema, o preço da sinceridade.

Não que as aspirações brasileiras tivessem algum dia sido muito elevadas. Sempre estivemos, sob esse aspecto, muito abaixo da média humana – ao ponto de não conseguir conceber os heróis, santos e sábios de outras épocas e culturas senão sob o prisma redutivo e caricatural que nos era próprio. Por isso considero Desenvolvimento e Cultura. O Problema do Estetismo no Brasil, de Mário Vieira de Mello (São Paulo, Nacional, 1958), e Psicologia do Subdesenvolvimento, de José Osvaldo de Meira Penna (Apec, 1972), os estudos mais úteis que alguém já escreveu sobre a índole da cultura nacional. O primeiro discerne, nas fontes europeias que mais nos influenciaram, o predomínio do prazer estético sobre a consciência moral. O segundo mostra que esse prazer nem chega a ser estético: é lúdico e erótico. O brasileiro em geral, mesmo culto, não capta as exigências específicas do domínio moral, intelectual e religioso: decide as questões mais graves do destino humano pelo mesmo critério de atração e repulsa imediatos com que julga a qualidade da pinga ou avalia o perfil dos bumbuns na praia. Daí sua tendência incoercível de tomar a simpatia pessoal, a identidade de gostos ou a adequação às preferências da moda na classe artística como sinais infalíveis de alta qualificação moral. O sr. Gabeira, por exemplo, sai por aí de tanguinha e diz que fuma maconha. Logo, só pode ser “bom sujeito”. Magalhães cai no samba e é amigo das mães-de-santo. Por mais que seja odiado politicamente, permanece um tipo popular, íntimo de todos. Inversa e complementarmente, homens da mais elevada estatura moral, como Gustavo Corção ou o príncipe D. Bertrand, foram odiados e desprezados, menos pelo conteúdo de suas crenças políticas (as mesmas de Nélson Rodrigues, do qual todo mundo gosta) do que pela rigidez hierática do seu estilo de viver, incompatível com aquele mínimo de esculacho promíscuo que é preciso para ser admitido no panteão dos “bons sujeitos”. https://olavodecarvalho.org/a-fossa-de-babel/

Breve palpite pessoal: Não regreto nada em ter poucos amigos e evitar degenerados (aberrações, usuários de drogas, "estudantes" de DCE e descolixos), estou em uma idade em que é natural ter mais autoconfiança, pois tenho faculdades físicas e mentais para me defender de diversas sabotagens, além de uma ampla experiência com o público geral, o que me investe de carisma ante a população brasileira e consigo transmitir seriedade e confiança. Estudem e trabalhem, se possível. Lembrem-se de que a vida é curta, não vale a pena desperdiçar um dia inteiro na frente de um monitor, opte por bons livros, grupo de estudo, esportes e valorizem toda e qualquer experiência, podemos tirar uma boa lição de quase tudo.

 No.15713

File: 1596535040455-0.png (42.74 KB, 790x371, 790:371, 1596533842.png) ImgOps Google Yandex

File: 1596535040455-1.webm (1.54 MB, 640x480, 4:3, test.webm) ImgOps Google Yandex

2020/08/04:
Li mais 20 páginas do K&R C. Não são 30, mas o número 30 foi um chute. Não acho que consigo fazer 30. Não tenho uma estimativa do tempo que demora, tirei várias pausas, mas acho que mais ou menos 1 da madrugada foi o horário em que comecei.
Não estou fazendo os exercícios porque da penúltima vez fiquei preso e decidi ler pra frente pra ver se alguma coisa me ajudava atrás, e ajudou. Depois fiquei preso novamente, decidi ler pra frente, e agora não quero parar a leitura pra voltar no começo. No momento os exercícios atuais até parecem impossíveis, espero que seja por ter pulado os de antes momentaneamente.
Realmente esse livro é cansativo. Hoje li a parte sobre structs, binary trees, e hash tables. Só acredito que não entendi hash tables muito bem, o exemplo do livro adiciona 31 por algum motivo que não entendo.

Postar nesse fio sobre o assunto ajuda muito, não faz uma semana que posto nele, e já passei mais tempo estudando C do que já estudei qualquer coisa. Até o inglês que eu chamaria de avançado que o livro requere aprendi por acaso enquanto consumia entretenimento na língua.
Aprender "programação de verdade" é algo que tenho como um objetivo já fazem anos, e apesar de fazer algumas tentativas meia-boca antes, só realmente tentei no começo desse ano e procrastinei por meses. É uma boa sensação.
Espero ser capaz de manter o ritmo e estudar por um tempo razoável todos os dias úteis, mal posso esperar pra ver o progresso depois de um mês disso.

 No.15763

File: 1596664470382.webm (3.37 MB, 640x480, 4:3, 19 - Eien no Iczer-One.webm) ImgOps Google Yandex

2020/08/05:
27 páginas do K&R C lidas. Só parei porque era 9 da manhã e estava com sono, estudar com sono não dá em nada. Hoje foi mais fácil estudar.
Estava me sentindo confiante com a língua, até listar os headers padrões e ver a quantidade que ainda nunca ouvi falar sobre.

 No.15807

File: 1596753463367.webm (3.88 MB, 481x500, 481:500, 01 - Billy Idol - Speed.webm) ImgOps Google Yandex

2020/08/06:
Li 24 páginas.
Passei entre 1 ou 2 horas movendo funções e declarações dos headers no meu programa porque usei headers errado.

Tentei ler o código fonte de um programa escrito em c89 e só a função main() era 600 linhas, me senti desmoralizado.

 No.15812

File: 1596760864593.png (2.58 MB, 1024x1375, 1024:1375, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

Hoje o dia foi um fracasso total.

Estava conseguindo estudar quatro ou cinco horas diariamente, sem muita distração, seguindo meu no-fap com muita tranquilidade.
Porém, hoje não consegui fazer absolutamente nada, tentei estudar mas não consegui manter o foco por mais de dois minutos e já pensei em quebrar meu no-fap algumas dezenas de vezes, sem sucesso, visto que não tenho energia para absolutamente nada.
Além disso, diversos pensamentos ruins estão me atormentando. Passei algumas horas encarando a parede enquanto pensava nos meus demônios.

O que está acontecendo? Parece que uma depressão profunda pulou nas minhas costas e uma desmotivação abismal infiltrou-se na minha alma. Não ser capaz nem de quebrar o no-fap foi algo que me deixou aterrorizado.

Me ajudem, amigos.
(Perdoem qualquer falha gramatical, estou com dificuldades de pensar/construir um raciocínio).

 No.15824

File: 1596834304877.webm (4.5 MB, 600x601, 600:601, 03 - Fell On Black Days.webm) ImgOps Google Yandex

2020/08/07:
20 páginas lidas. Foi difícil me fazer estudar, mesmo estando em uma parte mais fácil de ler. Pelo menos fui escrever um script em outra língua mais tarde.

Me sinto meio aliviado porque querendo ou não é sexta, e fins de semana são barulhentos demais pra estudar. Vou descansar um pouco por 2 dias.

 No.15878

>>15824
>descansar
Que nada, nem dormir eu dormi. Que merda.
Fins de semana são os piores, fode não ser de família ruim.
Quase tento esquecer o fim de semana quebrando o nofap.

2020/10/08:
Pelo menos tenho o orgulho de ter estudado mais 25 páginas do K&R C mesmo realmente não querendo.
25 não é um número representativo porque algumas das páginas eram uma representação da sintaxe da língua pra gerar um parser.

Agora estou na página 252 de 281, com medo de ter dificuldade de fazer os exercícios quando terminar de ler, já que alguns pareciam difíceis. Pelo menos estou confiante que sei toda a sintaxe da língua.

 No.15881

>>15878
2020-08-11:
Falei a data errado. Estou usando a ordem do padrão ISO-8601 porque é a ordem verdadeiramente conveniente, já que sorteia alfabeticamente.

