[ ] [ b / mod / pol ] [ enter / N64 / mu / 2d ] [ sala / $ / build / art ] [ pr0n ] [ tudo ] [ / / ]

/b/ - Random

Email
Subject
Comment
File
Embed
Password
(For file deletion.)

Allowed file types:jpg, jpeg, gif, png, bmp, webm, mp4
Max filesize is 10 MB.
Max image dimensions are 10000 x 40000.
You may upload 3 per post.


  [Go to bottom]   [Catalog]   [Return]   [Archive]
YouTube embed. Click thumbnail to play.

 No.18378

ÁLCOOL GENERAL THREAD!
Caralho, acabei de tomar meio litro de velho barreiro e não estou sentido nada de minimamente mal, qual o máximo de bebida que os anões aguentam? Nunca cheguei em um nível de excelência como hoje, se eu não estivesse morrendo de fome, eu abriria uma pitú e continuaria para ver até onde dava.

 No.18381

>velho barreiro
>pitú
Kek, finalmente anão mineiro.
Acho incrível como existem pessoas que bebem cachaça como se fosse água e eu não consigo nem ao menos sentir o cheiro sem vomitar.

>qual o máximo de bebida que os anões aguentam?

Pará mim, depende um pouco. Supondo que eu esteja bebendo uma cerveja mediana, com 5% de volume alcoólico, vou precisar de pelo menos 4 litros para me deixar podre de bêbado. Engraçado que com destilados como rum e Martini, esse mesmo efeito acontece com meia garrafa.
Com vodka depende da marca. Um litro de kriskoff me leva pro hospital, enquanto um litro de Absolut somente me deixa embriagado.
De qualquer forma, a pior de todas é tequila. Certa vez bebi um litro de José Cuervo e acordei semi nú no quintal, kek.

 No.18413

>qual o máximo de bebida que os anões aguentam?
Precisamente, eu não sei. Consigo tomar cervejas baratas, normalmente; um copo de whisky porém, me dá uma leve dor de cabeça e tontura.
Acredito que me dou melhor com rum. Tomei uma vez com uma amiga que trouxe de Cuba e tenho uma garrafa ainda fechada em casa estou deixando envelhecer.

 No.18414

Normalmente oito doses de Vodka são suficientes para me derrubar. Whisky depende da mistura.
Nunca sofri coma alcoolico, mas já fiquei totalmente sem controle e com amnésia no outro dia.

 No.18445

Não sei ao certo o quanto aguento. Até hoje só tive amnesia uma vez e dizem que eu estava bebendo cachaça como se fosse água. Já eve fazer uns dois anos que quase não estou bebendo ou saindo de casa e um dia com uma garrafa da cerveja "Loba" fiquei meio zonzo, kek.
O maximo de bebida depende muito do quanto cada um está acostumado.
>>18381
Moro em Minas e nunca vi vendendo pitú por aqui, kek. Mas já faz tempo que não saio para beber também.
>>18413
Qual a diferença deste de Cuba para os que você bebe por aqui?

 No.18506

File: 1600181650491.png (119.73 KB, 136x561, 8:33, volcof.png) ImgOps Google Yandex

Essa desgraça aqui. Ela tem um começo meio desgraçado e depois fica suave, mas quando vê já ta querendo sair pelado pela rua.

 No.18508

Pepsi/Coca-cola com pinga, e limão a gosto. Quais as medidas ideais para cada componente? Gosto de tomar isso quando jogo cards against humanity com meus amigos, queria um bom ponto de equilíbrio entre o álcool e o sabor.

 No.18511

>>18508
Compre álcool de cozinha e misture com tang.

 No.18519

Quando mais novo chegava a tomar 2L de whisky sozinho até ficar podre, depois que parei de beber qualquer coisa me derruba, duas latas de cerveja e já tonteio.