 No.15893

>>15881
2020-08-10:
Batatei completamente e errei a data 2 vezes.

2020-08-11:
Completei a leitura do K&R C e retoquei 2 exercícios que já fiz. Agora preciso completar o resto dos exercícios e pular pra outro livro mais avançado.

 No.15989

2020-08-12:
Estudo de programação interrompido por uma barata. O tempo que passaria estudando passei lendo quadrinhos japoneses.

Li por aí que os dígitos ASCII são prefixados por 011 (big endian).
Caractere ASCII '3' em um byte de 8 bits big endian:
00110011
Número 3 em um byte de 8 bits big endian:
00000011

Isso significa que existe um modo mais fácil (nos olhos da máquina) pra converter dígitos ASCII pra números binários:
printf("%d\n", '9' & 0xF);

É só usar o operador & com os 4 bits menos significantes setados, claro que se fazer às cegas os bytes que não são números ASCII também viram números binários. Não inclui nenhum teste no exemplo.

Também devisei o macro pra ver se um número é par ou ímpar perfeito:
#define ISODD(n) ((n) & 1U)
Sempre funciona, não tem problemas de divisão por 0 como o operador %, a performance é melhor, e funciona com números negativos em two's complement e one's complement porque o número é promovido pra unsigned.

 No.16029

File: 1597334933417.webm (3.19 MB, 1463x1389, 1463:1389, 04 - Simon & Garfunkel - ….webm) ImgOps Google Yandex

2020-08-13:
Passei algumas horas pesquisando coisas aleatórias sobre C, e melhorando um programa que escrevi.
Também aprendi a usar o gprof.
Acho que foi um dos meus dias mais ocupados, e só aconteceu porque não gosto de fazer os exercícios do livro K&R C.

 No.16073

File: 1597408908417.mp4 (4.58 MB, 540x360, 3:2, johnny seven oma.mp4) ImgOps Google Yandex

2020-08-14:
Fiz 2 exercícios do K&R C e preparei um terceiro, pesquisei por aí mais sobre a língua, e passei algumas horas melhorando o meu programa.

 No.16104

File: 1597432830042.png (511.34 KB, 579x433, 579:433, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

Estou sugando nos estudos de matemática, comecei com as matérias do fundamental e fui me aprofundando seguindo um cronograma e a minha lógica. No momento atual eu estudo a matéria, entendo todas as propriedades mas quando vou fazer os exercícios sequer consigo desenvolver um raciocínio pra começar os cálculos, é frustrante. Em seguida, eu acabo desanimando e reduzindo minhas horas de estudos, até ficar sem estudar.

 No.16105

File: 1597435433673-0.jpg (177.65 KB, 1032x581, 1032:581, bonjorno.jpg) ImgOps Google Yandex

File: 1597435433673-1.jpg (262.77 KB, 1200x900, 4:3, Matematica.jpg) ImgOps Google Yandex

>>16104
Anão, compre esses livros e faça todas as questões.

 No.16109

O meu projeto é simples e constará do seguinte: primeiro, irei adquirir um gosto pela leitura e adquirir um bom vocabulário, assim fazendo com que eu consiga entender conceitos e ideias mais complexas, além de me expressar melhor. O segundo é devorar livros de filosofia. Se tudo der certo, posso concluir uma parte do primeiro projeto em, quiçá, três meses, se eu ler todos os dias, de 30 a mais páginas. Também tenho de estudar para o supletivo, mas como as coisas estão, acho que poderei deixar isso só para o ano que vem ou no finalzinho do ano. Desejem sorte. Voltarei daqui um mês e reportarei o que aconteceu.

 No.16120

>>16104
>>16105
Leia e entenda a teoria com calma. Na hora de resolver as questões, resolva as 3 primeira, ou aquelas que abordam todos os conteúdos discutidos no capítulo (ou sej, as 3 primeiras questões geralmente), depois resolva as três questões mais difíceis (de vestibular: Unicamp, Usp, Ita etc.). Não perca tempo tentando resolver tudo. É mais importante saber de tudo um pouco o mais rápido possível, e depois revisar e resolver provas antigas.

 No.16138

File: 1597448290926.png (50.97 KB, 298x260, 149:130, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

>>16105
>>16120
Eu realmente preciso de livros? Não posso simplesmente ler artigos e assistir vídeo aulas?

Me ajudem, anônimos, quero ser alguém na vida.

 No.16139

File: 1597449022766.png (234.59 KB, 400x384, 25:24, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

>>16138
Como você vai aprender se não praticar?

 No.16142

>>16139
Eu pratico, sempre faço os exercícios, mas agora não consigo mais.

 No.16161

>>16139
Essa porcentagem trata de etapas para aprender uma mesma coisa ou apenas o rendimento de cada método isolado? Em ambos os casos, isso está muito mal acurado, pois muitas das vezes a simples leitura consegue render mais do que escutar ou simplesmente ver e escutar.

 No.16202

>>16138
Não sei sobre suas experiências, mas é muito mais rápido ler sobre algo do que ouvir alguém falando ou assistir uma animação sobre. Na escola essa sempre foi a minha opção para me informar do que me interessava, mas percebi isso em definitivo quando fui ver um vídeo de teste de hardware da Adrenaline e os sujeitos falavam muito e falavam devagar, nunca chegavam onde deveriam. Eu abri a descrição e acessei o link do site, em 30 segundos vi o que queria e absorvi mais conteúdo do que todo o vídeo oferecia, sem toda a interferência do modo de falar e expressões visual.

No caso dos livros você fica a mercê do modo de escrever do autor e as vezes é bem insuportável, nada que uma leitura mais superficial resolva.

 No.16203

>>16139
>>16161
Também quero entender essa pirâmide. Eu monto meus 100% a partir dessas porcentagens? Ou porcentagem está para rendimento?

 No.16212

Tenho que voltar a treinar, mas há meses sofro com uma sinusite que não me sai não importa o que eu faça. O que eu faço nessa situação? Estou pensando em comprar algum suplemento que contenha própolis e algumas vitaminas, mas não tenho certeza se irá me ajudar. Dicas para melhorar a minha condição e aumentar a imunidade? Nota: sofro de rinite alérgica crônica.

 No.16276

Sobe.

 No.16284

File: 1597660526722.webm (3.26 MB, 512x508, 128:127, 01 - Rumi Natsumi (夏見ルミ) ….webm) ImgOps Google Yandex

2020-08-17:
Pesquisei mais sobre a língua C hoje e durante o fim de semana. Coisas como dúvidas e truques como por exemplo detectar se a máquina é big ou little endian.
A pesquisa sobre o assunto foi extremamente frutífera dessa vez. Durante o fim de semana, eu dei uma olhada em como librarias bignum são feitas, e encontrei um artículo na wikipedia que descreve um método mais conveniente de ler números binários dentro de uma página sobre o assunto: https://en.wikipedia.org/wiki/Double_dabble#Historical
Antes eu segurava o valor de cada bit setado na cabeça, e adicionava os valores. O método descrito no link é muito melhor.
Também fiz 2 exercícios do K&R C e preparei um terceiro.

/* Retorna 1 se a máquina é little endian.
* Retorna 0 se a máquina é big endian.
*/
int
main(void)
{
int x = 1;
const unsigned char *y = (unsigned char *)&x;
return *y;
}

 No.16409

File: 1597776751587.webm (2.92 MB, 600x600, 1:1, 16 - Boot Camp.webm) ImgOps Google Yandex

2020-08-18:
Batatei ontem e talvez fiz 3 exercícios ao invés de 2. Já não sei exatamente o que aconteceu.

Enrolei bastante mas fiz 2 exercícios hoje.
Sinto que não sobra muito tempo pra fazer outras coisas além de estudar, mesmo eu tomando várias horas do dia pra ficar sentado pensando "preciso me fazer estudar em breve".
Gosto que os exercícios dão dificuldade mas eu sempre completo, é o modo mais eficiente de progredir.

 No.16515

File: 1597871674344.webm (4.28 MB, 854x480, 427:240, Hitler madchen.webm) ImgOps Google Yandex

2020/08/19:
Fiquei preso o dia todo neles, mas consegui resolver 2 exercícios.

Pensei que era meu CSS customizado ou algo assim antes, acho que o 27 engole as tabulações.
Escrevi uma função que me deu orgulho:
/* sdtsize: Returns the maximum/minimum of a signed integer datatype.
*
* x is the sizeof() of the datatype.
* If y is true, return the minimum of the datatype.
*/
long
sdtsize(const unsigned long x, const int neg)
{
unsigned long n = ~0UL >> 1; /* All bits but the sign set. */
const signed long *nview = (signed long *)&n;
const unsigned int bitdiff = (sizeof(long) - x) * CHAR_BIT;

assert(x <= sizeof(long));

n >>= bitdiff;

/* (-1 != ~1) returns 1 if the machine is two's complement, 0
* otherwise. */
return (neg ? -*nview - (-1 != ~1) : *nview);
}

 No.16647

File: 1597945916694.webm (3.95 MB, 220x380, 11:19, 01 - Kanako Wada - Kanash….webm) ImgOps Google Yandex

2020/08/20:
Não prestei atenção, acho que fiz 4 exercícios do K&R C. Esses foram muito mais fáceis.
Ando entediado e cansado de fazer os exercícios, eu realmente passei o dia todo ontem fazendo 2 que achei bem complicados.

Também refresquei o aprendizado da língua de tabelas tbl.

 No.16711

>>16515
Entendi porra nenhuma e eu tava todo feliz por conseguir tornar um script escalável apesar que logo depois de apanhar por 4 horas até finalmente descobrir o for in loop e mais horas até fazer funcionar, pra eu perder o rumo e realizar que foi uma perda de tempo. Quando eu pensei, achei que eu só precisaria meter num objeto, depois meter tudo numa array e só enumerar por um loop, mas doce ilusão, até pensei em passar tudo numa array om uma função enorme com várias funções que iriam dando push do texto na array mas não deu e mesmo que desse, o tradutor traduz e anula todo o propósito.

Essa é uma das que você faz algo, fica feliz pra caralho, quer compartilhar mas não tem ninguém até que você encontra um contexto e enquanto escreve, você vai realizando que deveria apagar isso.

 No.16713

>>16711
Eu não consigo formular mais um texto coerente. Isso seria por falta de socialização ou porque meu cérebro virou uma ameba?

 No.16721

File: 1598043602587.jpg (300.59 KB, 800x486, 400:243, ed010f7af16c9c1cd1f79be18d….jpg) ImgOps Google Yandex

2020-08-21:
Fiz 4 exercícios e pesquisei por aí sobre a língua mais um pouco.

>>16711
A função é parte do exercício 2-1 do livro K&R C. Corrigi alguns erros cosméticos nela e comentei minuciosamente (em inglês porque é a língua original da língua de programação):
#include <limits.h>
#include <assert.h>
#include <stddef.h>

/* sdtsize: Return the maximum or minimum of a signed integer datatype.
*
* x is the sizeof() of the datatype.
* If neg is true, return the minimum of the datatype.
*/
long
sdtsize(size_t x, const int neg)
{
/* n is unsigned long because long is the biggest datatype (in C89),
* and manipulating bits has no implementation-defined behavior.
* The numeric value of the variable doesn't matter, during the entire
* function n is used only as a field of bits.
*
* ~0UL is 0 unsigned long, with all the bits inverted using the one's
* complement operator. That means all the bits are set. After that it
* is shifted right once to clear the MSB, which is the sign in one's
* complement and two's complement machines.
*/
unsigned long n = ~0UL >> 1;
/* nview is a pointer to long. It is initialized to the address of n
* cast to pointer to long. When it is dereferenced, the bits in n are
* reinterpreted as long.
* This entire setup is there to avoid implementation-defined behavior
* when shifting bits right, using the "reinterpreting bits of a
* datatype with pointer casts" trick I learned from
* https://en.wikipedia.org/wiki/Fast_inverse_square_root .
*
* Dereferencing nview right now would read LONG_MAX, as all the bits
* but the sign are set.
*/
long *const nview = (long *)&n;
/* bitdiff is initialized to long's size in bytes minus the x parameter
* of this function, which is supposed to be the sizeof() of an
* integer datatype, multiplied by the bits per byte (CHAR_BIT) of the
* machine.
* This means bitdiff is initialized to the difference between long's
* size and the size of the datatype fed to this program.
* Using CHAR_BIT instead of hardcoding 8 to convert bytes to bits means
* the program works on machines with more or less than 8 bits per byte
*/
const unsigned long bitdiff = (sizeof(long) - x) * CHAR_BIT;

/* long is the biggest datatype. If x is larger than sizeof(long), then
* the function has been fed an invalid value.
*/
assert(x <= sizeof(long));

/* Because we want to find the maximum value of any signed integer data
* type, we must shift n right by bitdiff.
*
* After this operation, n's numeric value is the maximum allowed by
* the data type requested, because the exact count of bits minus the
* MSB (sign) of the data type is set.
* Note that n is unsigned, but it is merely a field of bits to be
* looked at through nview.
*/
n >>= bitdiff;

/* Return the result of a ternary operator expression.
*
* If the neg parameter is false, the maximum value of the data type
* is requested. nview can be returned untouched as all the bits of the
* data type except the sign are already set, and thus its numeric value
* is already the maximum the data type can hold.
*
* If the neg parameter is true, we have to return a negative value.
* To achieve this, the number nview points to must be inverted and
* subtracted by 1 in case the machine is two's complement, as nview
* is set to the maximum positive value of the data type, yet the
* minimum value of a signed data type in a two's complement machine
* is one less than the maximum value inverted.
* After the inversion of nview, there is a test.
* In one's complement machines, -1 equals ~1 because all it takes to
* invert a number is one's complement is flipping all of its bits.
* In two's complement, this is not true. The test becomes 1 in two's
* complement and 0 in one's complement. The result of the test is
* subtracted from nview, which means we do the subtraction by 1 we need
* on two's complement machines, but we don't do the subtraction we
* don't need on one's complement machines. This function works on both.
*/
return (neg ? -*nview - (-1 != ~1) : *nview);
}


Também fiz uma versão mais abreviada da função:
/* sdtsize: Returns the maximum/minimum of a signed integer datatype.
*
* x is the sizeof() of the datatype.
* If neg true, return the minimum of the datatype.
*/
long
sdtsize(size_t x, const int neg)
{
long n = ~0UL >> 1; /* All bits but the sign set. */
const unsigned long bitdiff = (sizeof(long) - x) * CHAR_BIT;

assert(x <= sizeof(long));

n = *(unsigned long *)&n >> bitdiff;

/* (-1 != ~1) returns 1 if the machine is two's complement, 0 if not. */
return (neg ? -n - (-1 != ~1) : n);
}

 No.16754

File: 1598063209416.jpg (476.6 KB, 1920x1080, 16:9, 90338_1920_1080.jpg) ImgOps Google Yandex

Chega, caralho! Decidi que finalmente irei aprender japonês. Nunca antes estudei esse idioma. Fiz alguns níveis no duolingo hoje, amanhã pretendo dar uma olhada no conteúdo do /jp/ do 4falhas.

 No.16835

2020-08-24:
Fiz 2 exercícios do livro e passei o resto do dia preso em um terceiro.

 No.16888

2020-08-24:
Terminei o exercício que me prendeu logo depois de postar.

2020-08-25:
Fiz 2 exercícios em uns 10 minutos e fui fazer outra coisa pelo resto do dia. Hoje foi o dia em que menos estudei, mas pelo menos a outra coisa foi uma atividade produtiva diferente.