 No.18528

File: 1600200881182.jpg (25.94 KB, 480x360, 4:3, chakan.jpg) ImgOps Google Yandex

>>18381
>e eu não consigo nem ao menos sentir o cheiro sem vomitar.
OP aqui, um dos meus segredos é justamente não cheirar, isso vai te dar ânsia de vômito e dar um gosto horrível a bebida.
>>18445
Minas é a terra das cachaças, mas já ouvi falar que a terra da pitú é o nordeste mesmo, vende pouco em outras regiões e normalmente custando quase o dobro do preço daqui.
>>18508
Um terço ou um quarto de bebida alcoólica é a medida perfeita pra diversão, a proporção 50% é apenas para quem é novofagote que está treinando para beber puro.

 No.18548

Quando eu tinha 19 anos, extraí os quatro dentes do siso de uma só vez. Eu tive que tomar uma dose alta de antibiótico, daquelas que dá uma baqueada no estômago e no fígado. O problema é que, tendo recém interrompido o uso da medicação, eu decidi sair com uns amigos e tomar um porre de Natasha. Aí você já pode imaginar o resultado. Meu corpo não reagiu bem à vodca, justamente por causa dos antibióticos, e eu quase tive um treco. Pelo que me contam, eu fiquei tão doido que joguei uma garrafa de agua na casa de alguém, tomei uns cinco foras da mesma menina e fui barrado em um "after" pra onde nós íamos.

Pelo menos aprendia a lição e nunca mais tomei vodca.

 No.18654

>qual o máximo de bebida que os anões aguentam

Uma garrafa de Gin e uma de Rum. Eu estava era querendo morrer e tudo que consegui foi passar muito mal. Pior dia da minha vida.

 No.18717

File: 1600410103424.jpg (27.68 KB, 437x240, 437:240, chakan - Copia.jpg) ImgOps Google Yandex

Anões, existem alguma bebida mais forte que pitú? Nunca encontrei nenhuma até agora, e já estou no patamar de não sentir mais nada com ela, nem no sabor.

 No.18722

>>18717
Absinto importado, anão. Essa porra é 80% álcool.

 No.18749

File: 1600448411519.png (30.3 KB, 921x461, 921:461, 1600147475751.png) ImgOps Google Yandex

A primeira e única vez que eu bebi sério foi bem legal. Aproveitei que meus pais estavam de viagem e comprei uma garrafa de vodka de 600ml para tomar com alguns amigos em um shopping. Mandei mensagem para eles perguntando se estava tudo ok e alguns deram pra trás, perdi então a paciência e peguei um copo descartável de uns 150ml e comecei a beber pequenas doses de metade ou um terço do copo. Depois de tomar metade da garrafa eu fiquei bastante eufórico, comecei a rolar no chão e fazer juras de amor à minha waifu enquanto abraçava meu travesseiro.

Pouco depois me mandaram mensagens de confirmação e eu decidi sair de casa, mas antes enchi o copo descartável e o virei, umas duas vezes, para terminar a garrafa. Abri a porta para sair de casa e, quando me dei conta, estava numa cama de hospital no centro da cidade. Primeira coisa que me veio à cabeça foi me levantar para sair dali, mas alguém me parou e disse para descansar um pouco. Outro alguém me deu um saco com todos os meus pertences, tudo intacto. Saí cambaleando do hospital e peguei um táxi que estava no estacionamento, eu estava estranhamente conversativo e falei pro taxista que eu havia desmaiado de tanto beber, ele disse pra eu ter mais cuidado com o carnaval.

Isso foi um ano atrás, até hoje não sei que me socorreu. 9/10 faria de novo. Eu até quero beber vodka assim novamente, o problema é que meus pais sempre estão em casa e eu sei muito bem o quão chata uma pessoa se torna depois de bêbada.

 No.18751

>>18749
Por que você nunca saiu com os seus amigos para beber? Tem quantos anos?

 No.18760

>>18751
Vinte e dois anos. Meu círculo de amigos não é composto por descolados que saem toda semana pra balada, maioria nem tem o costume de consumir álcool.

 No.18797

Tenho algumas-muitas histórias de bebedeiras.
Bebo desde meus 12 anos de idade, pois minha vó fazia vinho (dando pezada mesmo).