 No.16952

File: 1598482112084.webm (4.12 MB, 512x385, 512:385, Lonely Sunset.webm) ImgOps Google Yandex

2020-08-26:
Depois de ter passado o dia 24 preso em um exercício novamente, não estou com muita motivação.
Fiz 2 exercícios e comecei um terceiro, pesquisei sobre a língua, e mexi em um projeto diferente que pelo menos envolve um makefile.

O meu plano depois de terminar o K&R C de verdade era ir ler o padrão POSIX 2008, talvez eu misture isso com os exercícios do livro.

 No.17009

File: 1598569506646.webm (3.88 MB, 683x512, 683:512, 09 - Rolling Devil.webm) ImgOps Google Yandex

2020-08-27:
Fiquei preso no último exercício de ontem, ainda estou.
Li o capítulo 1 do padrão POSIX 2008, e parte do capítulo 2. Experimentei com algumas das utilidades que ele já descreveu.
Sinto que não fui produtivo hoje, mas quando olho para quantas horas passei focado vejo que pelo menos gastei o tempo no estudo.

 No.17023

File: 1598580983836.jpg (2.91 MB, 4128x2006, 2064:1003, 20200827_220541.jpg) ImgOps Google Yandex

>>16754
Chega uma hora que o Duolingo perde a eficácia se você não souber o alfabeto. Decidi, então, começar a escrever as letras, tanto para memorizar os hiragana como para aprender a ordem dos traços. Algumas são bastante fáceis e outras desafiadoras.

Configurei o Anki, ele será meu parceiro para aumentar meu vocabulário. Usarei ele junto do Duolingo quando tiver um domínio maior dos hiragana.

Estou bastante ansioso em aprender esse idioma. Vai ser um caminho demorado, mas antes tarde do que nunca.

 No.17107

2020-08-28:
Completei o capítulo 2 do POSIX 2008, li a maioria do capítulo 3. Fiz coisas tangenciais por parte do dia.
Queria não ser tão cabeça dura ou resolver esse exercício que me prendeu, na verdade já sei a "solução" e já colei também, mas por algum motivo não funciona.

 No.17133


 No.17251

File: 1598810531590.png (50.58 KB, 613x332, 613:332, obj.png) ImgOps Google Yandex

Vou participar. Meu objetivo é me tornar um desenvolvedor java back-end.
Tenho problemas com procrastinação, que é causa do meu problema de sono. Não sei quanto tempo vai levar, considerando que tenho outras coisas diárias para fazer, como ler um livro e fazer exercícios. Mas espero aprender tudo em uns 2 ou 3 meses no máximo. Vou começar segunda e relatar aos finais de semana.

 No.17257

>>17023
30/08/2020
Decorei Hiragana, agora estou decorando Katakana e começando a estudar pelos cartões do Anki. Também comecei a ler Tae Kim para aprender a gramática da língua. Estou praticando a escrita aos poucos, é uma merda escrever essas runas.

 No.17342

File: 1598913213659.webm (3.48 MB, 640x640, 1:1, 02 - Midnight Shout.webm) ImgOps Google Yandex

2020-08-31:
Li o resto do capítulo 3 e o começo do 4 do POSIX 2008. Parece pouco mas esses capítulos são dicionários.
Durante o fim de semana me aproximei um pouco de entender o padrão IEEE 754.
Comecei um pequeno projeto, estou escrevendo macros para o preprocessador em um arquivo.
/* PBNUM: Page-Bound Number. Round given number up to the nearest page. */
#define PBNUM(n) ((n) + (PAGESIZE - ((n) % PAGESIZE)))

 No.17370

File: 1598926598585.jpg (37.2 KB, 442x615, 442:615, Un “Arditi” italiano, vete….jpg) ImgOps Google Yandex

>>15489
Sexta-feira 31/07/2020: Estudei uma hora e meia.
Sábado 01/08/2020: Fiz meu primeiro simulado da EEARpois a prova é dia 13/09/2020 e gostaria de me adaptar com a rotina de provas e consgui fazer 71/96 em três horas.
Domingo 02/08/2020: NIL
Segunda-feira 03/08/2020: Estudei uma hora e treinei peito e tríceps.
Terça-feira 04/08/2020: Estudei cinco horas e fiz um treino de força.
Quarta-feira 05/08/2020: Estudei três horas e meia.
Quinta-feira 06/08/2020: Estudei duas horas.
Sexta-feira 07/08/2020: Treinei ombros e trapézio.
Sábado 08/08/2020: Fiz meu segundo simulado da EEAR e consegui fazer 65/96 em três horas.
Domingo 09/08/2020: NIL.
Segunda-feira 10/08/2020: Estudei duas horas e meia e treinei peito e tríceps.
Terça-feira 11/08/2020: Estudei três horas e fiz um treino de força.
Quarta-feira 12/08/2020: Estudei três horas.
Quinta-feira 13/08/2020: Estudei três horas e meia e treinei costas e bíceps.
Sexta-feira 14/08/2020: Estudei quatro horas.
Sábado 15/08/2020: Fiz o terceiro simulado da EEAR, no entanto, reprovei em física. Fiz: português: 20/24; inglês: 15/24; matemática: 17/24 e física 10/24. Essa foi uma das provas mais raladas de física.
Domingo 16/08/2020: NIL.
Segunda-feira 17/08/2020: Estudei uma hora e treinei ombro e trapézio.
Terça-feira 18/08/2020: Estudei duas horas e treinei costas e bíceps.
Quarta-feira 19/08/2020: Estudei três horas e treinei peito e tríceps.
Quinta-feira 20/08/2020: Estudei três horas e fiz um treino de força.
Sexta-feira 21/08/2020: NIL.
Sábado 22/08/2020: Estudei três horas.
Domingo 23/08/2020: Estudei quarenta minutos.
Segunda-feira 24/08/2020: Estudei duas horas e treinei peito e tríceps.
Terça-feira 25/08/2020: Estudei três horas e fiz um treino de força.
Quarta-feira 26/08/2020: Estudei duas horas e meia.
Quinta-feira 27/08/2020: Estudei duas horas e fiz um treino de costas e bíceps.
Sexta-feira 28/08/2020: Estudei duas horas e fiz um treino de ombro e trapézio.
Sábado 29/08/2020: Fiz o quarto simulado da EEAR e consegui 72/96. Esse foi o último simulado até o dia da prova que é dia 13/09/2020.
Domingo 30/08/2020: NIL.
Segunda-feira 31/08/2020: Estudei três e horas e fiz meu melhor treino de força. https://27chan.org/b/res/17339.html#17366

Anões, estou muito ansioso à espera dessa prova. Só peço que Deus me dê paciência e força para continuar nessa jornada até passar.

 No.17384

>>17370
Baseado. Parabéns pelo esforço!

 No.17469

File: 1599004469037.webm (4.29 MB, 640x640, 1:1, 01 - DANCIN' WITH A HEART….webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-01:
Percebi que faz mais ou menos um mês que comecei.
O progresso no conhecimento é óbvio, mas os resultados são os mesmos. Ainda não sei ou consigo escrever um programa útil.
Vou continuar lendo o padrão POSIX pra aprender a libraria dele e fazendo os exercícios do K&R pra desenvolver a habilidade com a língua.

Completei os capítulos 4 e 5 e comecei o 6, os capítulos 5 e 6 sendo muito mais curtos.
Coloquei mais alguns macros no meu pequeno projeto, tentei incluir uma função mas joguei fora porque era inútil.
Percebi que o macro ISODD do post >>15989 não funciona com números signed em máquinas em que números ímpares tem 0 como LSB quando um data type maior que int é usado com o macro, por exemplo um long negativo em uma máquina one's complement em que long é maior que int. Realmente a solução com o operador "%" fica cada vez mais atrativa, mas o método com "&" ainda pode ser salvo:
#define ISODD(n) ((unsigned int)(n) % 1)
Li e entendi esse post bom sobre programação C:
https://flak.tedunangst.com/post/warning-implicit-backdoor
Tentei entender parte desse:
https://graphics.stanford.edu/~seander/bithacks.html

 No.17470

>>17469
Batatei.
#define ISODD(n) ((unsigned int)(n) & 1)

 No.17660

2020-09-02:
Li o capítulo 6 das definições base do POSIX. A ideia era ler o padrão e depois ler um livro sobre ele, com os benefícios da familiariade prévia. Mas o linguajar cansativo e em forma de descrição e não tutorial demora pra ler e não gruda.
Li vários manuais e artículos, li e entendi o código fonte de 1 função simples do meu sistema operacional e parte de outra um pouco mais complicada.

2020-09-03:
Comecei a leitura do "Advanced Programming in the UNIX Environment", planejo não ler e fazer os exercícios separadamente.
Li 36 páginas. Também li manuais.
Mexi na minha pequena coletânea de macros.

 No.17735

File: 1599260809209.webm (3.63 MB, 480x360, 4:3, 13 - Something Moved.webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-03:
Como tenho experiência em usar e gerenciar um sistema UNIX, mas muito recentemente troquei pro OpenBSD, comecei a ler o livro "Absolute OpenBSD".
Li umas 20 páginas.
Acho que não é boa ideia fazer isso, vou focar na programação.

2020-09-04:
Li 47 páginas do livro "Advanced Programming in the UNIX environment" e fiz os poucos e fáceis exercícios que encontrei.
Espero que o livro tenha mais exercícios no futuro, foram poucos até agora. O K&R tinha uma boa densidade de exercícios excelentes que espero um dia completar.

 No.17868

File: 1599445992243.jpg (229.6 KB, 1000x1180, 50:59, 1548090878830.jpg) ImgOps Google Yandex

>>17251
Semana 1 (31/08/20 - 07/08/20):

Essa semana li 3 capítulos do livro Sistemas de Banco de Dados (Elmasri e Navathe). É um livro extremamente teórico, e se por um lado conseguiu me dar uma boa noção introdutória de bancos, por outro me deixou meio confuso quanto a alguns aspectos mais abstratos sobre banco de dados (por exemplo, ainda não consigo diferenciar um eschema do banco de dados de um modelo de banco de dados. A definição de ambas foram bem semelhantes). De qualquer forma, foi mais do que o suficiente. O próximo passo agora é ler o livro Projeto de Banco de Dados, Heuser, por inteiro, tendo este um caráter mais prático e direto. Continuarei utilizando o livro anterior como referência para quando quiser me aprofundar mais em alguma parte da teoria de bancos.

Em relação a exercícios físicos, essa semana não fiz nada. Fazer exercícios em casa é meio desanimador e dá preguiça. Vou tentar me esforçar mais nesta próxima semana.

 No.18022

File: 1599600656040.jpg (179.75 KB, 1436x1080, 359:270, 01.jpg) ImgOps Google Yandex

2020-09-07:
Ontem teve farra devido ao feriado, a mesma farra que me impede nos fins de semana. Não estudei.

2020-09-08:
30 páginas do livro lidas, fiz todos os simples exercícios no caminho.

 No.18025

>>17868
>(31/08/20 - 07/09/20)
Fixed.

 No.18092

File: 1599699406197.jpg (472.06 KB, 1436x1080, 359:270, 628be0f12f39aab483b4e47944….jpg) ImgOps Google Yandex

2020-09-09:
27 páginas do APUE lidas.
Estou fazendo o último exercício do dia, finalmente o livro deu mais exercícios e exercícios melhores.

Esqueci de falar que no fim de semana aprendi o básico de usar o GNU Debugger, e quase resolvi o exercício do K&R que me prendeu. O programa do exercício está mais próximo de funcionar como deveria.

 No.18164

File: 1599784303273.webm (1.09 MB, 500x393, 500:393, 32 - Lum no Kanashimi.webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-10:
35 páginas do APUE lidas. Nenhum exercício no caminho.

Implementei uma função simples da stdlib C, depois comparei com outras implementações pra ver como os outros fizeram. Tomei parte do código fonte do OpenBSD como sugestão, depois ri da cara do projeto GNU por implementar a mesma função tão mal.

 No.18190

File: 1599825517252.jpg (1.79 MB, 2481x6600, 827:2200, 1550012227028.jpg) ImgOps Google Yandex

>>14334
Voltando a relatar depois um longo hiato.

Fiz a prova que havia mencionado e fui muito bem. O certame está para ser homologado e eu espero ser nomeado ainda esse ano, se Deus quiser.
Em relação à prova da OAB, terei mais algum tempo, já que foi adiada para novembro.
Já fiz o projeto de pesquisa e começarei a escrever o meu TCC amanhã.
Além de continuar fazendo minhas corridas, comecei a fazer calistenia. Apesar do pouco tempo de prática, já começo a sentir as mudanças. Por enquanto estou fazendo este treino básico. Pretendo fazê-lo por 8 semanas e depois começar um treino mais avançado.
Hoje já saí e corri 10km. Me sinto muito bem, anões. Tudo está indo muito bem.

 No.18195


 No.18239

File: 1599862935383.webm (4.14 MB, 512x501, 512:501, 13 - 心のオネスティー.webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-11:
Não contei quantas páginas li, mas garanti que foram pelo menos 30.

 No.18334

File: 1600026703719-0.png (1.16 MB, 943x1174, 943:1174, Peter Norton, John Socha -….png) ImgOps Google Yandex

File: 1600026703719-1.png (316.28 KB, 1920x1080, 16:9, binksh_1600026110-N.png) ImgOps Google Yandex

2020-09-12:
2020-09-13:
Como estava muito curioso, instalei uma máquina virtual com FreeDOS, e comecei a estudar assembly.
A primeira imagem é a capa do livro.
A segunda é o meu desktop com o livro na esquerda, e na direita uma máquina virtual dentro de um terminal com o FreeDOS no modo de texto VGA sendo renderizado no terminal.
Dentro da máquina virtual roda o programa DEBUG.EXE, com o qual coloco valores nos registros do processador e insiro código de máquina na memória sem um assembler seguindo instruções do livro.

Mas vou deixar de lado porque hoje é dia de ser interrompido por favelados barulhentos.

 No.18427

File: 1600122659336.webm (3.4 MB, 640x500, 32:25, 11 - I Am You.webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-14:
Li 10 páginas do APUE e passei o resto do dia fazendo um exercício longo que o livro deu.

Durante esse exercício, escrevi o programa mais longo e correto que já escrevi, e também escrevi ele o mais rápido que já escrevi um programa.
É bom ver progresso.

 No.18437

File: 1600126046145.png (388.92 KB, 455x686, 65:98, c28.png) ImgOps Google Yandex

"Escolha entrar no mar pelos regatos, não diretamente, pois é pelo que é fácil que convém chegar ao mais difícil." - Santo Tomás de Aquino

"Se você andou 10 quilômetros floresta adentro, terá de andar 10 quilômetros para sair dela." - Postado no chan.

Anões, estou começando a me "reconstruir", por assim dizer, e estou começando de mansinho. O primeiro passo será deixar de acessar o 55chan. Lembro-me de quando conheci os chans. Era um jovenzinho nacionalista, idealista e um pouco retardado também. Acessei o 55chan e logo repudiei aquele mar de mijo e não voltei a acessar. Até que um dia cliquei no link do 27, algures. Dei de cara com a bandeira integralista e por aqui fiquei. Mas, por numerosos motivos, acabei me tornando um frequentador diário do 55chan. Aquela merda obviamente faz mal pra mente. E eu afirmo que nem os poucos posts úteis valem a visita.