 No.18801

>>18760
Não recomendo que comece a beber em casa apenas para sentir o prazer da bebida. Se não você vai se acostumar a beber enquanto está na sua zona de conforto e vai acabar bebendo todos os dias. Mas se quiser beber mais comece com uma ou duas cervejas quando sair. Ou então vá para um bar sozinho.

 No.19219

Quando mais novo eu bebia 2 litros de Balalaika pura, em coisa de 1h, sem sofrer efeito algum, além de uma leve alegria e bem leve amortecida na face. E era absolutamente impossível eu ficar bêbado apenas com cerveja, eu mal conseguia ficar alegre, tomando grade após grade sem parar (eu não gostava disso porque julgava desperdício de dinheiro). Lembro que durante um natal eu acabei com meus whiskies (uns dois ou três litros), com meus velhos barreiros fazendo caipirinha e com 2L de tequila que eu tinha aqui, e mais 2L de rum. Terminei bebendo cerveja até não caber mais nada no estômago, mas tudo isso comendo em boa quantidade durante a tarde e noite inteiras. Novamente: sem efeito do álcool. Meu fígado fazia mágica.

>qual o máximo de bebida que os anões aguentam?

Vou dizer o que eu não consegui aguentar quando mais novo. Uma balalaika misturada com 1 litro de coca-cola, mais outra balalaika pura, mais 1 litro de vinho, mais um litro de balalaika virada na goela, bebida bem rápido. Além de comida de boteco misturada no meio. Foi a primeira vez que passei mal com bebida.

Depois dos meus 20 e poucos anos, eu fui me enfraquecendo para bebida. Hoje em dia eu sou mais normal com isso… Até me embebedar com cerveja eu me embebedo. Também tenho uma certa aversão a bebidas de baixa qualidade que eu não tinha quando novo. Antes eu bebia qualquer coisa sem fazer careta e sem sentir no estômago.

 No.19221

File: 1600768884578.png (145.65 KB, 159x600, 53:200, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

>>19219
E, não, eu não era uma rolha de poço quando era meio imune a álcool. Engraçado é que, depois que fui engordando, minha imunidade não se manteve e nem aumentou.

>>18445
>O maximo de bebida depende muito do quanto cada um está acostumado.
Acho que isso é apenas metade da verdade, anão. Eu costumava ter boa resistência a álcool mesmo passando muito tempo sem beber. Tanto que nas minhas primeiras "bebedeiras" o impacto do álcool foi nulo. Tem gente que simplesmente tem mais resistência e outros que tem menos.
>máximo
Brofix'd.

A caralhudinha da pica relatada fazia a alegria da molecada na época, por cinco reais ou menos. Nem ao menos sei que porra é essa de "12x filtrada" na pica. Estão tentando gourmetizar merda?

 No.19222

File: 1600770099802.png (268.53 KB, 400x346, 200:173, ClipboardImage.png) ImgOps Google Yandex

>>18413
>spoiler
Foi uma piada, anão?

De qualquer modo, há alguns anos abri um Chivas Regal esquecido da primeira metade do século passado (já envelhecido por décadas quando importado e ainda dentro de sua caixa surrada pelo tempo) e foi o melhor whisky que bebi em minha vida. Não digo por ter "envelhecido" (e nem tinha ficado mais amargo ou azedo por oxidação), mas suponho por realmente ter uma qualidade excelente, inexistente hoje em dia.

Pica meramente ilustrativa. Não me recordo mais em quantos anos ele havia sido envelhecido no barril, só sei que ele foi presente de casamento da minha avó e abri num aniversário recente dela.

 No.19230

Costumo beber cerveja e vinho sozinho, apenas. Não mais que duas taças de vinho ou quatro garrafas de cerveja, quando estou inspirado. Gosto do sentimento leve da embriaguez, mas não a ponto de me desconectar da realidade. É aquela coisa de beber um pouco, ficar tranquilo, apreciando qualquer merda, me levantar, mijar e beber um pouco de água depois.



[Go to top] [Catalog] [Return][Post a Reply]
Delete Post [ ]
[ ] [ b / mod / pol ] [ enter / N64 / mu / 2d ] [ sala / $ / build / art ] [ pr0n ] [ tudo ] [ / / ]