Ademais, mais ou menos concomitantemente a esse período em que estive acessando o 55chan eu enfraqueci um pouco moralmente, passei por crises psicológicas e acabei entrando em um ciclo de degeneração. Claro que eu não atribuo todas essas coisas ao site. Na verdade, talvez parte disso tudo seja Providencial. Esses sofrimentos aniquilaram meu lado "retardado" que citei ali em cima e agora basta desenvolver novas qualidades positivas para que eu possa alcançar minha plenitude perante a mim mesmo, meus semelhantes e aos Céus.

 No.18449

File: 1600129686172.jpg (50.24 KB, 324x540, 3:5, Arditti soldier.jpg) ImgOps Google Yandex

>>10161
>>10368
>>11325
>>12350
>>14116
>>15489
>>17370 Aqui.

Terça-feira 01/09/2020: Estudei duas horas e treinei ombros e trapézio.
Quarta-feira 02/09/2020: Estudei três horas e treinei peito e tríceps.
Quinta-feira 03/09/2020: NIL.
Sexta-feira 04/09/2020: Estudei três horas e treinei ombros e trapézio.
Sábado 05/09/2020: Estudei duas horas.
Domingo 06/09/2020: NIL.
Segunda-feira 07/09/2020: Estudei quatro horas e andei uma hora de bike. Academia estava fechada pois foi feriado.
Terça-feira 08/09/2020: Estudei quatro horas e treinei peito e tríceps. Bati meu recorde no supino e consegui levantar 80kg.
Quarta-feira 09/09/2020: Estudei duas horas e treinei ombros e trapézio.
Quinta-feira 10/09/2020: Estudei duas horas e meia e treinei costas e bíceps.
Sexta-feira 11/09/2020: Estudei três horas e meia e fiz um treino de força.
Sábado 12/09/2020: Revisão final para a prova da EEAR.
Domingo 13/09/2020: Dia da prova da EEAR e para colocar em prática todos os dias de estudos. Estou estudando desde 2019.
Segunda-feira 14/09/2020: Resultado da prova; Português 18/24; Inglês 18/24; Matemática 12/24 e Física 11/24. Situação: Reprovado até o presente momento.
Caras, se não anularem uma questão de física, irei reprovar nessa prova. No entanto, já prestei três provas da EEAR e em nenhuma delas cheguei tão perto. Anões, os concursos estão ficando mais difíceis e até a EEAR, que era uma prova simples, tornou-se complicada, na parte de exatas. Gosta de compartilhar minha experiência com vocês, caso for prestar um concurso, não fique muito bitolado nas questões da banca pois eu estava pensando que a prova seria um crtl c crtl v e me fodi bonito na parte de física. Essa semana irei descansar e na próxima voltarei aos estudos.

 No.18505

File: 1600181237010.gif (1.48 MB, 527x279, 17:9, unnamed (7).gif) ImgOps Google Yandex

>>17868
Semana 2 (07/08/20 - 14/08/20)

Essa semana foi basicamente perdida, Kek. Segunda eu tive que ficar fora o dia todo, e nos outros dias eu simplesmente tive um desânimo para estudar. Pegava o livro de banco de dados para ler e logo me via perdendo o foco e a atenção, de tal forma que as palavras pelas quais meus olhos passavam não criavam significado em minha mente. É bizarro, mas isso acontece de vez em quando comigo. E ontem (dia 14) passei o dia todo jogando. Vamos ver se nessa semana atual as coisas melhoram.

A respeito de progresso, li 1 capítulo e meio do livro Projeto de Banco de Dados, Heuser (aproximadamente 36 páginas). Era para ter lido bem mais, considerando o quão curto é o livro. Também fui de Parmênides até Melisso, terminando os eleatas e seguindo agora para os filósofos pluralistas e físicos ecléticos, no livro História da Filosofia Antiga - Vol 1, Reale (25 páginas lidas). É agora que filosofia começa a pegar, pois com Parmênides temos um pequeno esboço do que virá a ser a ontologia/metafísica e pode ser um pouco difícil entender. Minha dificuldade era entender se os filósofos em questão tratavam o 'ser' enquanto algo material ou não. Tá certo que até a vinda de Sócrates, a metafísica não é considerada comum para os gregos, mas mesmo assim ficava difícil de entender se nos fragmentos os filósofos falavam do ser material ou do ser metafísico/abstrato. Lendo alguns artigos a coisa ficou mais clara. Os elatas tratavam o 'ser' das duas maneiras, mas predominantemente de forma material, tendo Parmênides idealizado o ser como esfera maciça e limitada (ideias derivadas dos pitagóricos para indicar perfeição). Também tem o 'Ser Supremo', que para Parmênides e Zenão, seria o Ser que originou todas as coisas. Esse Ser não pode ter sido criado do nada, pois do não-ser não pode algo vir a ser. E também não poderia vir de outro ser, pois dessa forma o ser criado não seria supremo. Por isso, o Ser simplesmente é e sempre existiu.

Sobre exercícios físicos, ainda não tive o brio para começar a calistenia, mas vou tentar tomar vergonha na cara e fazer alguma coisa.

 No.18517

File: 1600185904534.jpg (121.65 KB, 485x652, 485:652, 00094_None.jpg) ImgOps Google Yandex

>>18505
Também tenho esse problema. Penso em algo ou tenho fantasias enquanto leio um livro, depois percebo que li uma página sem saber uma palavra que estava nela e preciso ler novamente.

 No.18540

File: 1600210503332.webm (5.06 MB, 540x540, 1:1, 02 - Asayake.webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-14:
Terminei o dia estudando mais assembly x86-16.

2020-09-15:
26 páginas do APUE lidas, vários exercícios feitos, 2 pulados.
Pulei um porque ele não era compatível com o meu sistema, estou preparando uma máquina virtual Linux pra lidar com isso nesse momento.
O outro fez uma pergunta sem sentido. Na verdade, a maioria dos exercícios desse livro até agora foram de baixíssima qualidade, e o autor não é bom escritor. Ao mesmo tempo é o único livro tão abrangente sobre o padrão POSIX.

 No.18555

File: 1600229719235.jpg (2.3 MB, 3840x2160, 16:9, 1584387579901-3.jpg) ImgOps Google Yandex

Creio que a última vez que postei no recinto foi em julho, na época estava muito motivado com o avanço nas leituras, lembro que separei inúmeros links com palestras, resumos, PDF's e afins para os anões, porém tive a estúpida ideia de jogar pérola aos porcos e colaborar no mar de mijo. Resultado: fui praticamente alvejado pela crítica, provavelmente gordões fracassados me atacaram todoonde por detectar uma fagulha de disciplina e brio. Sinceramente não consigo compreender essas atitudes, os caras ganham tudo de mão beijada, é só seguir a lista um rascunho do principiante que serve como guia, ler os livros e assistir algumas palestras para se orientar e deixar de ser um macaco, mas os caras preferem seguir eternamente na falha e atacar o primeiro caranguejo que sai do balde. No Bostil e America Latina parece que tudo é assim, são todos brainlets que na primeira isca de prazer já perdem tudo, não conseguem ter autocontrole em relação aos prazeres pueris como comida e orgasmo (leia-se punheta), ao passo que não conseguem fazer um planejamento de longo prazo e cumprir com metas básicas. Faço esse breve diagnóstico pois trabalho com a população brasileira faz tempo, no início com comércio e agora com problemas jurídicos, e ao menos onde moro cidade média no Rio Grande do Sul as coisas são assim e sempre vão ser.

O RS é o estado mais atrasado do Bostil, onde eu moro as pessoas que tem oportunidade vão embora pra nunca mais voltar, quando voltam para visitar parentes eles sempre comentam: "Está tudo igual, nada mudou".
Por aqui vigora uma atmosfera de depressão, a população velha/idosa toma conta das calçadas, ficam minando a economia com suas aposentadorias e se arrastam como zumbis nas ruas, os jovens são presunçosos, burros e egoístas, pensam que o mundo gira ao redor de seus umbigos, não arrumam nem o próprio quarto e querem apresentar soluções para os problemas globais. Antigamente a cidade até tinha alguma vida noturna, porém todos os ambientes eram cancerígenos, sempre a mesma dicotomia entre os bares "udergrounds" cheio de aberrações, esquerdistas e drogados, e os "mainstream" só tocando sertaLIXO com a classe média falante e semiletrada.

A cidade é universitária, mas só se fala em marxismo, só é apresentada a versão falsificada da história, e é ministrada como se fosse o subproduto das mais altas análises intelectuais do ocidente e quase nenhum universitário se dá o trabalho de levantar, por mais minima que seja, uma hipótese contrária frente à toda loucura que é exposta diante de seus olhos. Estou me aproximando dos 30 anos e já "digeri" algumas redpills que foram dolorosas no início, mas precisaram ser assimiladas. A principal é que você está sozinho e ninguém te deve nada, cheguei nessa conclusão quando estive em uma enrascada e quase ninguém me deu cobertura, poucos sujeitos vão te estender a mão, inclusive familiares. Então fui voluntariamente "minando" a maioria das minhas amizades, mantive algumas da faculdade caso precise futuramente, mas sem nenhum laço emocional. Admito que foi uma das melhores escolhas que fiz na minha vida, realmente foi algo libertador. Recentemente também cancelei meu FaceBook, o mural das massas falantes. Cheguei na conclusão que não era necessario manter uma rede social, pois eu provavelmente estudava mais que todos os contatos, então não tenho interesse em saber a opinião de alguém que lê menos do que eu. Quando realmente quero saber a opinião de um sujeito sobre algo, chamo no privado em outros aplicativos, mas manter aquele mural da demência ativo é loucura.
Atualmente tenho tentado recuperar a disciplina de longas leituras diárias, pois passei por inúmeros problemas sequenciais no final de agosto, inclusive foi necessário registrar um B.O e anexar algumas provas, além dessa dor e cabeça recentemente fui acusado de não pagar uma mensalidade de determinada academia, pisei duas vezes no local no final de julho e me cobraram uma mensalidade integral, porém eu paguei março e treinei só até dia 15 devido à pandemia. Retornei dia 27 de julho, fui cobrado e acabei pagando, porém não deram baixa no sistema. Agosto paguei integral também, mas em setembro falaram que eu estava inadimplente em dois meses: julho e setembro. Falei que aquilo era um desrespeito e vazei, fui para outra equipe de competição, que por sinal é muito melhor e mais profissional.

Espero ter digitado um relato interessante e que alguém possa ter absorvido algo útil, gradualmente vou retornar com as postagens no fio. Como fiquei umas duas semanas só envolvido com problemas, acabei embotando um pouco meu raciocínio e talvez isso tenha prejudicado minha escrita, mas nada que mais estudo não resolva. Em síntese, o que eu aconselharia para quem é mais novo: Cuidado com os falsos amigos, eles são a maioria esmagadora. Não se exponha demais nas redes sociais. Mantenha um treino semanal, de preferência de alguma luta. Não deixe os livros de lado, busque ler literatura, filosofia da boa e acompanhe os intelectuais mais sérios do Brasil são a minoria, mas estão espalhados por aí, deixo como sugestão o Instituto Hugo de São Vitor.

 No.18566

File: 1600256170848.gif (1.51 MB, 480x360, 4:3, tenor.gif) ImgOps Google Yandex

>>18437 aqui.
Ontém iniciei um projeto que vai até dia 15 de outubro. Irei chama-lo de:
Mestre das Flexões!

Farei uma série de flexões de manhã e uma durante a noite. O máximo que eu conseguir. O objetivo é acostumar meu corpo e mente com a ideia de me exercitar diariamente e ver até onde posso chegar. Passados esses 30 dias começarei uma rotina de calistenia mais completa. Ontem fiz uma série apenas, de 15. Hoje farei três para compensar.

Também estarei praticando outra atividade física, que pode infringir meu anonimato se eu a revelar.

 No.18585

>>18540
Quantos anos você tem? É sem sentido mas não é uma pergunta de deboche.

 No.18596

Estou desempregado e no momento faço um curso EAD. Vou tentar me organizar através dessa tabela do excel: https://templates.office.com/en-us/daily-schedule-tm10000103
Meu objetivo é ganhar conhecimento e conseguir um emprego na área de TI.

 No.18602


 No.18620

File: 1600295480318.webm (1.52 MB, 640x640, 1:1, 04 - No Memory.webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-15:
Insatisfeito com não ter alcançado a meta de 30 páginas, li mais algumas pra passar dela.
Tive uma ideia de um programa simples e comecei a escrever, mas não completei.
Pesquisei por aí sobre instruções não documentadas do processador 8086. Depois quero ver o que o DEBUG.EXE do FreeDOS acha delas se eu inserir algumas.

2020-09-16:
Li 13 páginas e estou fazendo outro exercício longo até agora. Dessa vez o livro mandou eu implementar a função fmemopen(3), e esse já é o programa mais complexo que já escrevi e o segundo maior.

 No.18695

File: 1600384913475.jpg (237.92 KB, 1448x1052, 362:263, 965567b81644a085ae66ca9698….jpg) ImgOps Google Yandex

2020-09-17:
Completei o exercício, agora esse é o programa C mais longo e (devidamente) complexo que já escrevi: https://dpaste.com/4ANGN8NJ7.txt
Li 15 páginas.

Sinto que estudar está mais fácil, estou muito mais acostumado com a rotina. Mesmo assim estudei menos que os outros dias hoje, cansei devido ao resto da semana.

 No.18697

>>18695
Deixa pra lá, agora percebo que o programa está incompleto.
A clássica síndrome de perceber erros em algo depois de enviar pra outros ou resolver um problema depois de pedir ajuda.

 No.18791

File: 1600469721603.webm (3.8 MB, 529x464, 529:464, 01 Foo Fighters - Everlon….webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-18:
Acho que terminei o exercício longo. O programa agora tem 250 linhas e não dá pra ter tanta certeza.
Li 25 páginas do APUE e fiz todos os exercícios no caminho.

Não quero deixar outro livro meio completo, mas quero descansar dele. Acho que vou estudar assembly 8086 na próxima semana.

 No.19081

YouTube embed. Click thumbnail to play.
>>18505
Semana 3 (14/09/20 - 21/09/20)

Terminei o capítulo 2 e 3 do livro de banco de dados. Os exercícios do capítulo 2 eu pulei mais da metade. Eram exercícios sem sentido, parece que o autor só deixou lá para "encher linguiça" – embora alguns eram proveitosos, os quais acabei fazendo. O melhor ficou para o capítulo 3. Os exercícios eram casos de estudo que deveriam ser modelados via DER (diagrama entidade-relacionamento), e estes eu consegui sem grandes dificuldades. É realmente muito animador quando você passa algum tempo estuando a teoria de algo e, quando você finalmente vai para a prática, consegue fazer o que tem que fazer sem muitos problemas. Alguns casos até consegui modelar com mais precisão do que a resolução do autor. Agora que peguei o jeito, acredito que o aprendizado vá fluir de forma mais intuitiva.

O livro de filosofia não li nem uma página essa semana. E sobre a calistenia, nem preciso dizer que ainda não comecei.

Sinto que estou perdendo tempo demais. A semana mais proveitosa até agora foi a primeira, na qual passava grande parte dos dias lendo e estudando, além de conseguir fazer outras coisas ao mesmo tempo. Ultimamente tenho estudado apenas umas 3 horas por dia e o resto do tempo é perdido procrastinando.

Essa semana eu prometo que vou fazer exercícios, ler filosofia na parte da manhã e banco de dados na parte da tarde, ou não me chamo anônimo.

>>18517
De fato, anão, isso é um grande incômodo. Embora eu também fantasie naturalmente ao ler, penso ser o meu problema ainda pior – se não um caso clínico – já que é como se fosse uma grande preguiça para ler, acompanhado de sono. Nunca entendi por que isso acontece comigo, meus colegas de escola e faculdade nunca relataram algo parecido.

 No.19157

Desculpem-me se alguém já falou nisso, mas não tenho como ler o fio do começo agora: alguém é produtivo a ponto de estudar ou trabalhar o dia inteiro? Ou ao menos 5h+ de verdadeira produtividade? Tenho tentado desenvolver minhas capacidades nessa direção mas me canso muito rápido, e caso tome café ou algo do tipo simplesmente fico inquieto, não energético como se tivesse dormido. Apesar de admitir que minhas noites de sono poderiam ser melhores, me exercito e como bastante, me parece que não deveria me cansar tão facilmente. Mesmo em alguns dias quando acordei bem cedo, entre 4h e 4h20, depois de umas 2h de produtividade estava cansado. Entendo que pausas são necessárias, mas se há uma dificuldade de voltar à ativa após o intervalo então encaro a situação como problemática. Claro, se chega lá aos poucos, mas não pareço estar evoluindo, por isso minha pergunta.

 No.19158

>>19157
Adaptação, anão. O negócio é você forçar a sua mente a trabalhar até que o exercício intelectual seja elementar. O que eu recomendo é você pegar um livro que você goste (evite livros técnicos) e passar o dia todo lendo. Digo isso pois a leitura é basicamente a musculação do cérebro, leia várias horas todos os dias até que você fique acostumado e se torne natural para você. Bom, ao menos foi o que funcionou para mim. Depois que comecei a ler todo o santo dia a minha resistência mental para o estudo aumentou muito.

 No.19167

File: 1600727197037.webm (4.56 MB, 718x540, 359:270, 13 - Kaze to tori to sora….webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-18:
Terminei o dia lendo mais ou menos 20 páginas do Peter Norton's Assembly Language Book.
Não vou focar nesse outro livro pra não tornar estudar o APUE mais lento, o APUE tem mais de 2000 páginas.

2020-09-21:
Li pelo menos 36 páginas do APUE e fiz um exercício.

 No.19169

Vou tentar estudar uma hora e meia de trading pelo menos 5 vezes na semana, enquanto concilio com minhas outras tarefas, enquanto tento guardar um dinheiro para começar a investir.
Estou ganhando bolsa de iniciação científica e quero ver se consigo guardar pelo menos 5k para começar no mercado. Como pretendo transformar isso numa espécie de diário, também contarei um pouco do meu dia.

 No.19303

File: 1600815494916.webm (2.75 MB, 540x540, 1:1, 07. Ego.webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-21:
Terminei o dia lendo algumas 10 páginas do Peter Norton's Assembly Language.

2020-09-22:
Dei uma pequena olhada em assemblers e li 41 páginas do APUE, fiz todos os simples exercícios no caminho.

Estou com uma dor estranha que não me deixa dobrar o cotovelo, nem bati em nada. Também não consigo achar onde exatamente a dor está porque nada que eu cutuco dói.

 No.19315

YouTube embed. Click thumbnail to play.
>>19169
Vamos lá, então.
Dia 1.

>TCC

Comecei a desenvolver a parte dos objetivos do projeto para a minha monografia, acredito que amanhã consigo terminar o projeto.

>estudo para trading

Não estudei trading hoje, empurrei isso com a barriga. Nem pretendo estudar, estou cansado.

>outras coisas

Me solicitaram algumas perguntas para a criação de tomate em vasos, em estufa. Elaborei um texto de 3 página com instruções. Preciso fazer um projeto de irrigação.

>investimentos

Estou jogando um jogo de azar com dados (na verdade, são números gerados aleatoriamente) num casino virtual que utiliza criptomoedas. Estou usando litecoin e pretendo manter a meta de 5% de ganhos por dia, porque sei que nesses joguinhos de probabilidade você fica ansioso e acaba perdendo tudo se começar a abusar demais. Comecei com 0,046 litecoin e agora estou com 0,0506 litecoin. Meta para amanhã é de 0,0531 litecoin.
O desafio é ganhar 1 milhão de reais em 234 dias (cerca de 8 meses), vamos ver se isso é uma grande tourobosta ou se torna realidade.

 No.19327

File: 1600841594015.jpg (126.36 KB, 1920x1080, 16:9, yk5fjbjnj2b51.jpg) ImgOps Google Yandex

>>19167
Muito obrigado pelas músicas, anão. Às vezes passo por aqui e vejo você as postando no fio de nofap, escuto quando a preguiça me permite. Me fazem sentir vontade de retomar o controle.

 No.19328

>>13099
Qual era o recheio das panquecas?

 No.19355

YouTube embed. Click thumbnail to play.
Irmãos, esse áudio é muito bom para quem tem problemas de concentração.

 No.19394

File: 1600909245199.webm (5.48 MB, 540x540, 1:1, 09 - Heaven Beside You.webm) ImgOps Google Yandex

2020-09-24:
Li 34 páginas do APUE. Ainda vou ler mais hoje, quase acordei depois do sol se por.

>>19327
Pena que ando assistindo pouco anime e primariamente anime longo, não consigo encontrar mais dessas trilhas sonoras e canções de personagens únicas.
Já não lembro mais qual foi, mas uns anos atrás eu fiquei fascinado com como um anime que assisti essencialmente criou o próprio gênero musical, e depois fiquei mais fascinado ainda quando descobri que existem vários animes antigos com estilos únicos nas trilhas sonoras. As "trilhas sonoras" também geralmente incluem canções extras cantadas por um personagem.
Existem muitas trilhas sonoras que eu baixei só pra ver se havia algo bom e/ou único escondido.
"DANCIN' WITH A HEARTACHE" e "Call me Tonight" são city pop dos anos 80 típicos. Mas algo como "Kaze to Tori to Sora" tem um estilo completamente único ou que nunca encontrei em outro lugar, só achei algo similar no resto da trilha sonora do Lodoss.
Nenhuma dessas 3 canções tocam em seus animes respectivos.

 No.19398

YouTube embed. Click thumbnail to play.
>>19315
Dia 2.

>TCC

Não terminei o projeto, ainda faltam as partes de objetivos e material e métodos. Já tenho 10 páginas, e acredito que não será problema escrever esses tópicos, já que sei exatamente como irá funcionar.

>estudo para trading

Novamente, não estudei para trading hoje. Foi um dia cheio, desde às 8h até agora. Estou cansado para estudar, espero não ficar assim por muito tempo e resolver o restante das demandas logo.

>outras coisas

As demandas das pessoas que estou ajudando ganho 0 reais para vistoriar propriedades e dar pareceres/laudos técnicos, só o dinheiro da gasolina vieram todas de uma vez. Isso tomou o meu tempo de uma maneira absurda, não resolvi metade delas, mas espero acertar tudo até domingo, no entanto, foi um dia produtivo. Amanhã tem mais.

>investimentos

Consegui chegar no patamar de 0,0718 litecoins hoje. A meta para amanhã é de 0,0754 litecoins.

 No.19453

>>19355
Tem sigilo nessa porra, né? Ou alguma coisa pro trás do áudio?
>Tyler Durden nas TV's, sumindo um por um
QUE PORRA É ESSA, ANÃO?

 No.19459

>>19355
Caramba, anão, fui ler Iliada com isso e está me dando um enorme sono.

 No.19461

YouTube embed. Click thumbnail to play.
>>19355
Imaginei o avião dos anões com destino a Akihabara. Enfim, eu uso esse para dormir, parece o filme Alien antes de a merda pegar real.


[Last 50 Posts]
[Go to top] [Catalog] [Return][Post a Reply]
Delete Post [ ]
[ ] [ b / mod / pol ] [ enter / N64 / mu / 2d ] [ sala / $ / build / art ] [ pr0n ] [ tudo ] [ / / ]